Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Sociologia do Crime e do Desvio

No description
by

Alisson Soares

on 19 March 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Sociologia do Crime e do Desvio

Sociologia do Crime e Desvio
http://g1.globo.com/Noticias/Mundo/0,,MUL650755-5602,00.html
18/07/08
Submarino do tráfico é apreendido no México
Quatro tripulantes foram detidos pela Marinha.
Submarino era usado para traficar drogas e levava 5 toneladas de cocaína
http://www.naval.com.br/blog/2010/07/05/narco-submarino-de-nova-geracao/
Narco-submarino de nova geração
"A Drug Enforcement Administration disse que o submarino tem 30m de comprimento, dois hélices e propulsão diesel-elétrica, com periscópio e ar condicionado. A embarcação poderia levar 10m cúbicos de carga."
http://g1.globo.com/mundo/noticia/2011/02/exercito-apreende-submarino-artesanal-do-trafico-na-colombia.html
14/02/2011 17h50 - Atualizado em 14/02/2011 19h58
Exército apreende submarino artesanal do tráfico na Colômbia
Embarcação tinha autonomia de navegação para chegar ao México.
Capacidade era de oito toneladas, segundo os militares.
"O Exército afirmou que o barco, com autonomia de navegação para chegar até o México e capacidade de submergir nove metros, foi descoberto no domingo na costa sudeste do litoral pacífico do país. O general Jaime Herazo afirmou que foi o primeiro submersível do gênero apreendido no país, pois os anteriores eram apenas semisubmersíveis. Ninguém foi preso". (Foto: AFP)
Ecuador
http://mais.uol.com.br/view/65k9fo807g7i/traficantes-colombianos-utilizam-submarinos-para-transporte-04023062C4999346?types=A
Traficantes colombianos utilizam submarinos para transporte - 05/08/2009 18h05
Submarinos do tráfico
Tribunais do Tráfico
Rio de Janeiro
Festas do Tráfico
São Paulo
http://www.defesanet.com.br/mout/noticia/975/Novas-escutas-revelam-que--tribunais--do-PCC-julgam-ate--pequenas-causas--
17 de Fevereiro, 2008 - 12:00 ( Brasília )
Novas escutas revelam que 'tribunais' do PCC julgam até 'pequenas causas'
Grampos revelam que facção faz cada vez mais o papel de Justiça e polícia em periferias de cidades paulistas, julgando casos de esturpo e pequenos furtos
Teorias não sociológicas do crime
Crime como falta ou problemas de socialização
Psicanálise. Criminoso como comportamento infantil
Psicopatia
Tratamento dos pobres
http://vimeo.com/27659191
A criminalização do artista - Como se fabricam marginais em nosso país
Praça Sete Sitiada -
Parte I - "Quem é o ladrão?"
Praça Sete Sitiada -
Parte II - "O artista subjugado"
A Justiça no Brasil (1/11)
Os que se vêem como "Cidadãos de bem" x marginais
Direitos humanos X Desigualdade jurídica
- Roberto Kant
direitos e privilégios
Quebrando o Tabu - Filme completo -
Fernando Henrique

Notícias de uma guerra particular
Documentários Interessantes
Há 40 anos os EUA levaram o mundo a declarar guerra às drogas, numa cruzada por um mundo livre de drogas. Mas os danos causados por elas nas pessoas e na sociedade só cresceram. Abusos, informações equivocadas, epidemias, violência e fortalecimento de redes criminosas são os resultados da guerra perdida numa escala global. Num mosaico costurado por Fernando Henrique Cardoso, "Quebrando o Tabu" escuta vozes das realidades mais diversas do mundo em busca de soluções, princípios e conclusões. Bill Clinton, Jimmy Carter e ex-chefes de Estado, como da Colômbia, do México e da Suíça, revelam porque mudaram de opinião sobre um assunto que precisa ser discutido e esclarecido. Do aprendizado de pessoas comuns, que tiveram suas vidas marcadas pela Guerra às Drogas, até experiências de Drauzio Varella, Paulo Coelho e Gael Garcia Bernal, "Quebrando o Tabu" é um convite a discutir o problema com todas as famílias
Documentário de Kátia Lund e João Moreira Salles, o filme examina o submundo nos morros cariocas, como se dão as guerras facções versus polícia e facções versus facções, considerando o ponto de vista dos traficantes, dos policiais e, "no meio do fogo cruzado", dos moradores. Ótimo filme, é grande influenciador de inúmeros documentários e ficções, sendo inspirador do ex-capitão Rodrigo Pimentel (que presta interessante depoimento nestas entrevistas), o roteirista de "Tropa de Elite". Contém ainda entrevista com o escritor Paulo Lins, autor do livro "Cidade de Deus", do ex-chefe da Polícia Civil do Rio de Janeiro Hélio Luz, de Carlos Gregório "Gordo" (um dos fundadores do Comando Vermelho) e de diversas outras pessoas menos notáveis para a massa mas não menos interessantes. Quem ainda não viu ganha muito em ver, quem já viu ganha um pouco mais em ver de novo.
Satanização das drogas, motivos que o levaram a abandonar o Bope: a guerra contra as drogas e a política de repressão é enxugar gelo
Rodrigo Pimentel - o capitão conta a que deve o Tropa de Elite
A Justiça no Brasil (1/11)
A Justiça no Brasil (2/11)
A Justiça no Brasil (3/11)
A Justiça no Brasil (4/11)
A Justiça no Brasil (5/11)
A Justiça no Brasil (6/11)
A Justiça no Brasil (7/11)
A Justiça no Brasil (8/11)
A Justiça no Brasil (9/11)
A Justiça no Brasil (10/11)
A Justiça no Brasil (11/11)
Sinopse:
Juízo acompanha a trajetória de jovens com menos de 18 anos de idade diante da lei. Meninas e meninos pobres entre o instante da prisão e o do julgamento por roubo, tráfico, homicídio.
Como a identificação de jovens infratores é vedada por lei, no filme eles são representados por jovens não-infratores que vivem em condições sociais similares.
Todos os demais personagens de Juízo -- juízes, promotores, defensores, agentes do DEGASE, familiares -- são pessoas reais filmadas durante as audiências na II Vara da Justiça do Rio de Janeiro e durante visitas ao Instituto Padre Severino, local de reclusão dos menores infratores.
Juízo atravessa os mesmos corredores sem saída e as mesmas pilhas de processos vistas no filme anterior de Maria Augusta Ramos, o premiado Justiça. Conduz o espectador ao instante do julgamento para desmontar os juízos fáceis sobre a questão dos menores infratores. Quem sabe o quê fazer?

