Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Apresentação do texto: Gêneros textuais na análise crítica de Fairclough (J, L. Meurer, 2005)

Aprsentação resumida de MEURER, J. L. Gêneros textuais na análise crítica de Fairclough. In: MEURER, J. L.; BONINI, A.;. MOTTA-ROTH, D. (Orgs.). In: GÊNEROS: teorias, métodos, debates. São Paulo: Parábola Editorial, 2005. p. 81-106.
by

Daniela Palazzo

on 25 April 2016

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Apresentação do texto: Gêneros textuais na análise crítica de Fairclough (J, L. Meurer, 2005)

Na última dimensão, se analisa a prática social em que o discurso está inserido relacionada com as concepções de
ideologia
,
poder
e
hegemonia
. Nessa parte do procedimento, se investiga se a prática social, no que se refere às relações de poder, reproduz, reestrutura ou transgride as configurações hegemônicas existentes.
O que é ACD?
GÊNEROS TEXTUAIS
na

ANÁLISE CRÍTICA

de Fairclough

para Norman Fairclough:
Premissas básicas da ACD:
Premissas básicas da ACD:
A Análise Crítica do Discurso (ACD) é uma proposta de análise teórico-metodológica baseada em uma
percepção da linguagem intimamente atrelada às práticas sociais
. A ACD busca mapear relações existentes entre os recursos linguísticos utilizados por
atores sociais inseridos em determinados grupos
e aspectos das práticas em que a interação discursiva acontece, levando em conta o
contexto de uso da linguagem
, um dos elementos essenciais para a análise fundamentada nesta teoria.
ACD, não é somente análise de discurso, como pode-se pensar, mas sim
análise das relações dialéticas entre discurso e outros objetos
, elementos ou momentos, como também é a análise das ‘relações internas’ do discurso. E uma vez que a análise de tais relações rompe com as fronteiras convencionais entre as disciplinas (linguística, política, sociologia e tantas mais), a ACD é uma forma interdisciplinar de análise, ou como prefiro chamar, uma
forma transdisciplinar
(2001, p.04).
Devido à abordagem crítica, a ACD considera três conceitos fundamentais:
história
,
ideologia
e
poder
.

A abordagem histórica é relevante na medida em que
a produção e a interpretação de um discurso são situadas historicamente
.

Sendo um dos principais conceitos para a ACD,
a ideologia é vista como um importante aspecto de criação e manutenção das relações desiguais de poder
Na teoria de Fairclough (2001) o
discurso
é considerado da seguinte forma:
Qualquer ‘evento’ discursivo (isto é, qualquer exemplo de discurso) é considerado como
simultaneamente
um
texto
, um exemplo de
prática discursiva
e um exemplo de
prática social
.

Texto, discurso e prática social:
Para analisar a
dimensão textual,
são focados os aspectos descritivos do texto (vocabulário, gramática, coesão e estrutura); essa parte do procedimento é chamada de descrição.

A dimensão da
prática discursiva
está direcionada aos processos de produção, difusão e interpretação do texto, os quais variam conforme os
tipos de discurso
e os
contextos sociais
específicos em que se encontram envolvidos. Nessa dimensão, torna-se necessário referenciar os contextos econômico, político e institucional em que os discursos são produzidos e consumidos/interpretados
Evento comunicativo como texto
Significados ideacionais (ideologia) criando uma representação da realidade
:
quadrinho 1: EU ODEIO SEGUNDA-FEIRA é um processo mental entendido por ODEIO.
Quem odeia é "EU", o gato Garfield. Nesse aspecto de realidade que o personagem cria com sua primeira oração, percebe-se o sentimento (ódio) que ele tem por segunda-feira (o fenômeno).

