Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Modelos Instrutivistas

No description
by

Inês V.

on 21 October 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Modelos Instrutivistas

Modelos Instrutivistas
Mestrado em Educação e Formação com Especialização em E-learning e Formação a Distância

Design Instrucional e Aprendizagem

Docente: Guilhermina Miranda
Discentes: Carina Maia, Erica Terra, Inês Vicêncio, Mónica Pereira e Sílvia Ferreira

Referências
Componentes centrais da teoria instrucional
- As categorias de aprendizagem;

-As "condições" necessárias à consecução de resultados; e

- Os nove "eventos de instrução " que devem estar presentes em qualquer percurso de aprendizagem
Contributo na educação
Baseia o seu modelo instrutivo na Psicologia do Processamento de Informação


Principais contribuições para o desenvolvimento Instrucional:
- co-desenvolvedor do Projeto de Sistemas Instrucionais
- escreveu
As Condições de Aprendizagem
- co-escreveu os
Princípios de Design Instrucional


Desenvolveu uma
teoria instrucional
e não uma
teoria de aprendizagem
Categorias de Aprendizagem
Gagné afirma existirem vários níveis de aprendizagem:
3 categorias
9 eventos de instrução
Condições
Fases e Processos de um acto de Aprendizagem na Perspectiva de Gagné
Breve biografia:
Robert Mills Gagné (21 de agosto de 1916 - 28 de abril de 2002)
Americano psicólogo educacional conhecido pelas suas “condições de aprendizagem”
Pioneiro da ciência da instrução durante a Segunda Guerra Mundial
Envolvido na aplicação de conceitos da teoria de instrução para o projeto de computador baseado no treinamento e multimédia baseados em aprendizagem



Destaques na carreira:
Professor em Connectucut College (1940-1949)
Professor em Penn State University (1945-1946)
Diretor de Perceptual and Motor Skills Laboratory, U.S. Air Force (1949-58)
Professor em Florida State University
Gagné
Estudou Psicologia em North Andover, Massachusetts

Em 1949, juntou-se à organização da Força Aérea dos Estados Unidos que se passou a chamar:
Pessoal da Força Aérea e Centro de Pesquisa e Formação
, tendo sido Diretor do Laboratório de Pesquisa de Perceptiva e Habilidades Motoras

Em 1962, ingressou no Instituto Americano de Pesquisa, onde escreveu o seu primeiro livro, "
As condições de aprendizagem
"

 Em 1968, colaborou com LJ Briggs em "
Princípios de Aprendizagem
" e publicou a segunda e a terceira edições do seu primeiro livro
Voltada para a descrição das condições que favorecem a aprendizagem
Explicação de como as pessoas aprendem
INFORMAÇÃO VERBAL
Capacidade de verbalizar nomes, objetos, factos, princípios, descrições, características, trechos de textos e outras informações armazenadas na memória
HABILIDADES MOTORAS
Capacidade de desempenhar tarefas físicas segundo padrões estabelecidos
ESTRATÉGIAS COGNITIVAS
“Capacidades” implicadas no tratamento da informação, utilizadas para digirir a atenção, a aprendizagem, a retenção, o próprio pensamento
HABILIDADES INTELECTUAIS
Podem ser organizadas numa hierarquia, de acordo com a sua complexidade
ATITUDES
Capacidade de adotar um comportamento específico em concordância com valores e crenças adquiridas
Discriminação
- distinguir objetos, recursos ou símbolos

Conceito concretos
- identificar classes de objetos concretos ou eventos

Conceitos definidos -
classificar novos eventos ou ideias

Regras -
aplicar uma relação única para resolver problemas

Regras de ordem superior -
aplicar uma nova combinação de regras para resolver um problema complexo
Condições
Externas
Condições
Internas
Resultados
da Aprendizagem
Planeamento dos
processos de Aprendizagem
“O percurso de Gagné é marcado por uma progressiva integração de aspectos de natureza cognitiva numa abordagem da aprendizagem e do ensino, nas suas primeiras formulações, essencialmente comportamentalista” (Rafael, 2005, p. 174)
Preparação
Ganhar atenção
(fazer perguntas, apresentar factos interessantes, apresentar problemas de interesse)
Descrever os objetivos
(mostrar o que o aluno vai aprender e como vai poder utilizar o conhecimento e como a aquisição de conhecimentos vai ser avaliada)
Estimular a conexão com o conhecimento anterior
(explicitação da relação entre o novo e os conhecimentos já adquiridos)
Avaliar
(através de testes o grau de assimilação do novo conhecimento)
Aumentar a retenção e facilitar a transferência do conhecimento
(através de exercícios de aplicação)
Desempenho
Apresentar o material a ser aprendido
(na forma de textos, gráficos, etc., respeitando as regras)
Orientar a aprendizagem
(apresentação de exemplos, estudos de caso, representações gráficas, etc.)
Propiciar o desempenho
(criar situações e oferecer condições para a aplicação de novos conhecimentos)
Dar feedback
(mostrando de forma imediata o grau de acerto do aprendizado na aplicação do conhecimento)
Transferência
de conhecimento
Ensino Programado de Skinner
O que é o ensino programado?
Consiste na divisão do material a ser ensinado em módulos
pequenos segmentos logicamente encadeados