Elenco: Produção: DILER & ASSOCIADOS / NOFOCO FILMES
Direção/Roteiro: Maria Augusta Ramos
Produtor: Diler Trindade
Documentário Juízo:
Os Jovens Infratores do Brasil

http://www.freerepublic.com/focus/f-news/2731509/posts
http://colombiabeat.com/main/2011/05/13/mexican-military-apprehends-mad-max/
Tanques do Narcotráfico mexicano
Trailer oficial do filme 400 contra 1 uma história do Comando Vermelho
Comando Vermelho
PCC
Trailer Salve Geral - OFICIAL
Conflito na USP vira pauta em reunião de socialites de SP
Exemplo
dos que se vêem como "cidadãos de bem" em oposição aos "desordeiros"
percepção de que a corrupção aumentou no país
Crime Organizado no Brasil
PCC - 2 o nascimento
Reportagem da Rede Record sobre o PCC.
A organização surge com 8 membros em 1993. Após comandar uma rebelião conjunta em 30 presídios simultaneamente em fevereiro de 2001 em São Paulo, os líderes foram transferidos para presidios fora de São Paulo. Ao invés de assim desmantelar a quadrilha, resultou-se no crescimento desta, criando raízes em mais 7 estados (SC, MS, RJ, BA,MG, ES e PE), contando com cerca de 140.000 associados.
Integrantes do PCC tem comprado fazendas no Paraguai. Lá tem facilidade para comprar armas a serem usadas no Brasil
Nascimento
A Justiça no Brasil
Integrante PCC ameaça Juiz,
GROSSO CALIBRE
Crime/violência como resultado da situação
Filme "A Experiência" - Dublado - Completo
SINOPSE:
Uma equipe de cientistas arregimenta 20 presos para uma experiência psicológica em troca de um prêmio em dinheiro. Os prisioneiros são divididos em dois grupos: oito deles fazem o papel de guardas e os outros 12, de internos. As cobaias são isoladas numa área da penitenciária onde certas regras devem ser obedecidas e mantidas pelos guardas. No início, a camaradagem reina no ambiente. Mas a violência não tarda a explodir quando um ex-repórter disfarçado de preso lidera um motim. Os guardas reagem com brutalidade crescente. O conflito se agrava com a morte de um dos presos e a captura dos cientistas que criaram o projeto.
DADOS DO FILME:
Título no Brasil: A Experiência
Título Original: Das Experiment
País de Origem: Alemanha
Gênero: Suspense
Tempo de Duração: 119 minutos
Ano de Lançamento: 2001
Filme baseado no romance "Black Box" de Mario Giordano's, que se assemelhava com Philip Zimbardo's "Stanford Prison Experiment" conduzido em 1971.
O "Efeito Lucifer", Stanford Prison Experiment
http://www.zimbardo.com/
Homepage do Professor
Philip Zimbardo
http://www.prisonexp.org/
Site oficial do experimento
Vídeo independente baseado no Experimento da Prisão de Stanford, organizado pelo professor Philip Zimbardo em 1971
Efeito Lúcifer -
O Experimento da Prisão de Stanford
Stanford Prison Experiment (Documentary)
Documentário da BBC (em inglês sem legendas)
O Estudo mostrou que:
Poder corompe
O comportamento humano é instável: Não é simplesmente determinado biologicamente, nem determinado pela socialização (ter "boa formação")
Pessoas comuns, "boas" podem fazer coisas más, dadas certas situações
Como é difícil vítimas de abuso se rebelarem contra seus agressores
Video amador, com imagens e videos originais, descrevendo como foi o experimento
(em português)
Experimento simulado de encarcaeramento em que universitários sem passagem pela polícia deveriam interpretar o papel de policias e presos (distribuído aleatoriamente). Deveria ter durado duas semanas, mas durou apenas seis dias.
No quinto dia, os "policiais" já demonstravam um comportamento absolutamente sádico e prisioneiros fizeram motins. Mas nenhum dos "presos" questionou a autoridade dos guardas.

