Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Modulo VII - Plataformas Colaborativas e de Aprendizagem

No description
by

Nuno Oliveira

on 11 November 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Modulo VII - Plataformas Colaborativas e de Aprendizagem

Esta apresentação pretende identificar as principais tecnologias utilizadas em formação, reconhecer as principais características da Internet, aplicada à formação, identificar as principais tecnologias utilizadas na formação a distância, reconhecer as principais vantagens decorrentes da utilização das tecnologias na formação, identificar os pontos fortes e os pontos fracos da utilização da Internet nos sistemas de formação a distância.
Internet
A Internet tem contribuído para o desenvolvimento de uma nova modalidade de formação – o uso na formação, a formação a distância - e-learning - formação on-line. Possibilita uma interação cooperativa e/ou colaborativa através de ferramentas (chat’s, fóruns, correio eletrónico, videoconferência...) que permitem aos formandos e formadores/tutores "construir" e partilhar conhecimentos e experiências.
Além de ser um espaço que proporciona a possibilidade de cada um aceder à informação sem qualquer tipo de limites. Sendo no ensino a distância os formandos como grandes mentores da sua aprendizagem.
Existem diversas formas de acesso à informação, tendo que se ter atenção à veracidade e qualidade da mesma. Sendo uma forma de comunicação rápida, permitindo o transporte de grandes quantidades de informação, de indivíduo/organização para indivíduo/organização ou de um indivíduo/organização para vários indivíduos/organizações.
Os assuntos possuem links (hiperligações) que nos direcionam para outros, relacionados com o que estamos a explorar. É com relativa facilidade que o formador pode aceder a bancos de dados onde pode encontrar revistas e livros eletrónicos (e-book), bibliotecas virtuais/repositórios de universidades, documentos e publicações, fotos, artigos, blog’s temáticos…. Dando a possibilidade de fazer o chamado downloading para o nosso computador, ou para uma pasta num disco virtual (dropbox,…) sem se violar o conceito de “copyright”.
Correio Eletrónico (Mail)
O correio eletrónico é muito semelhante à tradicional carta, havendo um remetente e um destinatário. O processo de distribuição é que difere, na rapidez e no potencial que é dado para enviar ficheiros.
Tendo como vantagens:
poder trocar informação com os formandos, em escassos minutos;
não requer atenção imediata, como acontece num telefonema, podendo o formando analisar o seu conteúdo em qualquer momento e com mais cuidado;
tornar-se menos dispendioso.
Conversa online
A Internet permite sistemas de comunicação imediata, de diversas formas, estando disponíveis a escrita, a fala e a imagem. Havendo a possibilidade de associar as três formas de comunicação, ou só uma conforme o software utilizado para a conversação (chat, videoconferência, skype, msn, facebook …).
Plataformas de E-Learning
A formação a distância
Vantagens:
•Permite reduzir ou eliminar as deslocações físicas de pessoas e meios no processo de formação;
•Reduz substancialmente o tempo de difusão, distribuição e atualização da informação;
•Um tutor pode assegurar um curso frequentado por várias centenas de formandos;
•A dispensa de um local específico para a formação;
•Os formandos podem aceder à informação disponível em qualquer altura, necessitando simplesmente de computador ligado à Internet;
•Economia nos recursos necessários para reunir fisicamente formandos e formadores;
•Redução dos custos;
•Existe a possibilidade de atualizar a informação em qualquer altura, ficando imediatamente disponíveis aos utilizadores;
•Torna-se fácil ao formando dar o seu “feedback”.

Condicionalismos
•Requer o uso de um computador, de acesso á internet e nem todos estão abertos à sua introdução nos sistemas de formação. Os métodos de comunicação e navegação utilizados na Internet podem ser ainda complicados para muitas pessoas, o que exige que os potenciais utilizadores alterem todo o seu método de estudo.
•Dada a imensa informação disponível no universo da internet caberá ao formador dar orientações precisas, no sentido de objetivar essa mesma informação.
•Ainda existem dificuldade de acesso à Internet, por parte de alguns formandos.
•Inexistência da relação interpessoal presencial.
•Resistência por parte de alguns formadores e instituições para a introdução desta novidade no âmbito da formação.

Plataformas de e-learning
Uma plataforma de e-learning é um espaço na web composto por diversas ferramentas facilitadoras da aprendizagem – quer disponibilizando conteúdos, quer disponibilizando ferramentas de comunicação e de interacção: chat’s, fóruns de discussão, wikis, videoconferências, testes, envio de trabalhos….
Numa plataforma existem pelo menos três níveis de utilizadores: o administrador, que se responsabiliza pela manutenção do servidor; o formador/tutor que implementa o módulo; e o formando como utilizador direto.
Sistemas de Multimédia
Para além da Internet, existem os sistemas de multimédia em formato de CD-Rom, DVD, Blu-Ray ou aplicações on-line que combinam componentes de áudio e vídeo, de forma a criar aplicações interativas que utilizam texto, som e gráficos (imagens paradas, animadas e sequências de vídeo), como é o caso de exemplos da web 2.0.
A grande novidade reside na interação que o utilizador tem com o recurso. Aquando da utilização destas tecnologias, ao formador cabe o papel de tutorar a aprendizagem – que passa a ser delineada ao estilo do próprio formando.
Cuidados a ter em conta quando se utiliza sistemas multimédia:
traçar cuidadosamente os objectivos;
seleccionar as estratégias de formação a utilizar;
seleccionar os média mais adequados;
testar (nem que seja de forma virtual) o sistema concebido.
Principais vantagens:
qualidade da formação, pela adaptação às tecnologias;
aumento da motivação, devido à sua interactividade.
Principais desvantagens:
exigência de alguns conhecimentos técnicos específicos tanto por parte dos formandos como dos formadores;
requerem a existência de aparelhos específicos para leitura da informação;
requerem a intervenção de especialistas, aquando da sua concepção;
alguns recursos poderão ter custos elevados.
Estes sistemas:
Envolvem o formando na aprendizagem;
Aumentam a eficácia da comunicação;
Exigem um papel ativo do formando;
Possuiem um potencial de impacto elevado nos formandos e na aprendizagem;
Suportam e integram o uso do computador.
Plataformas colaborativas
Obrigado pela vossa atenção!
Full transcript