O foco principal é a interiorização dos conceitos que gira entorno de:
Ensino Programado de Skinner – Máquinas de ensinar
Vantagens:
Com o propósito de
modificar
o ensino tradicional, buscando
melhoria nas aprendizagens
dos alunos, Skinner baseou parte dos seus estudos numa “
máquina de ensinar
” que permitia que cada aluno avançasse de acordo com seu próprio ritmo
Feedback
imediato avanço progressivo dos alunos
O aluno mantém-se activo e recebe imediata confirmação de seu êxito


Ensino Programado de Skinner – Máquinas de ensinar
Desvantagens:

Individualismo
Falta de convivência em grupo
Os alunos não podem discordar, não têm participação ativa no constructo do conhecimento, o que traduz um tipo de educação bancária
Pode ser entendida como uma "
educação bancária
" (Paulo Freire), caso seja vista como um tipo de educação onde os alunos apenas executam tarefas, sem terem espaço de intervenção

CONTUDO…
Ensino Programado de Skinner – Máquinas de ensinar
Nos dias atuais…
Estas “máquinas de ensinar” foram substituídas por outros instrumentos que, se bem utilizados, extinguem estas desvantagens iniciais apresentadas anteriormente.

Com base no comportamento humano, as máquinas de ensinar estimulam os indivíduos para que estes correspondam com aquilo que é esperado.

O computador pode hoje ser visto como uma evolução das máquinas de ensinar, pois os alunos já não podem ser encarados como sujeitos passivos. Ao contrário disso, ao utilizar o computador pode-se pesquisar, criar, refletir, modificar, construir, etc..
Breve Biografia:
Burrhus Frederic Skinner (Susquehanna, Pensilvânia, 20 de Março de 1904 - Cambridge, 18 de Agosto de 1990)

Foi um autor e psicólogo americano;
Conduziu trabalhos pioneiros em psicologia experimental
Foi o impulsionador do Behaviorismo Radical;
A base do trabalho de Skinner refere-se à compreensão do comportamento humano através do comportamento operante

Skinner
O indivíduo recebe
a informação
Recebe
Feedback
imediato
É questionado
sobre ela
Estímulo
Atividade
Atividade
• As ideias de Robert Gagné. Retirado de http://www.dynamiclab.com/moodle/mod/forum/discuss.php?d=419
• B. F. Skinner. Retirado de http://www.biografiasyvidas.com/biografia/s/skinner.htm
• Burrhus Frederic Skinner. Retirado de http://pt.wikipedia.org/wiki/Burrhus_Frederic_Skinner
• Conditions of Learning (Robert Gagne). Retirado de http://www.instructionaldesign.org/theories/conditions-learning.html
• Guilhermina, L. M. (s/d). TEORIAS DE APRENDIZAGEM E APLICAÇÕES EDUCATIVAS PROGRAMÁVEIS. Retirado de http://aprenticie.wix.com/aprenticie/page-0_copy1#!__page-0_copy1/page-2
• Lopes, A. (2007). Ensino programado. Retirado de http://angela-lopes.blogspot.com.br/2007/11/segundo-skinner-que-criou-o-ensino.html

• Präss, R. A. (2008). Teorias da aprendizagem. Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Brasil. Retirado de http://issuu.com/fisicanet/docs/teorias_de_aprendizagem
• Rafael, M. (2005). Contributos de Jerome Bruner e Robert Gagné para a aprendizagem e o ensino. In G. L. Miranda e S. Bahia (Org). Psicologia da Educação: temas de desenvolvimento, aprendizagem e ensino (pp. 166-182). Lisboa: Relógio d'Água Editores. (Documento disponível na plataforma de DIA)
• Robert M. Gagné. Retirado de http://en.wikipedia.org/wiki/Robert_M._Gagn%C3%A9
• Robert Gagne. Retirado de http://my-ecoach.com/project.php?id=12152&project_step=28465
• Rodrigues, J. P. (2014). O modelo didático do ensino programado, segundo B. F. Skinner. Retirado de http://pgl.gal/o-modelo-didatico-do-ensino-programado-segundo-b-f-skinner/

2014 / 2015
1º Ano | 1º Semestre
Skinner
Biografia: Skinner
Ensino programado de Skinner
Máquinas de ensinar
Vantagens
Desvantagens
Nos dias de hoje...

Gagné
Biografia: Gagné
Contribuição na educação
Componentes centrais da teoria de Gagné
Categorias da aprendizagem
“Condições" necessárias à consecução dos resultados
Nove "eventos de instrução”
Fases e Processos de um acto de Aprendizagem
Full transcript