Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Os quatro segredos de um negócio bem sucedido

Abccommerce
by

Rosemberg Trindade

on 17 September 2015

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Os quatro segredos de um negócio bem sucedido

Os Quatro segredos de um negócio bem sucedido.
fonte: http://www.abc-commerce.com.br
Por que investir no e-commerce?
Nos países onde a internet chegou mais cedo houve uma explosão do comércio eletrônico, principalmente nos Estados Unidos;

Segundo a revista The Economist empresas de comércio eletrônico contabilizaram um faturamento de centenas de bilhões de dólares;

Segundo levantamentos de Jeff Bezos, CEO da Amazon, o e-commerce atingirá de 10 a 15% do comércio americano nos próximos 10 anos, fato este que gerará um faturamento anulal de meio trilhão de dólares só nos EUA.
Desempenho do e-commerce no Brasil
No Brasil o comércio eletrônico começou a se difundir em meados do ano 2000 com o surgimento da Amazon. com e outras empresas;

A partir de então o comércio eletrônico não parou de crescer da mesma forma que nos Estados Unidos e países da Europa;
Faturamento
Em 2011 a estimativa era para que o Brasil chegasse ao faturamento de R$ 20 bilhões de reais com e-commerce.

Milhares de lojas virtuais vendendo roupas, bebidas, remédios, livros, cd's, eletrodomésticos, dentre outros produtos;

Excepcional faturamento tendo em vista o pouco tempo de existência do comércio eletrônico no país.
Quantidade de Consumidores on-line
A quantidade de consumidores on-line também cresceu surpreendentemente;

Este aumento de consumidores tem sido um dos fatores que contribuiram para o aumento das vendas on-line;
De acordo com dados da e-bit, compradores mais antigos estão comprando com mais frequência a cada dia;

No início (2001) era difícil pensar que as vendas pela internet fossem uma modalidade viável;

Hoje em dia com os resultados alcançados, imaginasse se existe algum outro setor da economia que cresça mais a cada ano;

Muitas empresas estão investindo no e-commerce para não perderem mercado.
Segundo Dailton Felipini
1- Escolher um bom nincho de mercado
O que vender?
Pra quem vender?
Quem é seu cliente alvo?
Ele está na internet?
Qual o tamanho do mercado?
O volume de concorrência é aceitável?
Existem restrições legais que dificultam a comercialização?
Ao escolher o nincho de mercado:

Não se arrisque começando um negócio sem conhecer bem o segmento no qual irá atuar;

Essa decisão será crucial para o sucesso do seu negócio;

Procure se informar, converse com quem já atua na área;

Visite lojas virtuais deste segmento e pesquise bastante;
2. Planejar Muito bem o seu negócio
Segundo dados do Sebrae, no Brasil 56% das Empresas pequenas e médias fecham suas portas até o terceiro ano de vida;

Após o quinto ano este percentual sobe para 70%;

Deste modo existem várias barreiras a serem vencidas pelo empreendedor;

A maior parte destas barreiras poderia ter sido encontrada antes do início de suas atividades;

Para cada uma delas pode ser possível encontrar uma solução mais adequada;

Para isso que se faz necessário o planejamento das empresas;

Uma das ferramentas a serem utilizadas é o
plano de negócios.
Plano de negócios

Trata-se de um instrumento de planejamento na qual as principais variáveis envolvidas são apresentadas de forma organizada;

Hoje o Business Plan faz parte do cotidiano da maioria das empresas, sempre que se fala em um novo empreendimento se faz presente a elaboração do plano de negócios;

Para a maioria dos empreendedores o objetivo principal deste plano é definir: futuros parceiros comerciais (sócios, incubadoras e investidores);

O principal benefício é o conhecimento do negócio adquirido na elaboração do plano;

Questões como: quem é o comprador do meu produto? É possível produzí-lo a um custo economicamente viável? Meu projeto é lucrativo?

