Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Evolução e Revolução

Sociologia - Caderno Anglo 3 Aula 18 - 3C,D e E BENTAO
by

Silvia Beltrane Cintra

on 16 May 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Evolução e Revolução

Evolução e Revolução Objetivos da aula:
Diferenciar os conceitos de evolução e revolução.
Compreender e analisar criticamente a concepção positivista de evolução, bem como a concepção marxista de revolução. As revoluções são iniciadas por homens que fazem as circunstâncias e terminadas por homens que fazem os acontecimentos. A revolução precisa ser terminada ou ela é permanente? Evolução significa mudança, por isso podemos dizer que a humanidade está sempre evoluindo. As mudanças rápidas e profundas que transformam as sociedades, são chamadas de REVOLUÇÕES. Para uns, como os positivistas e os social-democratas, o tempo das revoluções violentas já passou. As transformações inevitáveis na vida social continuarão, mas de forma "civilizada", e será possível à humanidade superar seus grandes problemas de forma pacífica e gradativa. Já para os marxistas, o único caminho que existe é o das rupturas drásticas, até que os homens "saiam da sua pré-história", deixando de explorar uns aos outros. Positivismo?
Teoria desenvolvida por Auguste Comte, que dizia que a Sociologia deveria orientar-se no sentido de conhecer e estabelecer leis imutáveis da vida social, sem qualquer consideração crítica ou discussão sobre a realidade existente, deixando de lado questões como igualdade, justiça, liberdade, etc. O positivismo também denomina da Sociologia como física social. Dentro do positivismo o papel do sociólogo está subordinado somente à observação... o positivismo também pretendia a reconciliação da "ordem" com o "progresso". Para Comte, enquanto todos os conservadores postulam a ordem, em detrimento do progresso, e os revolucionários valorizam o progresso, mas deprezam a ordem, os positivistas os reconciliam. A ordem é o ponto de partida para a construção da nova sociedade. Revolução: tentativa acompanhada do uso da violência, de derrubar as autoridades políticas existentes e de as substituir, a fim de efetuar profundas mudanças nas relações políticas, no ordenamento jurídico-constitucional e na esfera socioeconômica. Revolução socialista é revolução que promove radicais transformações na sociedade, visando à substituição do capitalismo pelo socialismo. É a primeira etapa da transição para o comunismo como ditadura do proletariado. A revolução pode ser pacífica ou violenta, dependendo do grau de resistência da burguesia dominante ao movimento popular. Quais seriam as causas de uma revolução?
Dificuldade econômicas
Disposição das massas para reagir contra as dificuldades
Existência de uma vanguarda política organizada
Divisão política da classe dominante provocando uma crise nas estruturas. (Lênin) Lênin: revolucionário e chefe de Estado russo, responsável em grande parte pela execução da Revolução Russa de 1917, líder do Partido Comunista, e primeiro presidente do Conselho dos Comissários do Povo da União Soviética. Influenciou teoricamente os partidos comunistas de todo o mundo (pelo seu perfil ético), e suas contribuições resultaram na criação de uma corrente teórica denominada leninismo (Ética de Estado). http://pt.wikipedia.org/wiki/Lenin O sucesso da revolução depende das circunstâncias históricas. "Crise é o que ocorre quando o velho já morreu e o novo não pode nascer" Gramsci (fundador do partido comunista na Itália) Nem sempre andando de mal a pior se cai na Revolução. É mais frequente que um povo, depois de haver suportado sem lamentos e quase com indiferença as leis mais duras, as rejeite violentamente, quando elas se tornarem mais leves. Tocqueville (Escritor e historiador francês, fez análises valiosas da Revolução Francesa.) Legalidade, legitimidade e violência: a legalidade refere-se a mudanças feitas dentro das regras constitucionais ou tradicionais. Já a legitimidade é um conceito aberto que abrange a legalidade, mas podemos dizer que a legitimidade está ligada ao apoio concedido pelo povo ao sistema político que confere aos dirigentes o direito moral de governar.
Full transcript