Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Anorexia e Neuropsicologia

Disciplina de Neuropsicologia
by

Pâmela Cristini Olczyk S.

on 3 December 2015

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Anorexia e Neuropsicologia

O início dos sintomas freqüentemente associa-se à adolescência. Nesta fase há uma "poda" das sinapses e uma necessidade de reforço da personalidade individual, é nesta fase onde encontram-se os maiores e mais complexos conflitos dos indivíduos. Ao mesmo tempo em que sinapses são "cortadas", novas conexões cerebrais são definitivamente formadas, definindo assim um perfil de cada indivíduo.
Anorexia e Neuropsicologia
ANOREXIA
ANOREXIA
ANOREXIA
anorexia
anorexia
anorexia
Adriano Michellon,
Daniel Hilário,
Franciele Muller,
Guilherme Quintana,
Pâmela Cristini Olczyk.

Caracterizada por profunda perturbação da imagem corporal com busca incessante pela magreza.
A inanição é freqüentemente observada.
A relação de mulheres para homens da doença é de aproximadamente 10-20: 1
Um público alvo sujeito a anorexia é obviamente formado por profissionais que necessitam de
uma imagem
física para se destacarem
como é o caso
de modelos,
ginastas,
etc.
O indivíduo tem uma imagem distorcida de si mesmo.
Tipo compulsão: há episódios de hiperfagia
ou purgação pelo vômito auto-induzido, uso de laxantes e diuréticos. Nesta fase da anorexia nervosa há bulimia associada a anorexia.
Tipo restritivo: não ocorre episódios de hiperfagia ou purgação pelo vômito.
Há comportamento obsessivo-compulsivo associado a depressão e muita ansiedade.
Chegam ao médico quando a perda de peso começa a originar hipotermia ( < 35°C), bradicardia, hipotensão, edema e hipocalemia alterando assim as ondas no eletrocardiograma, podendo levar ao óbito.
A taxa de suicídio é maior na anorexia
do tipo compulsivo.
Nas anorexias do tipo compulsivo há cáries em excesso, erosão gástrica, fadiga e sudorese além de convulsões.
Taxa de suicídio (5-18%)
Medicamentos, como antidepressivos, antipsicóticos e estabilizadores de humor, podem ajudar alguns pacientes anoréxicos quando ministrados como parte de um programa de tratamento completo.

Por exemplo:
Antidepressivos
Olanzapina (Zyprexa Zydis)
Inibidores seletivos de recaptação da serotonina (ISRSs)
Esses medicamentos podem ajudar a tratar a depressão ou a ansiedade.
Embora essas drogas possam ajudar, nenhum medicamento foi comprovado para reduzir o desejo de perder peso.
leva à morte em 10% dos casos
Em 90% dos casos, acomete adolescentes e adultas jovens, do sexo feminino, na faixa de 12 a 20 anos.
Características:
- Perda de peso em um curto espaço de tempo
- Alimentação e preocupação com peso corporal tornam-se obsessões
- Crença de que se está gordo mesmo estando excessivamente magro
- Parada do ciclo menstrual (amenorréia)
- Interesse exagerado por conhecer sobre alimentos
- Comer em segredo e mentir a respeito de comida
- Vômitos induzidos e Laxantes (em casos de anorexia purgativa)
- Depressão, ansiedade e irritabilidade
- Exercícios físicos em excesso
- Progressivo isolamento da família e amigos
- Alterações neurológicas devido à falta de alimentos
Complicações médicas:
- Desnutrição e desidratação
- Hipotensão (diminuição da pressão arterial)
- Anemia
- Redução da massa muscular
- Intolerância ao frio
- Mobilidade gástrica diminuída
- Amenorréia (parada do ciclo menstrual)
- Osteoporose (rarefação e fraqueza óssea )
- Infertilidade em casos crônicos
- Infarto
Há preocupação excessiva com dieta e perda de peso, que resulta em emagrecimento severo e, às vezes, morte.


Influências psicossociais

obsessões e ansiedade

distúrbio nos circuitos cerebrais do apetite.
Sintomas secundários a:
Podem ter disfunção no circuito neural ventral e dorsal - talvez relacionados com a serotonina e dopamina - que contribui para os sintomas.
Resistentes ao tratamento

Não tratam a doença com seriedade
Daniel Hilário,
Franciele Muller,
Adriano Michellon,
Guilherme Quintana,
Pâmela Cristini Olczyk.
A imagem mostra as diferenças entre o cérebro de uma mulher sã (esquerda) e uma com anorexia (direita) ante uma recompensa. (Foto: Universidade de Pittsburg)
Os pacientes com AN apresentam alterações no sistema de recompensa. Esta anomalia pode explicar a incapacidade do anoréxicos de sentirem prazer.

Para a paciente anoréxica pode ser difícil avaliar o prazer imediato, que a comida traz. Pessoas que sofrem desta doença "não são capazes de identificar o significado emocional de um estímulo, que é importante para entender por que é tão difícil aderir ao tratamento".