Desta forma diminuimos as incertezas e os riscos do negócio dado um maior conhecimento obtido sobre a natureza do mesmo.
3. Montar uma loja virtual eficaz
O conceito de uma loja virtual eficaz
O cliente ao ir a um Shopping deseja encontrar facilmente o que procura, ser bem atendido, pagar suas compras sem burocracia, etc;

No mundo virtual é a mesma coisa, pois além de não ser atendido por pessoas, vai interagir com um sistema de compras que deverá levá-lo a concluir suas compras de forma agradável, rápida e fácil;

Porém este segmento de consumidor é bem mais informado, exigente e sabe muito bem o que quer, para que você tenha sucesso com estes clientes deverá ter uma ótima loja virtual;

Para que uma loja virtual seja eficaz ela deve ter a capacidade de por si só, transformar visitantes em compradores;

Tem que dispor de informações detalhadas sobre seus produtos (descrição detalhada, manuais, vídeos);

Todas as informações têm que ser objetivas focadas para que o cliente possa se convencer da conveniência da compra.
Lojas que ajudam o visitante a tomar decisões
O contexto das informações sobre os produtos devem auxiliar o cliente a decidir sobre eles;

A loja deve possuir mecanismos que permitam ao cliente fazer comparações de informações que o façam decidir sobre este ou aquele produto;

Exemplo: um produto X atende ao cliente porém custa um valor maior do que ele está disposto a pagar, porém o produto Y atende as mesmas necessidades e custa menos, possibilitando um melhor custo benefício. A loja tem que ser capaz de auxiliar o cliente nesta decisão.
Lojas que transmitem confiança aos visitantes
A confiança dos clientes na modoalidade on-line é um desafio para as lojas virtuais;

Para isso além das informações que possibilitem o cliente de realizar a compra certa, necessitasse também de demonstrar para o cliente que a loja é idônea;

As imformações nas lojas virtuais devem ser prestadas de forma clara e honesta, devem constar orientações sobre as medidas de segurança adotadas pela loja, garantias de devolução de produtos, prazos de entrega, frete, depoimento de outros clientes etc.
Lojas que ajudam os visitantes a romper a inércia
Do mesmo modo que na loja física os clientes ficam indecisos na hora de efetuar compras;

O consumidor on-line é muito propenso a diar uma compra por diversos motivos;

Desta forma as veses é necessário um estímulo para que incentive o cliente a romper a inércia;

Este estímulo poder vir na forma de descontos, brindes, programas de milhagem, etc.
4. Trazer muitos visitantes para a loja
Inserção em sites de busca
Não basta ter apenas uma excelente loja virtual sem ter o principal, clientes para visitá-la é claro!

Para isso existem diversas estratégias de webmarketing:
O significado de SEO é Search Engine Optimization. Em português ele é conhecido como Otimização de Sites, MOB e Otimização para Buscas. O SEO nada mais é do que a otimização de uma página (ou até do site inteiro) para ser melhor compreendido pelas ferramentas de busca. A conseqüência da utilização das técnicas de SEO é o melhor posicionamento de um site em uma página de resultados de uma busca. Por exemplo, ao pesquisar no Google por “Marketing de Busca”, o primeiro resultado é este site.
E-mail Marketing -


É uma ferramenta poderosa na difusão de propaganda para as lojas virtuais.

Não pode ser difundida como o envio massivo de informações indesejáveis SPAM

Recebimento de e-mails são umas das atividades mais realizadas pelos internautas na atualidade.
Programa de Afiliados -

Tratam-se de sites que anunciam sua loja e ao direcionarem clientes que efetuarem compras recebem de você uma comissão pelo marketing;

Este tipo de programa ainda é pouco difundido no Brasil tendo em vista que os valores repassados pelas comissões ainda são irrisórios;

Porém este meio tende a florescer principalmente em lojas que possuam menor tráfego de clientes.
Referências:

FELIPINI, Dalton. ABC do E-commerce: Os quatro segredos de um negocio bem sucedido. São Paulo: LeBooks, 2011.

FELIPINI, Dalton. ABC do E-commerce: Plano de Negócios para empresas na internet. São Paulo: LeBooks, 2011.
Full transcript