Médico italiano de Verona,
Positivismo criminológico italiano
http://www.sciencemuseum.org.uk/broughttolife/themes/controversies/human%20difference.aspx
Science Museum.
Exploring the History of Medicine
The Sciences of human difference
http://www.museocriminologico.it/storia_2_uk.htm
The Cesare Lombroso Museum
Dica de Leitura:
Livro conta a história da criminologia biológica do final do século XIX e início do XX
http://www.enotes.com/anthropometry-reference/anthropometry
Antropometria
Cesare Lombroso (1836-1909)
Teoria do criminoso nato (1870)
Os criminosos eram regressões evolutivas a um tipo simiesco, adaptado ao ambiente ancestral, e portanto são mais agressivos, mas não estão adaptados à vida civilizada, mais pacífica. Os criminosos devem então apresentar características físicas simiescas, como orelhas de abano, forte pelagem, maxilar inferior protuberante, tatuagens, etc.
Dicas
Com o passar do tempo, paralelamente à existência dos criminosos natos, passou a aceitar a existência de criminosos não-natos, produtos do meio social
Década de 1960-1970 - "Teoria do Supermacho"
http://diariodebiologia.com/2009/10/sindrome-do-super-macho-e-da-super-femea/
Os homens que possuem XYY possuem maior taxa de testosterona. Isto levaria a:
aumento do comportamento agressivo
aumento da vulnerabilidade
diminuição da capacidade de decisão
dificuldade em controlar emoções e maior impulsividade
ou "síndrome 47", ou "trissomia XYY", "síndrome do super macho" ou "aneuploidia 47", "XYY".
Isto levaria ao comportamento criminoso. Foi chamado de "cromossomo do crime"
Foi descoberta em 1961 por Sandberg, nos EUA. Posteriormente, verificou-se na população normal sua proporção é de 1/1000 nascimentos, mas entre entre criminosos e doentes mentais, a freqüência chegaria a 3%.
http://ac-support.europe.umuc.edu/~jmatthew/naples/lombroso.htm
http://writersforensicsblog.wordpress.com/category/fingerprintspatterned-evidence/
Alphonse Bertillon Bertillon system anthropometry class criminal criminologist criminology face faces identification vintage photography
http://toterlyadjacent.com/post/7194102104/portrait-parle-class-via-the-library-of-congress
Gregorio Marañón
(1860-1960)
Teoria do Equilíbrio Hormonal (década de 1920)
DARMON, Pierre. Médicos e assassinos na Bélle Epoque: a medicalização do crime. São Paulo: Paz e Terra, 1991. 316 p
http://www.fflch.usp.br/sdi/informe/pdf/18_2005.pdf
FERLA, Luis Antônio Coelho. Feios, sujos e malvados sob medida – Do crime ao trabalho, a utopia médica do biodeterminismo em São Paulo (1920-1945). (2005). Tese de doutorado defendida em janeiro de 2005 no Programa de pós-graduação em História Econômica do Departamento de História da USP sob orientação de Esmeralda Blanco Bolsonaro de Moura.
Com o advento da endocrinologia, surgem também teorias sobre a influência dos hormônios no comportamento
homosexualidade, feminismo, revoltas populares, a menopausa, a libido excessiva que causava o adultério e a prostituição, o criminoso seriam consequências de desequilíbrio hormonal
http://opiniaoenoticia.com.br/internacional/pedofilos-receberao-medicamentos-que-diminuem-testosterona/
Pedófilos receberão medicamentos que diminuem testosterona
29/08/2008
Por meio de uma iniciativa do Instituto de Neurociência da Universidade de Newcastle financiada pelo governo britânico, pedófilos condenados receberão castração química.

O projeto visa oferecer medicamentos inibidores de libido a agressores sexuais voluntários que cumprem o final de sua sentença. De acordo com o Ministério da Saúde da Grã-Bretanha, um número pequeno de indivíduos receberá o tratamento – que combinará remédios de efeito anti-depressivo e anti-libido.

