Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

O Homem, a Mulher e a Vida Quotidiana na Atenas Antiga

No description
by

Andreia Louro

on 18 December 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of O Homem, a Mulher e a Vida Quotidiana na Atenas Antiga

Grécia Antiga
Atenas
O Homem, a Mulher e a Vida Quotidiana na Atenas Antiga
O Homem
A Vida Quotidiana
A Mulher
BIBLIOGRAFIA

"O Homem, a Mulher e a Vida Quotidiana", realizado por:
- Andreia Fontenete Louro, n.º 41067
- Bernardo Almeida, n.º41073
- Joana Beato Ribeiro, n.º 41147
FCSH-UNL
Departamento de História
História da Grécia Antiga
Prof. Dr. Adriaan de Man
Lisboa, 16 de Dezembro de 2013
Ano Lectivo 2013/14

Os atenienses e a Ágora


Os cidadãos atenienses mais influentes eram bastante dependentes da vida pública.

Um só discurso mal concebido era o bastante para arruinar a carreira política, portanto tinham especial atenção em tudo o que diziam em público.

De manhã dirigiam-se para a Ágora, onde se inteiravam das mais recentes notícias do dia e passavam horas a conversar e a discutir os acontecimentos do dia.

Enquanto isso, escravos, metecos, artesãos e cidadãos mais pobres trabalhavam no mercado.
Votar era simultaneamente um direito e um dever...

Três vezes por ano os cidadãos eram chamados a participar nas reuniões da sua principal assembleia – a Eclésia.

As reuniões da Eclésia eram bastante organizadas e esperava-se que os cidadãos fossem pontuais, havendo mesmo sanções para aqueles que chegavam atrasados.

Apenas uma minoria da população possuía a cidadania, portanto era igualmente uma minoria que estava presente na Eclésia.



A Vida de um cidadão abastado


Não tinham necessidade de trabalhar arduamente para sobreviver

Os cidadãos mais ricos e influentes de Atenas dedicavam-se aos assuntos políticos

O restante tempo era empregue a tratar do corpo, com diversos exercícios físicos e a cultivar o espírito, através de discussões filosóficas e conversas inteligentes.

No entanto, poucos eram os atenienses que levavam uma existência tão tranquila, pois esta elite de cidadãos ricos e poderosos era reduzida.







O prazer dos desportos e outras diversões

O cidadão tinha de manter a boa forma física e intelectual.

Essa necessidade era acentuada pela guerra, pois esperava-se que todos os cidadãos defendessem a cidade.

Assim, deslocavam-se aos ginásios para desenvolver a corpo, mas também frequentavam teatros, locais prediletos de reflexão e entretenimento.

À noite, as conversas prosseguiam à mesa, durante os banquetes, acompanhados de música.


O nascimento de Atena.
Nascimento como início da vida;
Diversos ritos - Rito da Purificação da Mãe;
Cerimónia da Amphidromia.
Esta cerimónia é apresentada na Odisseia.
"Aqueles que querem
cortejar uma mulher nobre
, uma filha de rei,
E que com outros rivais a disputas,
Testemunham-lhe o seu amor
com bois e ovelhas gordas,
E trazem-lhe
magnificas ofertas para os banquetes dos seus...
"
Odisseia
"As
noivas saiem do seu quarto
à luz das tochas
São
levadas pela cidade
e em toda a parte se canta um himeneu.
Os
jovens dançam
rodopiando. No meio deles
As
flautas e as cítaras ressoam
; E as mulheres
Cada uma de pé na sua porta,
prestam as honras...
"
Ilíada
“Temos
‘companheiras’
para o prazer,
prostitutas vulgares
que dão uma atenção diária às nossas necessidades físicas, e
mulheres que nos dão filhos legítimos e são guardiãs fiéis dentro das nossas casas
.”
Demóstenes
“É vazia a
acusação difamadora que os homens fazem às mulheres
; não é mais que o silvar da corda do arco sem seta; as
mulheres são melhores do que homens
, e vou provar que assim é: as
mulheres fazem acordos sem terem de ter testemunhas
que garantam a sua honestidade… as
mulheres gerem a casa e preservam a sua valiosa propriedade
.
Sem uma mulher, nenhuma casa está limpa ou é próspera
. E, nas questões que dizem
respeito aos deuses
– aí está o nosso
mais importante contributo
-, detemos a parte maior."
Melapina
A Mulher na Tragédia

