Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Ciências Sociais e Políticas

No description
by

EaD IVJ

on 16 December 2016

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Ciências Sociais e Políticas

É a mais importante para o indivíduo, por ser a primeira e mais fundamental.

É de responsabilidade dos “outros significativos” do indivíduo, que ele já encontra quando vem ao mundo (p. ex.: pais, avós, irmãos, etc.).

O conteúdo da socialização primária varia em função da localização desses “outros significativos” na estrutura social (p. ex.: a classe social a que pertencem).

Socialização Primária
Conteúdo da Seção
O processo pelo qual um indivíduo se torna membro da sociedade (na verdade, de uma sociedade específica) é chamado de socialização.


O Processo de Socialização
O Processo de Socialização

Texto para discussão:
- Berger e Luckmann, A Construção Social da Realidade, p. 173-195.

A criança assume então uma identidade própria: passa a localizar-se dentro de um mundo social, dentro do qual lhe é atribuído um lugar específico.

A criança vai progressivamente abstraindo os papéis e atitudes dos “outros significativos”, passando a relacionar-se com os “outros generalizados” e a apreender normas gerais.

Com isso, ela passa a perceber-se como membro de uma sociedade.

Socialização Primária
O mundo social que é interiorizado durante a socialização primária é percebido como o mundo, e não como um dentre outros possíveis. Essa percepção (e as dúvidas que acarreta) só virão mais tarde.

Por essas razões é que o mundo interiorizado na socialização primária permanece mais firmemente marcado na consciência, e é mais difícil de ser alterado.

Há grande variação cultural e histórica nos processos de socialização primária.

Socialização Primária
Michel Pollak

“Memória e Identidade Social” (apenas pag. 1 a 8).
Leitura para próxima aula
Processo de Socialização
Prof. José Luiz

Esse processo é dialético, envolvendo sociedade, identidade e realidade. Nunca se forma, no entanto, uma simetria perfeita e completa entre a realidade objetiva e a realidade subjetiva do indivíduo.

Uma característica importante da socialização primária é que nela o indivíduo não escolhe seus “outros significativos”: eles lhe são dados e são aqueles que estabelecem as “regras do jogo”.

Socialização Primária
Socialização Secundária
A passagem da socialização primária é muitas vezes marcada por “rituais de passagem”.

Diferentemente da socialização primária, que pressupõe alto grau de identificação (cognitiva e emocional) com os “outros significativos” da criança, nos processos de socialização secundária pode haver menos identificação e maior “distanciamento do papel” social (expressão do sociólogo canadense Erving Goffman).

Socialização Secundária
A socialização primária não envolve apenas aprendizado cognitivo: implica também alto grau de emoções.

Daí surge a identificação da criança com seus “outros significativos”: ela absorve seus papéis e atitudes, interiorizando-os.

Esse processo é dialético (não é unilateral nem mecânico) e realiza-se sempre dentro do horizonte de um mundo social específico (não é igual para todos).

Socialização Primária
A
socialização primária
é a primeira socialização que o indivíduo experimenta, na infância.
A
socialização secundária
é qualquer processo posterior que introduz o indivíduo já socializado em novos setores de sua sociedade.

A socialização secundária ocorre quando há a interiorização de “submundos” institucionais ou baseados em instituições. Consiste na “aquisição do conhecimento de funções específicas, funções direta ou indiretamente com raízes na divisão do trabalho”. (p.185) Ex.: tornar-se militar, padre, operário, etc.

Os “submundos” interiorizados na socialização secundária são, contrastados com o mundo da socialização primária, realidades parciais.
Full transcript