Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Remediação de áreas degradadas por btex

No description
by

Júlia Alvarenga

on 9 May 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Remediação de áreas degradadas por btex

REMEDIAÇÃO DE ÁREAS CONTAMINADAS POR BTEX PARA
ATENDIMENTO À LEGISLAÇÃO AMBIENTAL – USO
RESIDENCIAL

Situação atual
Exigências legais
Eficiências necessárias
de tratamento

Contaminantes

Área de estudo

Pluma de contaminação

Trabalho Temático 4
Por: Déborah Silva, Janis Santos, Júlia Alvarenga e Nádia Ishitani

BTEX
Benzeno
Tolueno
Etil-benzeno
Xilenos
VOC
Solúveis em água
Alta pressão de vapor
Compostos de cadeia carbônica curta
Alta toxicidade
Benzeno: alto poder carcinogênico
Grande

Problema
Atingir o lençol freático
Remoção mais difícil
Eleva os custos
Pode comprometer o abastecimento de água
ABNT - Associação Brasileira de Normas Técnicas

CETESB - Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental

A partir de 1997: primeiras normas para disciplinar as atividades de postos e sistemas retalhistas de combustíveis
NBR 13781/2001: dispõe sobre o manuseio e a instalação de tanques subterrâneos de combustíveis

NBR 15428/2006: dispõe sobre o armazenamento de líquidos inflamáveis e combustíveis e sobre a manutenção de unidade de abastecimento
2005: a CETESB publicou os valores orientadores para solos e água subterrânea para o Estado de São Paulo


Resolução do CONAMA nº 420 de 2009
Foco do trabalho: valores de prevenção e de investigação para áreas residenciais
Prevenção X Investigação
Concentração de valor limite de determinada substância no solo, tal que ele seja capaz de sustentar as suas funções principais
Concentração de determinada substância no solo ou na água subterrânea acima da qual existem riscos potenciais, diretos ou indiretos, à saúde humana, considerando um cenário de exposição padronizado
Fonte: Adaptado da Resolução CONAMA nº 420/2009
Valores orientadores para solos e para águas subterrâneas
Posto de combustíveis desativado
Região Metropolitana de Salvador (BA)
Área do posto: 3000 m²
Tanques: 6 tanques subterrâneos para armazenar combustíveis, cada um deles com capacidade de 15000 L
Os tanques foram esvaziados e toda a área foi interditada
Descrição
Falta de canaletas para a coleta de produtos derramados
Falta de caixas separadoras de água e óleo
Trincas no piso concretado do posto
Não conformidades observadas:
Possíveis causas de vazamentos de combustível que geraram a contaminação do solo por BTEX
Foram realizadas sondagens no terreno a ser tratado em quatro profundidades diferentes

Evidenciar a presença dos contaminantes no solo
Determinação da extensão da eventual pluma de contaminação
Identificação de características do solo

Concentração dos poluentes para as sondagens realizadas na área do posto (mg/kg)
Extensão da área contaminada: aproximadamente 80 m²

Caracterísiticas do solo:
Massa específica do solo: 1,37 g/cm³

Solo argiloso, com baxa permeabilidade: 4,45 x 10-5 cm/s.

Aquífero freático com profundidade de aproximadamente 3,0 m
Considerando-se que o poluente em maior concentração, os xilenos, precisam de uma eficiência de remoção de 80% para adequar-se à legislação vigente, adotou-se essa eficiência para o tratamento, tendo em vista que assim todos os demais poluentes também se adequarão.
Área a ser tratada:
80 m²

Volume de solo a ser tratado: 40 m³

Massa de solo a ser tratada: 55 toneladas
Referências bibliográficas
ANDRADE, J. A. et al. Biorremediação de solos contaminados por petróleo e seus derivados. Eclética Química. São Paulo. v 35. n 3. p. 17 – 43. 2010. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0100-46702010000300002&script=sci_arttext>. Acesso em: 23 set. 2013.

CONSELHO NACIONAL DO MEIO AMBIENTE – CONAMA. Desenvolvido pelo Ministério do Meio Ambiente. Apresenta legislação ambiental, resoluções e outros atos.
______. Resolução nº 420, de 28 de dezembro de 2009. Dispõe sobre critérios e valores orientadores de qualidade do solo quanto à presença de substâncias químicas e estabelece diretrizes para o gerenciamento ambiental de áreas contaminadas por essas substâncias em decorrência de atividades antrópicas. Ministério do Meio Ambiente, Brasília-DF. Disponível em: <http://www.mma.gov.br/port/conama/legiabre.cfm?codlegi=620>. Acesso em: 24 out. 2014.

MARANHÃO, D. et al. Procedimentos de investigação e avaliação da contaminação em postos de combustíveis, utilizando metodologias de análise de risco: aplicação da ACBR em estudo de caso na RMS. Curso de especialização em gerenciamento e tecnologias ambientais no processo produtivo. Departamento de Engenharia Ambiental. Universidade Federal da Bahia. 121 p. Salvador, 2007. Disponível em: <http://www.teclim.ufba.br/site/material_online/monografias/mono_denise_carlos_tiago.pdf>. Acesso em: 21 set. 2013.
Full transcript