“As pessoas dizem que as mulheres levam uma
vida segura em casa
,
enquanto os homens têm que partir para a guerra. Que loucas são!
Preferia muito mais lutar três vezes na falange do que ter uma filho uma vez só”.
Medeia
Sociedade patrilínea e patriarcal
Homem

Mulher

A educação tinha início em casa, onde assimilavam as primeiras regras de conduta.

Aos 7 anos, aqueles que podiam pagar recebiam uma educação elementar.

Eram privilegiados os saberes básicos:
Ler;
Escrever;
Contar;

Também aprendiam a cantar e a tocar algum instrumento musical.
No geral, um homem podia:
- integrar o exército
- caçar
- pescar
- navegar


Homens
Se fossem bem sucedidos poderiam:
- vender os seus produtos nos mercados
- tornar-se donos de pequenos negócios



Mais desfavecidos:
- ferreiros
- oleiros
- carpinteiros
- construtores
- qualquer outro ofício de manufacturas

- gestão da casa e das finanças desta
- educação dos filhos
- cozinhar
- limpar
- ir ao mercado na Ágora
- fiar e tecer roupas
- ir buscar água ao poço
(público ou privado)
Mulheres
Andron
Gynaikon
A Casa, o Lar
Materiais de construção:
- pedra
- madeira
- tijolos de argila
- telhados com técnica
da telha sobreposta
Andron
Gynaikon
Cerâmica
Alimentação
Desportos:

- desportos de luta
- corridas a pé
- corridas a cavalo
- corridas de carros
- lançamento do dardo
ou do disco
- salto em comprimento
- pentatlo
Jogos:

- berlindes
- dados
- damas
- xadrez
- jogo da bugalha
Outras actividades:

- festas
- música
- instrumental (lira ou flauta)
- vocal
- dança
- recitações públicas de histórias ou poemas
- festividades religiosas
- teatro (tragédias ou comédias)


Ágora
Mercado
Vestuário
Peplos
Chiton
Himation
Exomis
Adornos
- brincos
- colares
- pendentes
- pulseiras
- alfinetes
- anéis
- braçadeiras
- ornamentos para o cabelo
Cuidados de Beleza
Maquilhagem:
- pó de chumbo (pó mortal)
- pó carmim nas maçãs do rosto
- sombra preta nos olhos
- batom nos lábios
Outros cuidados:
- banhos regulares
- máscaras faciais
- suavização das rugas
- hidratação do cabelo
- depilação
- óleos e perfumes
BRANDÃO, L. (ed.) e RAMOS, P. (ed.),
Grécia, Berço da Antiguidade
, Lisboa, Selecções do Reader's Digest, 2003.

CHRISP, P.,
Descobre a Grécia Antiga
, Porto, Dorling Kindersley – Civilização Editores, 2003.

DEMAND, N.,
Birth, Death and Motherhood in Classical Greece
, Baltimore, The Johns Hopkins Univ. Press, 1994.

DILLON, M.,
Girls and Women in Classical Greek Religion
, Londres, Routledge, 2002.

GARLAND, R., Daily Life of the Ancient Greeks, [s.l.], Greenwood Press, 2009.

HANSON, V. D.,
Warfare and Agriculture in Classical Greece
, Berkeley, University of California Press, 1998.

KINSEY, B. (ed.),
Ancient Greece: an Illustrated History
, Nove Iorque, Marshall Cavendish Corporation, 2011.

MACLACHLAN, B.,
Women in Ancient Greece: a Sourcebook
, Londres, Continuum International Publishing, London, 2012.