Por meio dos medicamentos, os pacientes poderão ter a testosterona, o hormônio masculino, diminuído aos níveis encontrados na pré-puberdade.
"Os dados do presente estudo sugerem que os abusadores sexuais apresentam disfunções típicas ao nível do comportamento social, da atenção, transtorno de ansiedade, transtornos da personalidade anti-social e alterações neuro-anátomo-funcionais"
http://www.psicologia.pt/artigos/ver_artigo.php?codigo=A0496&area=d2&subarea=
Estudos de casos de pedófilos portugueses à luz da neuropsicologia
2009
“Un gene alterato Scatena la pedofilia”
(Um gene alterado desencadeia a pedofilia)
Estudo feito por Lorenzo Pinessi
Logo se percebeu que os XYY não eram mais propensos a estar envolvidos em crimes do que homens XY normais.
http://www3.lastampa.it/scienza/sezioni/news/articolo/lstp/425822/
Estudos com gêmeos na Dinamarca
"Denmark has become a magnet for social psychologists interested in criminal genetics. Not only is it racially homogeneous, with a good health care system (both of which help to standardise data), but every pair of twins born since 1870 has been registered with the authorities, as has every criminal'
...
"a Danish man with an identical twin who has a criminal record is about 50 per cent more likely to have been in prison himself compared with the average Danish male. Non-identical twins are between 15 and 30 per cent more likely to both have criminal records."
...
Studies on twins and adopted children have always suffered from a basic problem. They can only indicate a possible genetic component to a trait. They cannot find the genes involved, nor can they say much about the mechanisms by which environment or upbringing could overcome the genetic predisposition. Every geneticist knows that even if a trait is 100 per cent genetically determined, that does not necessarily mean that nothing can be done about it
Neurocientista opositor ao determinismo gênico e neurológico
Steven Rose.
http://www.independent.co.uk/news/uk/do-your-genes-make-you-a-criminal-1572714.html
Décadas de 1990-2000 (Genética e Neurociências)
Pode-se ser agressivo, com fins pedagógios, como a mãe que bate no filho para educá-lo
Pode-se cometer crimes, violência, atrocidades, sem se ficar agressivo, como matar a distância apertando um botão
Ex.:
Tropas americanas matam a distância o que pensavam ser terroristas

armados em uma van, mas eram repórteres da Reuters portando máquinas fotográficas. Crianças foram intencionalmente alvejadas. Ao final, soldados se divertem quando tanques passam por cima de corpos.
Collateral Murder (versão integral WikiLeaks
Impulso biológico não tem correspondência direta com um comportamento
E cada vez mais, menos se aceita a violência como medida educativa, mostra uma mudança social e não biológica
Crime como fator inato
Estas teorias assumem que o criminoso (seja inato, ou desenvolvido) é alguém bem diferente das pessoas comuns "de bem"/"do bem".
Psicopatas não demonstram emoções, agem impulsivamente, raramente tem sensação de culpa, muitos têm grande prazer com a violência gratuita, e não aprendem com a experiência quando punidos.
"Muitos cometem crimes violentos ( a maioria não) e são conhecidos os casos de matadores em série, terroristas e líderes do crime organizado."
No entanto, muitos destes estudos foram feitos com prisioneiros condenados, e o próprio ambiente prisional pode afetar de forma decisiva este comportamento (Giddens, p.175)
Teorias sociológicas não excluem a possibilidade de existência de psicopatas, apenas afirma que estes casos não tem relevência para seu objeto de estudo.
Crime x desvio
"Pessoas respeitáveis", "homens de bem" "Pagadores de impostos"
http://books.google.com.br/books?id=ER6EUzCFNWMC&pg=PT299&lpg=PT299&dq=wallerstein+our+law-abiding+law+breakers&source=bl&ots=oaQYPzSzrj&sig=vAj2dtymink548zudO0VwNpDOR8&hl=pt-BR&ei=jp7KTo_iL-KlsAKFt6w2&sa=X&oi=book_result&ct=result&resnum=3&sqi=2&ved=0CCgQ6AEwAg#v=onepage&q=wallerstein%20our%20law-abiding%20law%20breakers&f=false
http://revistaepoca.globo.com/Revista/Epoca/0,,EMI15657-15295,00-ANA+BEATRIZ+BARBOSA+SILVA+PSICOPATAS+NAO+SENTEM+COMPAIXAO.html
Compaixão pelo outro é dada socialmente (como vimos em Durkheim)
Ex.: O imperador romano Trajano celebrou a sua vitória em Dácia no ano 107d.c. com lutas envolvendo 11 000 animais e 10 000 gladiadores no decorrer de 123 dias
Reportagem com psiquiatra Ana Beatriz descrevendo os psicopatas
http://blogs.estadao.com.br/radar-pop/mulher-incendeia-casa-de-amiga-que-a-excluiu-do-facebook/
Sociedade de Santos
03.novembro.2011 17:23:08
Mulher incendeia casa de amiga que a excluiu do Facebook
Durkheim
Robert K. Merton
1910-2003
Teorias Sociológicas sobre Crime e Desvio
Fãs de grupo emo revoltados
por cancelamento de show
Teorias Funcionalistas
Crime e desvio como resultados de tensões estruturais e falta de regulação social dentro da sociedade
Crime como fato social explicado por outros fatos sociais
Crime é um fenômeno:
normal
: uma vez que há crimes em todas as sociedades

inevitável
: nenhuma sociedade jamais conseguiria extirpar todos os tipos de crime pois não é possível consenso total sobre suas normas e valores

necessário
:
1) é uma força inovadora que gera mudanças na sociedade;

2) reafirma a fronteira entre o que é "bom" e "mau" para aquela sociedade




3) deve existir para que a sociedade sobreviva.


