Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Genkidama

Trabalho de TGA - O Poder nas Organizações
by

Robson murilo

on 3 April 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Genkidama

Estratégias de Cooperação A Emergência da Cooperação em Ambientes Inóspitos Efeito primários Negociação e Estrutura Burocrática A Cooperação e o Poder nas Organizações O Dilema do Prisioneiro e a Estruturação da Cooperação nas Organizações O poder nas Organizações O Poder,a Organização e a Ação Social As Formas de Poder PODER COERCITIVO PODER PODER DE RECOMPENSA PODER DE COMPETÊNCIA PODER DE REFERÊNCIA Outras Formas de Poder CAPACIDADE DE LIDAR COM A INCERTEZA SUBSTITUBILIDADE CENTRALIDADE ORGANIZACIONAL INTERDEPENDÊNCIA DO PAPEL E DA TAREFA O Modelo político e Estratégico de Ação Social Ação estratégica em grupo Os efeitos inesperados da ação estratégica em grupo e as disfunções (jogos de poder) Problemas da ação coletiva Conceito de organização como arena política As incertezas e o poder Efeitos secundários No livro the evolution of cooperation de Robert Axelrod este se questiona sobre um meio para se chegar à cooperação entre os indivíduos de uma organização, onde estes se apresentam como seres egoístas por buscarem apenas a realização se seus objetivos, não colaborando devidamente com os demais participantes da instituição. E as organizações? E a negociação,como entra nesse processo? "capacidade de influenciar alguém a fazer determinada tarefa...exercendo sua posição de autoridade" "poder é uma espécie de autoridade que uma pessoa tem sobre outra, independente do motivo" Organização,política e cultura Atitudes e poder - Orientação para a ação com base nas perspectivas de ganhos futuros. Os estudos de Leonard Sayles A apatia

A ação errática

A ação estratégica

A posição conservadora Definição de poder segundo os filósofos Equipe: Nadiógenes Morato Patrícia Monteiro Robson Murilo Marcos Adriano Modelo de Habermas PODER DE POSIÇÃO OU DE AUTORIDADE FORMAL Como o sociólogo alemão Max Weber apontou, a legitimidade é uma forma de aprovação social essencial para a estabilização das relações de poder, aparecendo quando as pessoas rhttp://sphotos-g.ak.fbcdn.net/hphotos-ak-ash3/523201_409931845736200_496551103_n.jpgeconhecem que alguém tem direito de mandar em alguma área da vida humana e quando aquele que é mandado considera como um dever obedecer. O Poder Coercitivo é utilizado para se conseguir o que quer com base em ameaças e punições. Por exemplo, se um indivíduo não desempenhar seu trabalho adequadamente ou se não acatar as ordens de seu superior, ele pode ser ameaçado de demissão. O poder de Recompensa é o oposto do Coercitivo, pois as pessoas concordam com os desejos ou orientações de outrem porque fazer isso produz benefícios positivos. O indivíduo que oferecer recompensas consideradas valiosas pelas outras pessoas em troca de favores estará exercendo poder sobre elas. O Poder de Competência é baseado no domínio de um indivíduo sobre certos assuntos, se isso for percebido como um recurso valioso. O domínio de especializações, habilidades especiais ou conhecimentos está se tornando uma das fontes mais poderosas de influência à medida que o mundo está mais orientado à tecnologia. Os empregos estão se tornando mais especializados e exigem mais conhecimentos específicos. O Poder de Referência é baseado no magnetismo ou carisma pessoal. Em muitos casos, as pessoas se identificam com outra devido a certos traços pessoais ou características de personalidade. Ele se desenvolve da admiração por alguém ou de um desejo de ser como aquela pessoa. Esse carisma pode influenciar até mesmo pessoas que não se encontrem sob controle direto ou formal daquela. A dificuldade de uma pessoa ser substituída por qualquer outra da organização dá poder à primeira. Quanto mais insubstituível for a pessoa, maior poder ela exerce. A habilidade de lidar com incertezas que surgem no dia-a-dia das empresas é uma grande fonte de poder. As empresas buscam meios de reduzir suas incertezas, mas algumas sempre permanecem. Por isso, quem sabe lidar com elas exerce forte influência sobre a organização. Quanto mais central uma pessoa ou um grupo for para os trabalhos ou processos da organização, maior será o seu poder. O processo decisório, dessa forma, também fica centralizado. O indivíduo ou grupo que possa agir de modo claro no processo de tomada de decisão tem o poder de exercer uma grande influência nos negócios da organização à qual pertence. Se as atividades de uma pessoa ou grupo dependerem das atividades de outra pessoa ou grupo, supõe-se que o segundo terá um controle maior sobre diversas contingências. Isto pode ocorrer entre setores diferentes dentro da organização. Ao tratar de poder o tema é frequentemente analisado de quatro formas: ->Na perspectiva marxista: Como um fenômeno de alienação econômica.

->No nível psicanalítico: como fenômeno psicológico de alienação,
de dependência,de projeção e introjeção,da formação de sistemas de defesa,etc.

->Como um fonônemo político: Iposição e de controle sobre as decições e sobre a organização do trabalho.

->No nível ideológico: como um fenômeno de apropriação do significado e dos valores. "Não lembro, vou ter que pesquisar" Meio para se obter efeitos desejados
Full transcript