Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Estrutura Organizacional de um Salao de Beleza

No description
by

mariane conde

on 24 October 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Estrutura Organizacional de um Salao de Beleza

Tudo na vida exige um
bom Plano ...


A beleza não agrada só aos olhos. Ela faz bem ao coração e sacia as necessidades do ser humano.
LAYOUT - ESPAÇO FÍSICO
O LAYOUT PRECISA TER

instalações elétricas e hidráulicas em boas condições,
boa iluminação,
paredes e pisos claros e laváveis.

É imprescindível transmitir a impressão de limpeza.
8- Estrutura

A beleza não agrada só aos olhos. Ela faz bem ao coração e sacia as necessidades do ser humano.
ESPAÇO EXTERNO

Verificar se o espaço oferece facilidade de estacionamento.

9- Equipamentos e Móveis
MÓVEIS

Os móveis devem ser adequados a cada espaço do layout para facilitar a prestação dos serviços.
Proporcionando aos clientes conforto, bem-estar, comodidade e privacidade.
Layout
10-EQUIPAMENTOS

Os equipamentos básicos são:

- Cadeiras e bancadas com espelhos;
- Lavatórios, secadores;
- Equipamentos para manicure, podólogo, depilador.


Nunca colocar muito à frente da loja

atividades que possam expor o cliente.

a uma situação de constrangimento devido as pessoas que estão passando do lado de fora.

Atividades como aplicação de máscaras ou tratamentos de pele, tratamento para os pés e outros.
SALAS DE ESPERA PARA OS CLIENTES

É muito comum o proprietário se preocupar com o local onde vai colocar todos os produtos e equipamentos e se esquecer do local onde o cliente vai circular, esperar e pagar.
11- Circulação

ÁREAS DE SERVIÇOS PRECISAM SER AMPLAS

O salão de beleza precisa ter uma boa fluidez!
Outro aspecto fundamental é a iluminação.

Salões de beleza são locais que precisam estar bem iluminados.
Deve-se ter muito cuidado com a iluminação, principalmente nas bancadas de coloração e maquiagem.
12- Iluminação
Os pisos precisam ser bem avaliados antes de serem escolhidos. Nunca colocar um piso só porque ele é bonito. Eles devem facilitar a limpeza e higienização.
Pisos
PISOS
Os claros abrem o ambiente e proporcionam a sensação de limpeza.
Pisos antiderrapantes e de alta resistência à abrasão para aguentarem o alto tráfego e ao impacto de possíveis objetos que caiam ao chão são ideiais.
Pisos muito desenhados, eles tendem a poluir o espaço. Na dúvida, procure orientação sobre materiais junto a profissionais especializados.
As cores devem estar em harmonia com a proposta do seu negócio, ou seja,
com o ambiente que você quer oferecer ao cliente.
Cores
ESTRUTURA ORGANIZACIONAL
do
SALÃO DE BELEZA
15 H

ASSUNTOS A SEREM ABORDADOS

1- Regulamentação das atividades e funcionamento de estabelecimentos de beleza e afins.

2- Planejamento de Layout, mobiliário, equipamentos, decoração e arquitetura, etc.

3- Documentação necessária para a abertura e o funcionamento.






4- Processos administrativos.

5- Gerenciamento de produtos e fornecedores: noções de compras e estocagem de material.

6- Estratégias de negociação.






7- Formação de preço:
- custos diretos e indiretos.

8- Estratégias de marketing, prospecção de parcerias e clientes.

9- Controle administrativo, financeiro e documentos: contas a pagar e receber, nota fiscal, título de protesto, duplicata de pagamento, etc.






10- Redes e mídias sociais:
- como utilizá-las a favor do empreendimento.

11- Softwares específicos para administração dos estabelecimentos de beleza e afins.
O quê? (objetivo)
Por quê? (importância)
Para quem? (ambrangência)
Onde? (local)
Quando? (tempo)
Como? (metas)
Quanto? (recursos materiais e intelectuais)

TUDO A SERVIÇO DA BELEZA ...







MAS, PERAI...

HOJE AS PESSOAS ESTÃO VALORIZANDO MAIS A SAÚDE

NUNCA TENHA MEDO DO NOVO

TRABALHAR COM
REALISMO,
PAIXÃO,
DETERMINAÇÃO,
ATITUDE E
FORÇA
SEM PERDER O FOCO
NUNCA PERDENDO O ESPÍRITO DE MUDANÇA...




