Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Untitled Prezi

No description
by

Mafalda Ferreira

on 20 May 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Untitled Prezi

Cuidados de saúde a pessoas em fim de vida e post mortem Fatores promotores de bem-estar Esperança Amzedai (1994, citado por Penson, 2000) refere que o maior desafio em cuidados paliativos é descobrir formas de “inspirar os doentes” no sentido de reencontrarem a esperança. A prevenção e o alívio do sofrimento nas suas múltiplas dimensões (física, psicológica, relacional e espiritual) representam um componente essencial da prática de cuidados paliativos, encontrando-se contemplados no Programa Nacional de Cuidados Paliativos (Portugal, 2008). Fatores inibidores de bem-estar Em fim de vida, a manutenção da esperança é importante porque permite que os doentes vivam os seus últimos dias da forma mais plena possível. Ansiedade Estado de perturbação psicológica causado pela perceção de um perigo ou pela iminência de um acontecimento desagradável ou que se receia; opressão; angústia

Incerteza aflitiva;

Impaciência Segundo Kubler Ross são identificados cinco estadios que o doente terminal vivencia 1º estádio - Fase de Negação 2º estádio - Fase de Raiva/Revolta 3º estádio - Fase de Negociação 5º estádio - Fase de Aceitação 4º estádio - Fase de Depressão Esta fase caracteriza-se por uma recusa temporária da realidade.
O doente poderá ter capacidade para falar acerca da sua doença mas, não da sua morte. O doente adopta comportamentos de raiva e revolta conforme se vai confrontando com a ideia de morte, lamentando com a sua falta de sorte. O doente aceita progressivamente o facto de estar prestes a morrer, contudo tenta o prolongamento do tempo de vida, opta por melhores cuidados, procura outras abordagens, anseia pelo alívio da dor. Sente-se capaz de negociar este prolongamento com Deus e com aqueles que o rodeiam. O doente apodera-se de um sentimento de perda, que o leva a um período depressivo, devido à consciencialização da sua doença, e respectivas consequências. Nesta fase, normalmente, o paciente deixa de ter vontade de conversar, mas sente-se confortado quando tem contacto com familiares e amigos que o visitam. Esta é habitualmente uma fase de tranquilidade, na medida que o doente aguarda serenamente a sua morte. conceito Fase Terminal de Vida Considera-se doente em fase terminal da vida quando o estado clínico indicia uma aproximação da morte, sendo a decisão clínica fundamentalmente dirigida para o alívio de sintomas. O DeFTV, em situação de intenso sofrimento, decorrente de doença incurável em fase avançada e rapidamente progressiva, necessita de cuidados paliativos que promovam o bem-estar e a qualidade de vida possíveis até à morte. Morte com Dignidade O DeFTV deve ser cuidado com compreensão afectiva e respeito, sem terapêuticas fúteis, no domicílio ou em contexto hospitalar, em ambiente de privacidade e sempre que possível familiar. Todos os cuidados prestados devem conduzir a uma morte digna, socializada, reconhecida e aceite. Agressividade conceito A agressividade é uma tendência em agir ou responder de forma violenta. Pode-se dizer que a agressividade é um conjunto de padrões de atividade que se podem manifestar com intensidade variável, desde as expressões verbais e gestuais à agressão física. Depressão conceito A depressão é um síndrome ou um conjunto de sintomas que afectam principalmente a área afectiva/emocional de uma pessoa.













Posto isto, a tristeza patológica, o estado de fraqueza, a irritabilidade e as alterações de humor podem causar uma diminuição no rendimento profissional ou uma limitação na respectiva vida social. Baixa Auto-Estima conceito A baixa auto-estima é caracterizada por uma percepção negativa de si mesmo. As pessoas acamadas passam a ter baixa auto-estima, já que precisam depender de outros, até para cuidarem de sua higiene pessoal. Interação Positiva Resolução dos problemas do utente Ajuda espiritual ao utente O bem-estar espiritual contribui para a qualidade de vida, principalmente nos doentes em fim de vida.
Os cuidados paliativos apresentam-se como uma resposta de consenso perante o doente que vai morrer, ou seja, quando a cura já não é mais possível, o objectivo dos cuidados passa “apenas” pelo aumento da qualidade de vida. Englobar o sofrimento espiritual do indivíduo em fase final de vida, na prestação de cuidados, assume-se como uma questão essencial no aumento da qualidade de vida destas pessoas. Cuidados Paliativos Os cuidados paliativos existem com o intuito de proporcionar a melhor qualidade de vida possivel ao doente e às suas familias. Estes cuidados tentam prevenir o sofrimento do doente tentando diminuir a dor e dar o máximo de apoio psicológico tanto ao doente como à sua familia.
“São cuidados de saúde activos, rigorosos, que combinam ciência e humanismo.” Os cuidados paliativos são cuidados direcionados a pessoas em fase terminal de vida. Curso Profissional Técnico Auxiliar de Saúde; Mafalda Ferreira Web Grafia https://iconline.ipleiria.pt/bitstream/10400.8/335/1/AVALIA%C3%87%C3%83O%20DA%20ESPERAN%C3%87A%20EM%20CUIDADOS%20PALIATIVOS_%20Tradu%C3%A7%C3%A3o%20e%20Adapta%C3%A7%C3%A3o%20Transcultural%20do%20Herth%20Hope%20Index__.pdf
http://pns.dgs.pt/files/2011/03/OSS2_20-06-2011.pdf

http://www.infopedia.pt/lingua-portuguesa/ansiedade

http://repositorio.ul.pt/bitstream/10451/2692/1/603291_Tese.pdf

http://conceito.de/agressividade

http://www.hospitalgeral.com.br/1_com/assist_domic/Guia/higiene.htm

http://patriciaadnet.com/2010/03/o-que-e-baixa-auto-estima/

http://repositorio-aberto.up.pt/bitstream/10216/56031/2/Trabalho%20de%20Projecto%20de%20Srgio%20Miguel%20Magalhes%20Pimenta%20%20Me.pdf

http://www.portaldasaude.pt/portal/conteudos/enciclopedia+da+saude/ministeriosaude/cuidados+paliativos/cuidadospaliativos.htm 1º Estádio 2º Estádio 3º Estádio 4º Estádio 5º Estádio Os cuidados paliativos têm como componentes essenciais o alívio dos sintomas, o apoio psicológico, espiritual e emocional do doente, o apoio à família e o apoio durante o luto, o que implica o envolvimento de uma equipa interdisciplinar de estruturas diferenciadas
Full transcript