Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Teoria das Relações Humana - UESB

No description
by

Railana Santana

on 20 September 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Teoria das Relações Humana - UESB

Análise Combinatória
Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia
Departamento de Química e Exatas – DQE
Curso de Sistemas de Informação – II Semestre
Disciplina: Fundamentos Matemáticos para a Computação
Jaqueline Santos, Jonathas Santana, Luana Machado, Tainá Pereira
O estudo da análise combinatória permite descobrir quais são as diferentes possibilidades de uma combinação de variáveis.
Por exemplo, quantas placas de carro são possíveis de existir sistema atual de placas brasileiro.
Para efetuar os cálculos desses problemas devemos estudar algumas propriedades da análise combinatória:
Principio fundamental da contagem;
Fatorial;
Arranjos simples;
Permutação;
Combinação;
Permutação com elementos repetidos.

Fatorial e princípio fundamental da contagem
Fatorial
Princípio Fundamental da Contagem
Arranjo
Permutação
Considerando n um número natural maior que 1 (um), podemos definir como fatorial desse número n (n!) o número:

Quando um evento é composto por n etapas sucessivas e independentes, de tal forma que as possibilidades da primeira etapa é m e as possibilidades da segunda etapa é n, consideramos então que o número total de possibilidades de o evento ocorrer é dado pelo produto m*n.


A análise combinatória estuda dois tipos de agrupamentos: Arranjos e combinações. Sendo que diferem em arranjos simples, combinações simples.
Arranjos são agrupamentos em que a ordem dos seus elementos faz a diferença, por exemplo, os números de três algarismos formados pelos elementos {1,2 e 3} são:
312, 321, 132, 123, 213, 231

Permutação simples
Permutação sem repetição
Críticas
• Inadequada visualização dos problemas de relações industriais.
• Concepção ingênua e romântica do operário.
• Limitação do campo experimental
• Parcialidade das conclusões
Ciclo motivacional
O comportamento humano é motivado. Satisfeita uma necessidade, surge outra em seu lugar, e assim por diante, contínua ou infinitamente.
EQUILÍBRIO
ESTÍMULO
NECESSIDADE
TENSÃO
COMPORTAMENTO
OU AÇÃO
SATISFAÇÃO
Liderança
Teorias sobre
liderança
Ênfase nos subordinados
Ênfase no líder e nos ubordinados
Ênfase no líder
Estilo liberal
Estilo democrático
Estilo
autocrático
Subordinados
Líder
Liderança como fenômeno de influência interpessoal.
Liderança como processo de redução da incerteza de um grupo.
Liderança como a relação função funcional entre líder e subordinados.
Liderança como processo em função do líder, dos seguidores e de variáveis da situação.
Os três estilos
de liderança
Líder
Líder
Subordinados
Subordinados
As forças que condicionam os padrões de lideranças
Forças na situação
Tipos de empresas e seu valores e tradições.
Eficiência dos grupos de subordinados
Problema a ser removido
Tempo disponível para resolvê-lo
Força no gerente
Valores pessoais no gerente
Suas convicções pessoais.
Confiança nos subordinados.
Inclinações sobre como liderar.
Tolerância para ambiguidades.
Força nos subordinados
Necessidade de autonomia.
Desejo de assumir responsabilidade
Tolerância para a incerteza.
Sua compressão do problema.
Seus conhecimentos e experiências
Desejo de participar das decisões
ESTILO DE LIDERANÇA A SER ADOTADO
O aplicativo
Organização Informal
Os grupos sociais estão condicionados a dois tipos de organização: a organização formal e a organização informal.
Características
Relação de coesão ou de antagonismo
Status
Colaboração instantânea
A possibilidade da oposição à organização informal
Padrões de relações e atitudes
Mudanças de níveis e alterações dos grupos informais
A organização informal transcende a organização formal
Padrões de desempenho nos grupos informais
Comunicação
As experiências sobre liderança permitiram concentrar a atenção nas oportunidades de ouvir e aprender em reuniões de grupo e avaliar os problemas das comunicações entre grupos nas empresas.


Combinação, permutação, arranjo
Análise Combinatória
n! = n(n – 1).(n – 2).(n – 3) * ...* 3 * 2 * 1
Combinação
A ordem dos elementos no agrupamento não interfere
O Aplicativo baseia-se no princípio fundamental da contagem, onde o usuário poderá escolher objetos e a partir disso realizar as combinações.
Full transcript