ESSE É O DIA EM QUE AS PESSOAS VOLTAM AO TRABALHO é um processo relacional com o material (o dia)
Texto, discurso e prática social
Na última dimensão, se analisa a
prática social
em que o discurso está inserido relacionada com as concepções de
ideologia
,
poder
e
hegemonia
. Nessa parte do procedimento, se investiga se a prática social, no que se refere às relações de poder, reproduz, reestrutura ou transgride as configurações hegemônicas existentes.
Representação do modelo tridimensional de Fairclough por Meurer:
Gêneros Textuais em Fairclough:
"Conjunto de convenções relativamente estável, que é associado com, e parcialmente realiza, um tipo de atividade socialmente aprovado, como a conversa informal, a compra de produtos em uma loja, uma entrevista de emprego, um documentário de televisão, um poema ou um artigo científico" (2001, p. 161),


Cada gênero ocorre em determinado contexto e envolvem diferentes agentes que o produzem e consomem (lêem e interpretam)
Balanço crítico e perspectivas futuras da ACD realizadas por Meurer:

Garfield
Considerando que não há teorias perfeitas e métodos acabados, com relação aos gêneros textuais, a ACD precisa:
- dedicar mais espaço à sistematização do estudo;
- aos analistas: cuidado comtrabalhos de relação etnográfica (pois o resultado desse trabalho, será mais uma interpretação);
- grande parte dos textos analisados a ACD relaciona contextos conhecidos pelo analista e seus letores;
- as críticas à ACD devem ser realizadas com cuidado, pois Fairclough explora tais noções paramostrar as mudanças discursivas e sociais no mundo contemporâneo.
quadrinho 1:
EU ODEIO SEGUNDA-FEIRA. ESSE É O DIA
EM QUE AS PESSOAS VÃO TRABALHAR,
AS CRIANÇAS VOLTAM PARA A ESCOLA...
quadrinho 2:
---------
---------
quadrinho 3:

E AS DIETAS COMEÇAM

Para Garfield, as característcas do dia segunda-feira, são responsáveis pelo sentimento que ele possui por esse fenômeno do tempo. Assim, se pode conferir ao posicionamento de Garfield significados ideacionais. Com isso, se percebe uma (re)construção da segunda-feira como sendo um dia odioso diante das características que para ele identificam esse dia.

Significados textuais:
o evento discursivo da tirinha é simultaneamente um texto e uma prática social (da leitura (consumo)/interpretação)

Texto como prática social:
Conexões do texto com a prática do cotidiano
das pessoas (ideologia e cultura do corpo).

Significados ideacionais (ideologia) criando uma representação da realidade:
Como os professores podem usar esse tipo de análise em sala de aula?
Em termos de aplicação prática de ensino, com base na ACD, os[as] professores[as] podem envolver os[as] alunos[as] em práticas que promovam o que Fairclough chama de
conscientização quanto à linguagem
, em especial quanto ao papel constitutivo do discurso. Por exemplo, os professores[as] podem utilizar com bons resultados três perguntas gerais explorando o princípio de que
a linguagem tem o poder de constituir formas de conhecimento e crenças, relações e identidades
:
(1)
Como esse texto representa, em termos de conhecimentos e crenças, a ‘realidade específica’ a que está relacionado?
(2)
Que tipo de relações sociais esse texto reflete ou estabelece?
(3)
Quais as identidades ou os papéis sociais envolvidos nesse texto? (MEURER, 2005, p. 105,106
Resultados esperados
Dessa forma, a ACD apresenta-se como importante ferramenta teórica e metodológica para que a escola desenvolva práticas de letramento vinculadas a aspectos do contexto sociocultural onde são produzidas, influenciando os alunos a pensarem de forma crítica, promovendo a “conscientização” quanto ao papel constitutivo da linguagem.
(J.L Meurer, 2005)
Referência
MEURER, J. L. Gêneros textuais na análise crítica de Fairclough. In: MEURER, J. L.; BONINI,
A.;. MOTTA-ROTH, D. (Orgs.). In:
GÊNEROS: teorias, métodos, debates
. São Paulo: Parábola
Editorial, 2005. p. 81-106.
Full transcript