Mas, há limites. O crime em excesso pode implicar prejuízos para a sociedade
Ex.: Sócrates, perseguidos pela inquisição ajudaram a instituir a liberdade de pensamento
Um evento criminoso pode provocar uma reação coletiva que aumenta a solidariedade em grupo e torna claro quais são as normas socias.
Ex.: Moradores de um bairro que enfrentam algum problema comum, podem se unir para reinvindicar mais iluminação, policiamento, que as pessoas fiquem mais atentas e relatem aos outros qualquer movimentação estranha, etc.
Anomia
como disparidade entre meios e fins socialmente dados
"Eis por que hoje em dia se encontra um certo paralelismo entre o desenvolvimento do homicídio e do suicídio, sobretudo nos grandes centros e nas regiões de civilização intensa. É que a anomia atinge aí um estado agudo. A mesma causa impede os homicídios de decrescer tão rapidamente quanto o crescimento dos suicídios.Com efeito, se os progressos do individualismo esgotam uma das fontes do homicídio, a anomia, que acompanha o desenvolvimento econômico, abre uma outra"
(DURKHEIM, O Suicídio,p.141)
Nem todo criminoso comete todo tipo de crime
Pobreza
não é causa de crimes, pois há lugares pobres com taxas menores de criminalidade
Também a
desigualdade
, ou
pobreza relativa

(pobreza em meio a riqueza) não é causa de crimes, pois há locais extremamente desiguais, como a Índia, onde não se observa a mesma taxa de criminalidade
http://souvenirdojair.blogspot.com/2011/06/robert-k-merton-1910-2003.html
Por que em uma época na qual toda a sociedade está se tornando afluente, os índices de criminalidade continuam a aumentar?
Dada uma situação de disparidade entre meios e fins socialmente dados, há cinco possíveis reações/adaptações dos indivíduos:
1)
Conformidade:
modo mais comum de adaptação. Acontece quando o indivíduo aceita tanto os fins como meios socialmente dados para alcançá-lo. Quer encontrem ou não prosperidade

2)
Inovação:
Aceita-se os fins, mas não os meios. Acontece quando indivíduos têm poucos meios legítimos para alcançar esses fins, inovando nos meios. Ex.: Pessoas que obtêm riqueza por meio de atividades ilegais.

3)
Ritualismo:
Aceita-se os meios, não importando os fins. Regras são seguidas por serem regras, tendo assim uma rotina diária segura.
Ex.: Pessoas que se dedicam a empregos enfadonhos, mesmo que estes não apresentem nenhuma perspectiva de carreira e proporcione poucas recompensas.
Ex.2: [Adolf Eichmann e o extermínio de Judeus. Eichamnn se orgulhava de ser um ótimo burocrata, que cumpriu de forma exemplar sua função - matar judeus da forma mais eficiente possível - sem se importar com os fins]


4)
Reclusão/retraimento
: rejeição dos meios e fins. Estes indivíduos desligam-se da sociedade, como as comunidades alternativas auto-sustentáveis, vagabundos (aquels que vagam), psicóticos ou viciados em drogas. Eles escapam em um estilo de vida não-produtiva.

5)
Rebelião
: Rejeição tanto das metas quanto dos valores estabelecidos, desejando substituí-los por novos e reconstruir o sistema social, pelo protesto ou a atividade revolucionária.
Adolf Eichmann - Documentário - Parte 01
Trailler do filme "Eichmann"
Inovação e ritualismo são os casos de anomia por excelência: ambos os casos há uma descontinuidade entre as metas e meios
Não seria suficiente prender todos os criminosos ou reeducá-los. Se a ‘alma’ da sociedade permanece inalterada, outros indivíduos serão recrutados.” (MAGALHÃES, p.31)
Não há crime em si. É a sociedade que assim o classifica
Tratar o crime como uma doença social, como um fenômeno mórbido, seria tornar a doença um traço característico do organismo.
Para que os atos ofensivos não fossem mais realizados, seria necessário que sua reprovação estivesse presente em todas as consciências particulares de forma definitiva e sem exceção. Mas assim o crime não desapareceria, apenas mudaria de forma... outros [tipos de crimes] surgiriam.
O ritual punitivo é ineficaz para reduzir o crime, mas cumpre o papel de manter a sociedade unida. O criminoso é só objeto necessário ao ritual. O alvo é a sociedade, o honesto. Ao assistir a um julgamento, as pessoas vêm a lei se personificar.
"Imaginem uma
sociedade de santos
, um claustro exemplar e perfeito. Os crimes propriamente ditos nela serão desconhecidos; mas as faltas que parecem veniais ao vulgo causarão o mesmo escândalo que produz o delito ordinário nas consciências ordinárias. Portanto, se essa sociedade estiver armada do poder de julgar e de punir, ela qualificará esses atos de criminosos e os tratará como tais. É pela mesma razão que o homem honesto julga suas menores fraquezas morais com uma severidade que a multidão reserva aos atos verdadeiramente delituosos. '
(DURKHEIM, As Regras do Método Sociológico)
Uma sociedade precisa para sobreviver, que seus valores sejam reafirmados
Divisão da organização social em dois níveis:
1) fins, metas, objetivos, interesses e aspirações culturalmente definidos/socialmente dados. O que pode ser legitimamente desejado em uma sociedade? O que as pessoas devem querer/almejar?
2) meios, controles, definições, especificações normativas de como os fins podem/devem ser alcançados
A ênfase dada em certas metas, muitas vezes não é acompanhada por igual ênfase nos meios.

