Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Plantfort - Estufas agrícolas

Estufas agrícolas.
by

Daniel Colucci

on 8 October 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Plantfort - Estufas agrícolas

Cultivo em
Ambientes Protegidos.
José Carlos Di Salvo
Engenheiro Civil formado em 1984
Trabalha com horticultura há 38 anos
Experiência de 19 anos em cultivo protegido e fabricação de estufas agrícolas
O que é?
Quais as vantagens?
Cultivo em
É o cultivo de espécies vegetais em local protegido das Adversidades Climáticas
Vantagens:
Proteção contra as adversidades climáticas.
1.
Redução no ataque de pragas e doenças e no uso de agrotóxicos.
2.
Uso mais eficiente do adubo, defensivos e da água de irrigação.
3.
Melhor aproveitamento da mão-de-obra e maior produtividade.
4.
Controle do ambiente (luminosidade).
5.
Produção na entressafra.
7.
Melhor qualidade da produção e redução no ciclo da cultura.
6.
Fixação do homem no campo.
8.
Insolação
Geadas e chuvas
Ventos fortes e ventos frios
Granizo
Boas Práticas
Agrícolas
Mudas de procedência.
Quebra ventos.
Transplante na hora certa, hora mais fresca seguido de irrigação.
Água de boa qualidade.
Adubação orgânica.
Sistema de irrigação eficiente.
 Uso de defensivos dentro das normas técnicas.
Clientes
Satisfeitos
Tomate
Pepino
Pimentão
Alface
Feijão vagem
Morango
Abobrinha
Cogumelo
Melão
Produção de mudas
Flores
Cultivos indicados
Ambiente
Protegido
236%
590%
57%
480%
Fonte:Agrianual 2010 FNP
Propósitos
Devem ser projetadas e construídas com coberturas translúcidas de tal modo que luz suficiente atinja as plantas.
1.
Calor deverá ser fornecido quando a temperatura cair abaixo de uma temperatura interna desejada.
2.
A cobertura das estufas deverá fornecer o máximo de transmitância de radiação solar.
3.
Adequada resistência estrutural e um bom comportamento mecânico.
5.
das estruturas de estufas
Estufas são estruturas altamente sofisticadas que têm o objetivo de fornecer condições ideais para o crescimento satisfatório de plantas e sua produção durante todo o ano.
Ventilação suficiente.
4.
Modelos de
Estufas
Arcos
Capela
Londrina
Melhor distribuição de luz.
Maior durabilidade do plástico e da estrutura.
Resistência a ventos.
Mais recomendado: Arcos.
Estrutura construída em aço galvanizado e alumínio com colunas em aço ou madeira.
Tipo do arco, oblongos, treliçados , com abertura zenital.
Apresenta alta durabilidade e resistência a ventos.
Estufas em ARCO
Tubo Oblongo
Treliçados
Arcos com tubo Oblongo.
Arcos Treliçados
Maior resistência a ventos.
Tipos de estrutura
Estutura mais recomendada para estufas agrícolas
1
2
3
4
5
6
7
Como iniciar
na Produção em ambiente protegido?
Comercialização.
Detalhes
Escolha da área.
1.
Análise do solo.
2.
Água de boa qualidade.
3.
Escolha da estrutura (Estufa).
4.
Montagem na época certa, dentro da técnica.
5.
importantes
Quebra-ventos.
6.
Planejamento.
Buscar conhecimento técnico.
Saber lidar com inovação.
Possuir experiência ou afinidade com atividade agrícola.
Ter recursos próprios ou acesso à linhas de crédito.
Dedicação, tempo para a atividade.
Considerações
para estufas agrícolas.
Transmitância de luz no interior da estufa.
Umidade do ar.
Estabilidade suficiente contra cargas de vento e granizo.
1
2
3
Sistema de aquecimento eficiente.
4
Alta transparência à luz.
5
Isolamento eficiente contra perdas de calor em baixas temperaturas no inverno.
Ventilação e sombreamento suficientes no verão.
Tensionamento de filmes para evitar danos devido à tremulação ao vento.
6
7
8
Instalação do filme com perfil de alumínio para permitir fácil substituição.
9
Isolamento das partes da estrutura aquecidas pela radiação solar em contato com o filme
10
Evitar que água condensada caia da cobertura sobre os cultivos.
11
Cargas
Principais
para o projeto da estufa
Equipamentos de aquecimento, resfriamento, iluminação, sombreamento, irrigação, ventilação e isolamento representam uma carga permanente separada definida como carga de instalação.
Carga de instalação
Componentes estruturais e dos materiais de cobertura.
Carga morta
Peso de cultivos, cordas verticais.
Cargas impostas
(de cultivo)
Velocidades típicas de vento podem ser tiradas de mapas de ventos 0,29 a 0,91 kN/m² p/ velocidades de vento projetadas de 22 - 38,6 m/s, respectivamente. 
Carga de vento
V0 = em m/s
V0 = máxima velocidade média medida sobre 3s, que pode ser excedida em média uma vez em 50 anos, a 10m sobre o nível do terreno em lugar aberto e plano.
Isopleta
Dimensionamento
da estrutura
Vento: 140 Km/h
Ação do vento
Estufas metálicas com alta resistência a ventos
Locação
da Estufa
Orientação leste-oeste.

