Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

O iluminismo e a independência das colônias inglesas da Amér

No description
by

ANA SCALCO

on 22 September 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of O iluminismo e a independência das colônias inglesas da Amér

O iluminismo e a independência das colônias inglesas da América do Norte
A emergência do iluminismo
John Locke
O auge dos Estados centralizados modernos no séc. XVIII significou também o ponto máximo de suas contradições. As tensões envolvendo os monarcas, a nobreza e a burguesia geraram na Europa uma situação pré-revolucionária. A partir do final do século, a burguesia foi-se equipando com armas teóricas que serviram para questionar o poder dos reis conhecidos com absolutistas, justificar a revolução e criar uma nova ordem política.
"O Século das Luzes" (XVIII)
Um dos maiores nomes do iluminismo foi o francês Voltaire (1694-1778), que criticava violentamente a Igreja e o clero, embora deísta.
Voltaire
O barão de Montesquieu propunha a divisão dos poderes em três instâncias: Executivo, Legislativo e Judiciário.
Montesquieu
Jean Jacques Rousseau
Rousseau criticava
Full transcript