Crime
resulta da contradição entre ideologia igualitária e meios legítimos disponíveis

O problema surge quando são enfatizadas intensamente para toda a população os mesmos ideais de sucesso, afluência, ambição e ao mesmo tempo a estrutura restringe as oportunidades de acesso aos meios aprovados/legítimos para grande parte da população
Quando um objetivo é muito valorizado socialmente, as pessoas tendem a serem mais ousadas e assumirem mais riscos
Ex.: Negócios ousados, e em nome do lucro, utilizam padrões ilegais. Existe grande admiração pelos homens de negócio “perspicazes, astutos e bem sucedidos”. A história das grandes fortunas norte-americanas apresentam caráter ambíguo quanto aos meios inovadores.
Crime de colarinho branco (white collar crime),
seria mais comum do que se imagina. Mas estes são mais difíceis de serem detectados e muitas vezes envolvem pessoas poderosas, de grande prestígio. Um estudo feito com 1.700 membros da calsse média, "pessoas respeitáveis" ou "pessoas de bem" nos EUA mostrou que 99% deles cometeram infrações penais
Crime seria um fenômeno comum, e não manifestação anormal de pessoas perturbadas psicologicamente. É consequência da anomia estrutural.
http://books.google.com/books/about/Our_law_abiding_law_breakers.html?id=8urAjwEACAAJ
Teoria da Rotulação
Ex.: Muitas crianças entram no pátio de outros, roubam frutas ou matam aulas:
Em um bairro rico, tal atitude pode ser vista como "passatempos inocentes" da infância/adolescência
Em áreas pobres, podem ser consideradas como manifestações de tendências à criminalidade
Atos idênticos, podem ser vistos como de diferentes modos, dependendo de sua aparência/classe social
Diferença entre
ser
e
estar
(criminoso)
Funcionários da lei (juízes, policiais, etc) atuam no dia a dia e aplicam cotidianamente seus preconceitos
Explicar por que uma pessoa se torna criminosa (psicologia) é diferente de explicar tendências gerais da sociedade (sociologia)
Objeções ao uso sociológico
destas teorias
http://www.crisp.ufmg.br/
Alguns dos centros de estudos em criminalidade
http://www.fjp.gov.br/index.php/servicos/82-servicos-cepp/73-nucleo-de-estudos-em-seguranca-publica-da-fundacao-joao-pinheiro
http://revista.ssp.go.gov.br
"classes perigosas" (vagabundos, criminosos,
prostitutas, desempregados e subempregados)
Quando observamos desvio de regras ou normas sociais, devemos perguntar: "regras de quem?" (GIDDENS, p.173).

Em quase todas as culturas assalto, assassinato e estupro são considerados crimes, mas em tempos de guerra, e quando aplicadas ao inimigo podem ser incentivados. Até pouco tempo, relação sexual forçada entre marido e esposa não era considerada estupro. (idem, p.179)
Howard Becker
Crítico veemente das abordagens que defendiam divisão clara entre o "normal" e o "desviante".
http://www.sociosite.net/
http://home.earthlink.net/~hsbecker/
Homepage de Becker
"A maioria de nós, em algumas ocasiões, transgride regras de comportamento geralmente aceitas. Em determinado momento, podemos ter, por exemplo, cometido furtos menores, roubado em uma loja ou pegando pequenos itens do trabalho - como papel de carta e canetas do escritório - para uso pessoal. Em algum ponto de nossas vidas, podemos ter escedido o limite de velocidade, passado trotes por telefone ou fumado maconha" (GIDDENS, p.173) ou ter baixado filmes e músicas pela internet.
No Brasil Edmundo Campos Coelho estudou a "
criminalização da marginalidade
" : é produto não tanto do engajamento de pobres no crime, mas de sua maior vulnerabilidade à vigília dos órgãos de controle social.

Movimentos reinvindicatórios de direitos são quase sempre rotulados como "criminosos" (revoltas populares como a de canudos, [greve dos professores em BH, MST]
Subculturas
Teoria das "Janelas Quebradas"
Albert Cohen
Grupos subculturais (cultura dentro de uma cultura geral) encorajam e recompensam o comportamento criminoso
Delinquent Boys (1955)
Jovens de classe baixa frustrados com sua situação de vida freqüentemente se unem a subculturas delinqüentes, como gangues. Estas subculturas rejeitam alguns dos valores vigentes, substituindo-os por valores da classe média, substituindo-os por normas que celebram o desafio, tais como a delinqüência.
Richard A. Cloward e Lloyd E.Ohlin (1960)
Jovens de classe mais baixa cometem mais crimes, mas os que correm mais risco são aqueles que internalizam valores da classe média. Gangues de delinqüentes surgem em comunidades subculturais nas quais as chances de sucesso de maneira legítima são mínimas.
Wilson e Kelling (1982)
Há uma conexão direta entre
aparência de desordem
e
crime efetivo
.
Ex.:
Metrôs de Nova York
Revitalização do centro de Belo horizonte
Modos de adaptação
Metas culturais
Meios institucionais
1.Conformidade + +
2.Inovação + -
3.Ritualismo - +
4.Retraimento - -
5. Rebelião - -
Agressividade e criminalidade são coisas distintas:
SAHLINS, Marshall
Pode-se canalizar a agressividade para atividades como o esporte
http://www.conversaafiada.com.br/brasil/2010/07/06/cpi-da-katia-nao-achou-irregularidade-nenhuma-no-mst-e-ela-quer-prorrogar/
No Brasil, quando um segmento marginzalizado requer que possa usufruir de um direito universal, muitos consideram tal demanda como demanda por privilégio
Hélio Luz, então da Polícia Civil do RJ comenta a relação corrupção, polícia e sociedade. Nós brasileiros queremos realmente uma polícia que não seja corrupta?