Especialistas afirmam que a depilação da barba, com cera quente, dura até três semanas e deixa a pele macia

Foto: Getty Images
ÁREAS DE SERVIÇOS EM UM LAYOUT

sala de depilação e massagem,
bancadas de corte,
lavatórios,
banheiros,
recepção,
bancadas para manicure e pedicure,
bancada para tintura e
local de armazenagem de produtos (estoque).
O que precisa ser observado?
Então, qual deve ser o plano para se chegar até aqui?
1- Definição das atividades a serem desenvolvidas (Ficha técnica).


Em um salão não se corta somente o cabelo...
Afinal,
2- Saber quem é o cliente e conhecer as suas expectativas e necessidades


INFORMAÇÃO IMPORTANTE

Hoje até as mulheres vão ao salão de beleza...rsrsrs

Atualmente os salões atingem uma clientela bem diversificada; homens, mulheres, idosos, crianças...

SERVIÇOS À DISPOSIÇÃO
DO CLIENTE

Manicure,
pedicure,
cabeleireiro,
maquiagem,
depilação,
estética,
etc.
O PODER DA VISÃO
+
A CRIATIVIDADE
=
PRODUTOS OU SERVIÇOS DIFERENCIADOS

3- EU ME CONSIDERO EMPREENDEDOR?

1- conhecer ramo de atuação e buscar sempre inovações,
2- Possui capacidade de liderar e motivar,
3- Correr riscos calculados,
4- Ser otimista, organizado e criativo,
5- Possui comprometimento e determinação,
6- Ser persistente, não desistir e superar obstáculos,
7- Ser independente e autoconfiante,
8- Estabelecer metas,
9- Buscar oportunidades e tomar iniciativa,
10- Acompanhar o desempenho dos concorrentes,
11- Planejar e monitorar as ações.
4- IDENTIFICANDO A OPORTUNIDADE

O que montar? E como saber se é viável?

1- Na dúvida...escolha o que você tem afinidade e experiência,
2- Perceba seu dom ou habilidades para o negócio,
3- Tenha conhecimentos sobre o mercado,
4- Avalie os recursos que tem e que precisa para iniciar,
5- Faça pesquisas de mercado,
6- Tenha conhecimento de acesso aos serviços financeiros.



7- ASPECTOS FORMAIS

TODO O EMPREEENDIMENTO PRECISA:

- Registro na Junta Comercial;
Contrato Social
- Registro na Secretaria da Receita Federal;
CNPJ
- Registro na Secretaria da Fazenda;
Inscrição Estadual
- Registro na Prefeitura do Município;
Alvará de Licença e Funcionamento
- Registro no INSS;
- Registro no Sindicato Patronal;
- Licença da Vigilancia Sanitária;
- Inspeção e autorização do Corpo de Bombeiros
.
4:
-
6- ASPECTOS FORMAIS

Para a abertura da empresa, o melhor caminho é a contratação de um contabilista.

Você pode assumir o negócio sozinho, registrando-se como empresário,

ou montar o empreendimento com outra pessoa, firmando uma sociedade.
5- ASPECTOS LEGAIS


A Lei 12.595 de 2012 foi aprovada no dia 18 de janeiro, e já está em vigor.

Reconhece o exercício das atividades profissionais de cabeleireiro, barbeiro, esteticista, manicure, pedicure, depilador e maquiador.

Fixa normas sanitárias para profissionais e estabelecimentos de estética.


Traz, de forma expressa, a obrigatoriedade de procedimentos como esterilização de materiais e utensílios utilizados no atendimento aos clientes de salões de beleza.



Massoterapia, yoga, drenagens e até mesmo pequenas cirurgias estéticas...
e ter sala de espera ou pelo menos algumas cadeiras com direito a cafezinho, água, TV ou música ambiente.
É o mínimo de conforto a ser oferecido ao público de qualquer classe social.
Havendo disponibilidade financeira,
é interessante adquirir
outros equipamentos, tais como:

Conjuntos para maquiagem, depilação e estética; Mesas e cadeiras para manicure; Aparelhos de TV; Equipamentos de hidratação; Estufas para esterilização, etc.
10- EQUIPAMENTOS
PISOS

Lei nº 6.360, de 23 de setembro de 1976


Dispõe sobre a vigilância sanitária a que ficam sujeitos os medicamentos, as drogas, os insumos farmacêuticos e correlatos, cosméticos, saneantes e outros produtos.
Full transcript