Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

A Mulher do Renascimento

No description
by

Linda Linda

on 9 May 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of A Mulher do Renascimento

A Mulher do Renascimento
Páginas 52-55
Condição feminina
diversificada
dependendo
estatuto social
funções/ocupações desempenhadas
1. A que estratos sociais pertencem as mulheres em destaque no Doc. A1, 2?
1. A que estratos sociais pertencem as mulheres em destaque no Doc. A1, 2?
Bernardino Pinturicchio, Casamento do Imperador Frederico III com D.Leonor de Portugal (pormenor) 1505-1507
A mulher em destaque neste documento pertence à nobreza, fazendo parte da família real: trata-se de D.Leonor de Portugal, filha de D.Duarte. Parte de Portugal para Itália para se reunir ao futuro marido, o Imperador Frederico III, sendo ambos coroados pelo Papa Nicolau V na Basílica de São Pedro, em Roma, a 16 de Março de 1452.
A mulher em destaque neste documento pertence à burguesia: é representada a ajudar o marido nos negócios - a mulher renascentista começa a ter um papel a desempenhar na economia familiar.
Quentin Metsys, O Prestamista e a sua Mulher, 1514
2. Qual lhe parece ser o papel das cortesãs (Doc. B1, 2)? Encontraram elas um ambiente favorável no Renascimento? Porquê?
2. Qual lhe parece ser o papel das cortesãs (Doc. B1, 2)? Encontraram elas um ambiente favorável no Renascimento? Porquê?
Cortesã, nesta época, era o
termo utilizado para referir as amantes dos ricos e poderosos nobres
que lhes providenciavam
luxo e bem-estar,
assim como status junto à corte, em troca da sua companhia e seus favores.
A própria palavra cortesã está associada à palavra Corte
, como sinónimo dos nobres que podiam ter contacto directo com a realeza.

Sim, as cortesãs encontraram, durante este período, uma ambiente muito favorável: desempenharam um papel importante nas classes mais altas, uma vez que subiam na vida através do convívio com poderosos nobres que usufruíam da sua companhia, e que as levavam mesmo a eventos sociais no lugar da sua mulher. Beneficiaram, assim, de uma vida luxo - no documento podemos observar isso mesmo, uma vez que estas mulheres estão ricamente vestidas, sendo admiradas e aduladas por todos os presentes no rico banquete.
3. Estabeleça três diferenças...
Cortesãs
Camponesas
As cortesãs eram
fisicamente bem constítuidas
- a mulher ideal do renascimento já não era esbelta, como na Idade Média, mas sim de ancas largas e peitos generosos. Tinham ao seu dispôr uma melhor alimentação que as mulheres de classes inferiores, e levavam uma vida menos trabalhosa.
Ao contrário das mulheres de classes sociais superiores,
as camponesas tinham que desempenhar
uma série de
tarefas
, tanto a nível da
lide doméstica como dos trabalhos no campo
- na imagem 5 podemos ver três mulheres
carregando os intrumentos necessários à ceifa do feno
.
Nas imagens 1 e 2 as mulheres têm
longos cabelos louros, arranjados num complexo penteado, ornamentos com jóias e outros enfeites
- tinham uma aparência mais cuidada, e
expunham os seus cabelos e os seus atributos físicos de forma mais descarada, para dar ênfase à sua beleza
, de forma a que fosse admirada por toda a Corte.
Todas as muheres presentes nas imagens 3 e 6 têm os
cabelos tapados
- era obrigatório que usassem apertadas toucas por baixo de capuzes - e podiam ser multadas se desrespeitassem esta regra.
Enquanto que na imagem 3
os camponeses estão representados a dançar, descontraídos
, nas imagens 1 e 2 as pessoas estão menos à vontade - havia uma série de
normas de etiqueta que os nobres deveriam seguir, em sociedade
, para que não fossem mal vistos, e para que correspondessem a um ideal de boas maneiras e perfeição.
4. Identifique duas qualidades atribuídas às camponesas por Abel Hugo (doc. 4B)
No documento 4B, Abel Hugo enumera algumas das tarefas que as mulheres do campo tinham que desempenhar, dizendo que elas estavam "encarregadas de tudo o que respeita às lides domésticas" - ou seja, tinham muito trabalho, e a responsabilidade recaía sobre elas.
Segundo este testumunho, o autor considerava as mulheres trabalhadoras, resistentes e esforçadas.
5. Identifique três preocupações/cuidados com a beleza por parte da mulher renascentista (doc. C1, 2 e 3)
Nesta época, a mulher decidiu sair da obscuridade e revelar-se mais, e, visto que na Idade Média muito pouco podia fazer, decidiu vir com novas exigências, principalmente a nível do seu aspecto.
A vida social na corte fez com que a mulher se sentisse necessitada de melhoramentos estéticos
, por isso, já em meados do século XV, por toda a Europa começaram a surgir livros de “segredos” e de receitas de perfumes e cosméticos
5. Identifique três preocupações/cuidados com a beleza por parte da mulher renascentista (doc. C1, 2 e 3)
A mulher dedicava-se à "arte da cosmética" - com o objectivo de corrigir defeitos existentes ou melhorar a natureza da pele. Na pintura de Ticiano (imagem 1) podemos reparar na
tez branca e leitosa
que era considerada um modelo de beleza. Também eram tidos em grande consideração
os penteados
- os cabelos eram pintados de louro, e eram-lhes dedicados muitos cuidados.
Era desejável que não se notasse que estava maquilhada - que apenas o fizesse de
forma natural
, em vez de o fazer até ficar "muito empastada" como se tivesse uma "máscara na cara" (texto 3).
6.Descreva o vestuário de uma dama renascentista (doc. C4, 5)
6.Descreva o vestuário de uma dama renascentista (doc. C4, 5)
Doc.4