Fonte: "Notícias de uma Guerra Particular"
Janelas quebradas, pichações, carros abandonados, etc. isto é, cenários que passam a noção de que no lugar não há ordem, e assim, a chance de se cometer crimes impunemente é maior do que em outros.
Policiais agridem homem já imobilizado
Exemplos não de uma "sociedade", mas de como "faltas que parecem veniais ao vulgo causarão o mesmo escândalo que produz o delito ordinário nas consciências ordinárias"
"o criminoso vive como se não fosse viver amanhã"
http://www2.forumseguranca.org.br/node/22531
Direito à desobediência civil
http://www.direitonet.com.br/artigos/exibir/2465/Desobediencia-civil-um-meio-de-se-exercer-a-cidadania
“Esses novos direitos,
mesmo sendo criminosos na ótica restrita do direito positivo
, tornam-se legitimados e, conseqüentemente, plenamente aceitos pelo direito aqui entendido em sentido amplo. Quando necessariamente todas as fases possíveis de negociação, através do processo de reivindicação de direitos, esgotam e a interpretação do direito positivo é restrita ao cumprimento da lei, desconsiderando o elemento de adaptação do direito aos princípios, abrem-se espaços para o favorecimento dos atos de Resistência Política e Desobediência Civil.”
Giovanni Tavares
"Desobediência Civil, um meio que permite ao indivíduo e à sociedade intervirem diretamente nas instituições públicas. Um método que permite defender todo o direito que se encontra ameaçado ou violado, uma forma de pressão legítima, de protesto, de rebeldia contra as leis, atos ou decisões que ponham em risco os direitos civis, políticos ou sociais do indivíduo."
...
"É um ato ilegal que se justifica por dois motivos: 1) é um instituto da cidadania, pois tem como finalidade manter, proteger ou adquirir um direito negado; 2) é fundamentado pelos princípios de justiça e eqüidade."
“Será que o cidadão deve desistir de sua consciência, mesmo por um único instante ou em última instância, e se dobrar ao legislador? Por que então estará cada pessoa dotada de uma consciência? Em minha opinião,
devemos ser primeiramente homens, e só posteriormente súditos
. Cultivar o
respeito às leis
não é desejável no mesmo plano do
respeito aos direitos
. A única obrigação que tenho direito de assumir é fazer a qualquer momento aquilo que julgo certo”.
(THOREAU, Henry David. A Desobediência Civil e Outros Escritos. São Paulo: Martin Claret, 2002, Pág. 15.)
Respeito às leis x respeito aos direitos
Corrupção
Percepção da corrupção no mundo, pela transparência internacional
http://www.transparency.org/policy_research/surveys_indices/cpi/2010/results
Crime entre Ricos
http://www.4shared.com/video/jIIZKYOG/Inside_job__legendado_.htm
O gerente de Gestão e Controle de Perdas da Cemig, Luiz Renato Fraga Rios, aponta que, embora 54% dos “gatos” tenham sido detectados em áreas de baixa renda, o maior volume de energia é furtada pelos consumidores de classes média e alta que residem em em casas de luxo e pelo comércio ou mesmo indústrias. “A quantidade de energia desviadas pelas pessoas de melhor poder aquisitivo é muito superior”, salientou Rios.
http://www.advivo.com.br/blog/luisnassif/gatos-de-ricos
http://www.otempo.com.br/otempo/
"Banksters".
Como os causadores da crise imobiliária e financeira iniciada nos EUA não só continuam impunes, mas ganharam dinheiro com isso.
Documentário
"Inside Job"
http://www.ipclfg.com.br/todos-nos-somos-criminosos/crimes-do-colarinho-branco-os-ricos-tambem-delinquem/
http://www.conjur.com.br/2011-abr-07/sistema-criminal-trata-ricos-pobres-forma-diferente-sanctis
"Sistema criminal distingue ricos e pobres"
...
Como o sr. avalia a decisão do STJ que anulou os grampos da Castelo de Areia?
Não posso falar sobre esse caso concreto, mas posso falar sobre o sistema criminal de um modo geral. Em várias situações o Supremo Tribunal Federal já legitimou interceptações após denúncias anônimas e prorrogações de interceptações por longos prazos.
...
Tráfico de drogas pela classe média e alta
http://www.nevusp.org/portugues/index2.php?option=com_content&do_pdf=1&id=1429
http://www2.camara.gov.br/agencia/noticias/SEGURANCA/204507-MINISTERIO:-BRASIL-NAO-TEM-NENHUM-PRESO-POR-LAVAGEM-DE-DINHEIRO.html
25/10/2011 17:07
Ministério: Brasil não tem nenhum preso por lavagem de dinheiro
O diretor do Departamento de Recuperação de Ativos e Cooperação Jurídica Internacional do Ministério da Justiça (DRCI-MJ), Ricardo Saadi, disse nesta terça-feira que dos 512 mil detentos no país, apenas 76 pessoas estão presas pelo crime de corrupção, sendo que nenhuma delas foi por lavagem de dinheiro. A maioria, segundo Saadi, foi condenada por roubo e furto.
http://brasil247.com.br/pt/247/midiatech/24262/Globo-exalta-dono-da-bola-e-pai-do-Mensal%C3%A3o.htm
LÓGICA DA IMPRENSA BRASILEIRA, TODOS OS CORRUPTOS DEVEM SER PUNIDOS; JÁ OS CORRUPTORES....
http://br.noticias.yahoo.com/zara-adia-assinatura-de-acordo-para-reparar-danos-por-uso-de-trabalho-escravo.html
Zara adia assinatura de acordo para reparar danos por uso de
trabalho escravo
qui, 17 de nov de 2011
http://www.ibpt.com.br/img/_publicacao/13649/175.pdf
ESTUDO SOBRE SONEGAÇÃO FISCAL DAS EMPRESAS - IBPT
Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário
"A base de dados utilizada foram os balanços de fiscalização da Receita Federal do Brasil, do Instituto Nacional do Seguro Social – INSS, das Secretarias de
Fazenda dos Estados, e das Secretarias de Finanças das Capitais.