Por outro lado, uma outra região de atividade no cérebro, o núcleo caudado, foi exagerada. Esta estrutura é ativada quando uma pessoa precisa de uma estratégia para alcançar um objetivo, algo desnecessário neste experimento por causa do jogo de azar. Isso reflete uma preocupação com a cometer erros, com as conseqüências de suas ações.
Nova técnica poderá ajudar pacientes com anorexia


Cientistas canadenses desenvolveram uma nova técnica que pode acabar com quadros de anorexia. Uma espécie de marcapasso é implantado no cérebro, em regiões responsáveis pela ansiedade e prazer.

O dispositivo envia impulsos magnéticos para essas regiões a fim de estimulá-las.
Fig.1 - A estatística paramétrica e mapeamento de áreas de diminuição do fluxo sanguíneo na Anorexia Nervosa Restritiva. A diminuiu do fluxo sanguíneo é bilateral e anterior, na região do Giro Cingulado (Zona 24 de Brodmann"s) e em partes das regiões frontais (partes das zonas 8, 9,10 e 32), quando comparados com os controles saudáveis. (P <0,001, medida = 550)

*- Naruo T, Nakabeppu Y, Deguchi D, Nagai N, Tsutsui J, Nakajo M, Nozoe SI - Decreases in blood perfusion of the anterior cingulate gyri in Anorexia Nervosa Restricters assessed by SPECT image analysis, BMC Psychiatry 2001, 1:2
São obsessivos com regras alimentares e exercícios.
Trabalho de Naruo* e cols. com 7 pacientes com Anorexia Restritiva e 7 com Anorexia Bulímica em 2001
A anorexia tem a maior taxa de mortalidade que qualquer perturbação psiquiatrica
Características de personalidade com pessoas que tem predisposição para anorexia:

Emoções negativas, esquiva ao dano, perfeccionismo, inibição, desejo de emagrecer, consciência interoceptiva alterada, traços obesessivos-compulsivos.
Pacientes com anorexia apresentam emocionalidade alterada, diminuição da atividade sexual e hiperatividade.
Pacientes com anorexia podem apresentar critérios para depressão, transtorno obsessivo-compulsivo e outros transtornos de ansiedade.
Sintomas
Critérios diagnósticos
da Anorexia Nervosa
N
O
R
E
X
I
A
Especificar tipo:

Tipo Restritivo: durante o episódio atual de Anorexia Nervosa, o indivíduo não se envolveu regularmente em um comportamento de comer compulsivamente ou de purgação (isto é, auto-indução de vômito ou uso indevido de laxantes, diuréticos ou enemas).

Tipo Compulsão Periódica/Purgativo: durante o episódio atual de Anorexia Nervosa, o indivíduo envolveu-se regularmente em um comportamento de comer compulsivamente ou de purgação (isto é, auto-indução de vômito ou uso indevido de laxantes, diuréticos ou enemas).
A. Recusa a manter o peso corporal em um nível igual ou acima do mínimo normal adequado à idade e à altura (por ex., perda de peso levando à manutenção do peso corporal abaixo de 85% do esperado; ou fracasso em ter o ganho de peso esperado durante o período de crescimento, levando a um peso corporal menor que 85% do esperado).
Critérios Diagnósticos para F50.0 - 307.1 Anorexia Nervosa
B. Medo intenso de ganhar peso ou de se tornar gordo, mesmo estando com peso abaixo do normal.
C. Perturbação no modo de vivenciar o peso ou a forma do corpo, influência indevida do peso ou da forma do corpo sobre a auto-avaliação, ou negação do baixo peso corporal atual.
D. Nas mulheres pós-menarca, amenorréia, isto é, ausência de pelo menos três ciclos menstruais consecutivos. (Considera-se que uma mulher tem amenorréia se seus períodos ocorrem apenas após a administração de hormônio, por ex., estrógeno.)
Eletrodos que estimulam áreas profundas do cérebro
Fios conectores
Marcapasso
cingulado subcaloso
As voluntárias envolvidas no projeto possuem uma forma crônica do transtorno alimentar e, três meses após serem submetidas ao procedimento, tiveram aumento de peso.

O mesmo tipo de dispositivo é utilizado há mais de duas décadas para controlar tremores em pacientes diagnosticados com mal de Parkinson.
isolar
Anorexia em crianças
O Digit Symbol depende da velocidade motora para sua realização adequada. Assim, uma hipótese plausível seria a de que uma lentificação geral, devida à desnutrição, poderia contribuir para um desempenho deficitário dos pacientes com AN em testes como o Digit Symbol, independentemente da presença de um déficit primário no processamento de informação.
Stroop CW e o TMT – testes que avaliam flexibilidade cognitiva – em 46 pacientes hospitalizados com AN e 41 controles, não encontraram diferenças significativas entre os grupos, embora um maior número de pacientes com AN tenha apresentado desempenho deficitário.
Benton Visual Retention Test

pacientes com AN e observaram desempenho deficitário na evocação de curto prazo.
Rey-Osterrieth Complex Figure, observaram
pior desempenho nos pacientes com AN do que nos controles.
Testes Neuropsicológicos utilizados em AN
O hipotálamo tem um papel importante no controle da fome e do metabolismo.

Essas mudanças não são, necessariamente, devido à falta de nutrientes do corpo, mas sim pelo estresse causado pela falta de alimentos.
Full transcript