O vestuário de uma dama renascentista era caracterizado pela utilização de "
belas jóias
" e "
ricos tecidos de veludo, damasco ou seda
, ornados de
renda
e
bordados a fio de ouro e prata
". A moda ditava os
decotes quadrados
e
aberturas nos vestidos
que deixavam ver corpetes e saias interiores.
Agnolo Bronzino, Retrato de Leonor de Toledo e do seu filho João de Médicis, 1545
6.Descreva o vestuário de uma dama renascentista (doc. C4, 5)
Doc.5

As mulheres manifestavam uma tendência para se vestirem de forma mais
púdica
. Os seus
vestidos compridos e volumosos
revelavam uma
cintura tornada ainda mais delgada pelo uso de um espartilho
e, quando os costumes mais liberais o permitiam, podiam mesmo exibir um peito leitoso e adequadamente empoado e pintado com rouge."
7. Em que consistia o saber estar de uma dama renascentista, segundo Castiglione?
Segundo Castiglione, a dama renascentista devia:

Mostrar "uma ternura suave e delicada";
Ser feminina e doce nos seus movimentos
8. Esclareça o Doc.C7 apoiando-se na comparação entre as gravuras 1 e 4 do mesmo documento.
8. Esclareça o Doc.C7 apoiando-se na comparação entre as gravuras 1 e 4 do mesmo documento.
8. Esclareça o Doc.C7 apoiando-se na comparação entre as gravuras 1 e 4 do mesmo documento.
Com o decorrer dos séculos XV e XVI, a imagem feminina sofre uma transformação positiva: passa de ser unicamente um ícone de beleza e objecto de lúxuria (gravura 1), a ser valorizada pelas suas qualidades intelectuais, desepenhando as funções de dona de casa, educadora e administradora (gravura 4).
Leonor de Toledo, que casou com Cosme I de Médici, e seu filho João.
9. Destaque as características da infanta D.Maria e de Isabel d'Este que nos permitem considerá-las damas perfeitas do Renascimento.
D.Maria de Portugal
Isabel d'Este
grande inteligência
"mais rica e culta da Cristandade"
aprendeu latim, grego, francês, castelhano
manteve uma corte frequentada pelas damas mais instruídas do reino
"protótipo da mulher culta do Renascimento"
dominava o grego e o latim
era capaz de manter conversas eruditas com o bibliotecário ducal
presidia a festas, dançava, tocava
praticava o mecenato
mostrou-se uma estadista eficaz
Full transcript