Água e energia próximos da estufa.

Local de solo leve com boa drenagem.

Protegido de ventos.

Bom acesso.
Exceção:
em locais de ventos fortes (norte-sul)
Ventilação
As aberturas de ventilação são elementos funcionais essenciais.
Na maioria das estufas a renovação do ar interno é obtida exclusivamente por ventilação passiva.
A capacidade de ventilação de uma estufa é geralmente descrita em função da área de abertura máxima como uma porcentagem da área coberta de solo.
Ventilação
da estufa
Controle da
Temperatura
Cortinas e Janelas
Lanternin
Tela Termo Refletora
Cortinas
Melhor controle da temperatura.
Melhor qualidade dos frutos.
Maior produção.
Transmitância
de luz na estufa
A intensidade da radiação solar é um importante parâmetro a influenciar o clima interno, bem como a atividade fotossintética das plantas.

A estrutura da estufa e o material de cobertura são responsáveis por perdas de radiação solar.
Fatores
influenciadores
Absorção e reflexão no material de cobertura.
1.
Sombreamento por componentes estruturais da estufa.
2.
Sujeira no material de cobertura.
3.
Condensação no material de cobertura.
4.
Ângulo de curvatura do arco.
5.
A transmitância da radiação solar é influenciada pela orientação da estufa e a elevação do sol.
Estudo de Transmitância
em diversos tipos de estufa.
Transmitância de radiação solar média para diferentes tipos de estufas e orientação(EW [east-west]: orientação leste-oeste; NS [north-south]: orientação norte-sul).
A transmitância de luz aumenta com a inclinação do telhado em construções com telhado em ponta.
Investindo na
Qualidade
da estufa.
Produção de mudas
em estufas.
Plantio de Pimentão
em vasos.
Estufa de 1024 m² (16 x 64)
Dia de Campo em Agulha/SP
Produtor: Antonio Garcia (área da estufa: 2400 m²
Detalhes de materiais
Suporte em aço galvanizado e calha de aluminio.
Parte aérea metálica.
Mourões de eucalipto.
Cuidado
com estufas econômicas.
Galvanização a fogo.
Estrutura projetada por profissionais.
Verificar altura mínima.
Espessura do aço.
Muito importante:
Vida útil menor.
Produtividade menor.
Custo menor, porém tem alto valor de manutenção.
Riscos maiores (ventos) o que pode por tudo a perder.
Estufas com
Baixa Durabilidade
Seguro das estufas na Europa depende de normas técnicas.
Na Europa o financiamento de estufas está sujeito à aprovação do projeto estrutural tendo como base as “Especificações Técnicas para Estufas”.
Velocidade do vento de 120 km/h.

Carga vertical concentrada de 0,50 -1,00 kN.

Carga de cultivo de 0,15 - 1,00 kN/m².

Carga de neve de 0,25 kN/m².
A ABNT publicou Norma técnica para construção de viveiros e estufas agrícolas.
Em vigor desde 9/3/2012.
Estrutura de estufa e viveiro agrícola – Requisitos de projeto, construção, manutenção e restauração ( 9/2/2012)
ABNT NBR 16032
Norma elabora por Comissões de Estudos Especiais (CEE), formadas por representantes dos setores envolvidos, delas fazendo parte: produtores, consumidores e neutros (universidades, laboratórios e outros).
Porque o objetivo
de uma estufa...
"Para a nossa alegria"
Produtor: Jorge Lopes
2800 caixas de pimentão vermelho (1024 m²) Municipio: Tabatinga/SP (Ano 2010)
É fazer a diferença
para o produtor.
Ambientes protegidos.
Produtos
Melhores
(preços maiores)
Colheitas
Precoces
(lucratividade maior)
Sucesso: ampliação da área.
Tomate
Pepino
Alface
Pimentão
Efeito de redemoinho
em estufas
Cortinas nas laterais da estufa, controle do clima.
Telas vermelhas, controle de pragas.
Segurança
Hidroponia
Tomate cereja
Construção de estufa de 1024 m² (16 x 64)
Secagem
de resíduos
(Europa)
No Brasil...
Capela
Londrina
Produtor de Salvador, Bahia, em visita às estufas Plantfort.
Full transcript