Além disso, foram analisados 9.925 autos de infração lavrados contra empresas, de todos os portes e de todos os setores. O objetivo foi determinar qual o índice de autos de infração que se trata de indícios fortes de sonegação. " p.2
Um alto executivo de bebidas nos EUA relatou:

“Nós violamos as leis todos os dias. E se você [o entrevistador] pensa que à noite vou deitar-me preocupado com isso, então você está louco. Todos violam a lei. E, de qualquer forma, as leis que regulam a produção, distribuição e venda de bebidas são insanas." (DENZIN, apud COELHO)
Quando a imprensa é a beneficiada,
esta se cala
Desde 2004, PSDB paulista gastou R$ 250 milhões com a mídia (quase tudo sem licitação)
http://www.viomundo.com.br/denuncias/serra-psdb-educacao-midia-acoes-entre-amigos.html
Alckmin gasta 9 milhões pela fidelidade da PIG
http://www.viomundo.com.br/denuncias/namarianews-alckmin-gasta-9-milhoes-pela-fidelidade-da-pig.html
* Por que comprar para as escolas públicas de SP somente a Veja, IstoÉ e Época?
* Não há outras publicações similares ou melhores no mercado?
* Qual é a justificativa “pedagógica” e/ou legal para tais compras sem licitação?
http://www.viomundo.com.br/denuncias/namarianews-por-que-so-a-veja-epoca-e-istoe.html
Em 2008, 1,3 trilhões de reais
foram sonegados
http://www.estadao.com.br/noticias/nacional,corregedora-diz-que-45-dos-juizes-de-sp-omitem-bens-a-orgao-de-controle,814392,0.htm
Corregedora diz que 45% dos juízes de SP omitem bens a órgão de controle
http://www.dpf.gov.br/agencia/pf-na-midia/jornal/2012/janeiro/pf-apurou-desvios-de-r-3-2-bilhoes-em-201
PF apurou desvios de R$ 3,2 bilhões em 2011
02/01/2012
Operações da Polícia federal flagraram o desvio de R$ 3,2 bilhões de recursos públicos no ano passado, informa Fernando Mello.
O valor é mais do que o dobro de 2010 (R$ 1,5 bilhão) e 15 vezes mais que o verificado em 2009 (R$ 219 milhões).
De acordo com a PF, o valor desviado alimentou, por exemplo, pagamentos de propina a servidores, empresários e políticos
Judiciário
Economia
Imprensa
http://osamigosdopresidentelula.blogspot.com/2012/01/fundacao-roberto-marinho-e-investigada.html
Fundação Roberto Marinho é investigada por rombo de até R$13,8 milhões no Ministério do Turismo
Uma solicitação de informações ao TCU (Tribunal de Contas da União) mostra que o Ministério Público Federal está investigando as relações da Fundação Roberto Marinho com os desvios de dinheiro público no Ministério Turismo, desbaratados na operação Voucher da Polícia Federal.
...
O noticiário da TV Globo (e da chamada grande imprensa) sobre a "faxina" no Ministério do Turismo,
varreu para debaixo do tapete o nome da Fundação dos donos da Globo
.
Política
População
Terreno público em SP, apossado pela Globo, com a conivência de Serra. Reportagem da Tv Record.
Bob Fernandes / Só o "Mensalão" acabou na justiça
Full transcript