MARTIN, T. R.,
Breve História da Grécia Clássica – da Pré-História à Época Helenística
, Lisboa, Editorial Presença, 1998.

MILREAUX, E.,
A Vida Quotidiana no Tempo de Homero
, Lisboa, Livros do Brasil, 1988.

PERRUDIN, F.,
Civilizações Antigas
, Lisboa, Fleurus – Livros e Livros, 1999.

ROSS, S.,
Daily Life in Ancient Greece
, Minneapolis, Compass Point Books, 2007.

SACKS, D.,
Encyclopedia of the Ancient Greek World
, Nova Iorque, Facts On File, 2005.

SOWERBY, R.,
The Greeks: an Introduction to their Culture
, Londres, Routledge, 1995.


A Vida no
Casamento
Marido como tutor -
Kyrios
;
Responsável pela gestão da casa e educação dos filhos -
Gineceu
;
Zelar pela honra da família;
Aristóteles, ser passivo e receptivo.


Era comum os rapazes aproximarem-se de um homem mais velho, que agiria como seu mentor, preparando-os para a vida pública.

Não era raro ambos envolverem-se sexualmente - Pederastia.
"Todos possuem as diferentes partes da alma, mas possuem-nas diferentemente, pois o escravo não possui de forma alguma a faculdade de deliberar, enquanto a mulher a possui, mas sem autoridade plena."

"
‘O silêncio dá graça as mulheres’
."
Aristóteles
"É melhor para eles servir que serem abandonados a si próprios. Numa palavra, é naturalmente
escravo quem tem tão pouca alma e tão poucos meios que deve resolver-se a depender de outrem.
O uso dos escravos e dos animais é aproximadamente o mesmo...”
Aristóteles
Mulheres de Atenas

Composição: Chico Buarque (1976)

Mirem-se no exemplo
Daquelas mulheres de Atenas
Vivem pros seus maridos
Orgulho e raça de Atenas

Quando amadas se
perfumam
Se banham com leite, se arrumam
Suas melenas
Quando
fustigadas não choram
Se ajoelham, pedem imploram
Mais duras penas, cadenas

Quando eles embarcam soldados
Elas
tecem longos bordados
Mil quarentenas
E quando eles voltam, sedentos
Querem arrancar, violentos
Carícias plenas, obscenas

Quando eles
se entopem de vinho
Costumam buscar um carinho
De outras falenas
Mas
no fim da noite, aos pedaços
Quase sempre voltam pros braços
De suas pequenas, Helenas


Mirem-se no exemplo
Daquelas mulheres de Atenas
Geram pros seus maridos
Os novos filhos de Atenas

Elas não têm gosto ou vontade
Nem defeito, nem qualidade
Têm medo apenas
Não tem sonhos, só tem presságios
O seu homem, mares, naufrágios
Lindas sirenas, morenas

Mirem-se no exemplo
Daquelas mulheres de Atenas
Temem por seus maridos
Heróis e amantes de Atenas

As jovens viúvas marcadas
E as
gestantes abandonadas, não fazem cenas
Vestem-se de negro, se encolhem
Se conformam e se recolhem
As suas novenas
Serenas
A Mulher no
Culto
Panateneias
em honra de Atena e Artemis;
Canéforas;
Tesmofórias em honra de Deméter e Kora;
Culto extático de Dionísio;
Hierodulas de Afrodite;
Sacerdotisas
- Atenas Polias, Deméter e Eleûsis.

"O pobre e o rico têm direitos iguais."
Eurípides
"No
oráculo de Delfos
apresentamos a vontade de Apolo, e no
oráculo de Zeus
, em Dodona, revelamos a vontade de Zeus a qualquer grego que desejar conhecê-la. Os homens não conseguem realizar adequadamente os ritos sagrados dps Fados e das Deusas Anónimas, mas as mulheres conseguem fazê-los florescer…”.
Melapina
Full transcript