Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Barramentos interno e externo

Sistemas Digitais 3 - 5º período do curso técnico de eletrônica do CEFET/RJ
by

Alberto Lima

on 8 July 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Barramentos interno e externo

Barramentos interno e externo Quinto Período Professor Alberto de Lima Curso Técnico de Eletrônica Barramento interno Barramentos externos Fonte: Floyd, Thomas L. Sistemas digitais [recurso eletrônico] : fundamentos e aplicações . 9. ed. Porto Alegre : Bookman, 2007. Interface paralela Interface serial Sistemas Digitais 3 Exercícios Barramento Local Esse barramento conecta diretamente o microprocessador à memória cache, memória principal, co-processador e controlador de barramento PCI. O barramento local é o único barramento interno que conecta diretamente ao microprocessador. Geralmente, esse barramento inclui o barramento de dados, barramento de endereço e o barramento de controle que permitem o microprocessador comunicar com outros dispositivos. O barramento local pode ser considerado como um barramento primário em um sistema de computador. Por exemplo, o barramento local do Pentium consiste de um barramento de endereço contendo 32 linhas de endereço de memória, um barramento de dados contendo 64 linhas e um barramento de controle contendo diversas linhas de controle. Barramento Local Esse barramento faz a interface do microprocessador com dispositivos externos via slots de expansão (conectores). O barramento PCI (Peripheral Control Interconnect) foi desenvolvido pela Intel; e como foi introduzido em 1993, se tornou o padrão de barramento de interface de computadores pessoais, substituindo diversos padrões de barramentos anteriores. O barramento PCI é de 64 bits, embora seja frequentemente implementado como um barramento de 32 bits no qual os barramentos de endereço e dados são multiplexados. Ele pode operar com uma velocidade de clock de 33 MHz ou 66 MHz.
O barramento PCI está isolado do barramento local por uma unidade controladora de barramento que funciona como uma “ponte” entre os dois barramentos. O barramento PCI é considerado secundário e opera com clock independente do microprocessador. O PCI pode conectar o microprocessador a dispositivos periféricos como o drive de disco rígido, via slots de expansão com cartões adaptadores. Em computadores atuais, tem sido substituído pelo padrão PCI Express, que tem uma velocidade típica de 4 GB/s, ou seja, quase o dobro do padrão PCI tradicional Dispositivos externos são conectados a um computador via interface de entrada/saída (I/O) denominadas de portas de I/O. Existem dois tipos básicos de portas de I/O em computadores, a porta serial e a porta paralela, sendo que a maioria dos computadores tem uma porta paralela e pelo menos uma porta serial para conexão de modems, impressoras, mice (o plural de mouse) e outros dispositivos periféricos. Equipamento Terminal de Dados Equipamento de Comunicação de Dados 1 bit transmitido por vez Ex.: Padrão RS-232C Mais de um bit (geralmente, um byte) transmitido por vez Ex.: Padrão IEEE 488 -General-Purpose Interface Bus (GPIB) Amplamente usada em aplicações de testes e medições, ela foi desenvolvida pela Hewlett-Packard (HP) nos anos de 1960. O IEEE 488 especifica 24 linhas que são usadas para transferir oito bits de dados em paralelo de cada vez e provê oito sinais de controle que incluem três linhas de handshake e cinco linhas de gerenciamento do barramento. Além disso estão incluídos oito linhas de GND usadas para blindagem e retorno de GND. A taxa de transferência máxima para o padrão IEEE 488 é 1 MB/s. Um padrão superior a esse, denominado de HS488, tem uma taxa de dados máxima de 8 MB/s. Descreva as operações ilustradas no diagrama de temporização GPIB mostrado na figura abaixo. Desenvolva um diagrama em bloco básico do sistema envolvido nessa operação. Um controlador está enviando dados para dois “ouvintes”. Os dois primeiros bytes de dados (3F e 41) vão para o ouvinte com endereço 001A. O dois próximos bytes vão para o ouvinte com endereço 001B. Os sinais de handshaking
(DAV, NRFD e NDAC) indicam que a transferência de dados foi feita com sucesso.
Full transcript