Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Raimundo Cela & Veiga Guignard: A arte, vida e obras de exímios modernistas

No description
by

Cynthia Martins

on 27 May 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Raimundo Cela & Veiga Guignard: A arte, vida e obras de exímios modernistas

Biografia de Raimundo Cela
Principais Obras
Fim!
Algumas das
Obras de
Cela

Alberto da Veiga Guignard
Cynthia Martins, Douglas Gadelha, Francisco Sebastião,
Haron Charles, Magno freitas
Principais Obras
Sobral é berço de muitas figuras de projeção na história do Ceará. No distante ano de 1890, nasce ali, mais um dos seus homens de destaque, inegavelmente o de maior projeção em todo o estado do Ceará, por toda a primeira metade do século XX, em seu ramo de atividade: a arte.

Raimundo Brandão Cela (1890 – 1954), o primogênito da família, em sua infância, já demonstrava suas tendências artísticas
Raimundo Brandão Cela
Obras
Raimundo Brandão Cela
Vida e Obras de
Exímio pintor, desenhista e gravador
BIOGRAFIA
• Feira em Saint-Agrève, França, 1922
• Jangada Rolando para a Areia, 1946
• Jangadas para o Mar, 1923 – 1952
• Último Diálogo de Sócrates, 1917
• Jangada Voltando do Mar, 1944
• Vendedor de Redes, 1944
• Jangadeiro Ceará, 1944
• Jangada na Areia, 1940
• Ferreiro, 1921
ALBERTO DA VEIGA GUIGNARD
Nova Friburgo, RJ, 1896 – Belo Horizonte, MG, 1962

Obrigado!
Água Forte sobre papel
76,7 X 40,5cm
Cabeça de Jangadeiro – 1933
Óleo sobre madeira
514 X 442cm
Jangadas Rolando
para o Mar, 1941
ESTILO NA PINTURA
Cela possuía um olhar conciso, rigoroso diante do real e ao mesmo tempo, permitiu que sua sensibilidade carregada de expressão poética se manifestasse.
ESTILO NO DESENHO
Mas o importante, quando se estuda sua série de desenhos, é verificar como ele vai transformando a forma clássica – poses típicas de estudos de academia – em traços pessoais, desenhos menos elaborados, realizados ao natural, agregando características formais inteiramente próprias.
ESTILO NA GRAVURA
Entre as estampas mais antigas e as últimas suas, não há diferenças de ordem técnica, ou estilística, mas simplesmente temáticas.
Por dedicar-se a praticamente todos os gêneros da pintura - retrato, auto-retrato, paisagem, natureza-morta, flor, pintura de gênero e pintura religiosa - costuma, em muitas obras, tratar de dois ou mais gêneros na mesma tela, como em suas naturezas-mortas, de número reduzido e quase sempre de caráter fantástico, que trazem uma paisagem ao fundo.
Os retratos, considerados por alguns críticos como a vertente mais fértil de sua obra, constituem a maior parte de sua produção
Nesses não deixa de fazer menção ao seu defeito congênito, o lábio leporino.
E assim foi e é Raimundo Brandão Cela, visto por uns e por outros, o artista maior em sua época, esquecido por alguns, desconhecido de muitos, mas permanente em seu valor e qualidade. Artista bom como ele continua sua trajetória na arte e no tempo.
Full transcript