Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

A Arte da Guerra

No description
by

Andreia Cristina Santos

on 22 March 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of A Arte da Guerra

A Arte da Guerra
Breve histórico
Sun Tzu, natural do estado de Ch'i, viveu durante o período histórico da China conhecido como o dos "Reinos Combatentes".Para que se possa entender a importância do maior Tratado Militar escrito por Sun Tzu, A Arte da Guerra, deve-se compreender que até 500 a.C., a guerra era considerada de maneira geral, um ritual. O primeiro registro da obra foi feito pelo famoso historiador chinês Ssu-Ma Chien por volta do ano 100 a.C.. A Arte da Guerra foi estudada por centenas de oficiais chineses e japoneses durante séculos a fio.
Sobre o general Sun Tzu, muito pouco se sabe. Ele próprio era um mistério pela ausência de dados sobre a sua vida. Não existe uma biografia sobre Sun Tzu que narre, em ordem cronológica, seus feitos.O que existe são narrativas de fatos ocorridos, evidenciando passagens que demonstram traços de sua personalidade e suas ações.


Sun Tzu
II- Operação de Guerra
A arte da guerra é um exército de mil carros velozes; mil carroções cobertos de couro e cem mil guerreiros com cotas de malha. Abundância de coisas necessárias para esse exército deslocado sobre uma distância de mil li¹, com gastos no Estado e no campo de operações. Incluindo enviados ao exterior e conselheiros; matérias e manutenção de carros e armaduras. Somente quando você tiver mil peças de ouro para cada dia de guerra poderá mobilizar cem mil guerreiros.
I - Análise e Planos
Sun Tzu disse:
"A arte da guerra é questão vital para o estado. É o âmbito onde a vida e a morte são fundamentadas, um caminho que leva à aniquilação ou determina a sobrevivência. Deve ser examinada com cuidado e nunca negligenciada."
A única forma para prever o resultado de uma guerra é analisar a situação com base nos cinco fatores:
PRIMEIRO - Tao (caminho)
SEGUNDO - Clima
TERCEIRO - Terra
QUARTO - Líder
QUINTO - Métodos
O livro
O livro a Arte da Guerra de Sun Tzu, apesar de ter sido escrito muitos anos atrás, (estima-se que tenha sido escrito 2500 anos atrás) continua ainda hoje a ser utilizado como base na área da estratégia.
Sun Tzu foi um general do exército chinês, que serviu entre 544 a 496 AC. O livro é composto de 13 capítulos, onde cada um deles é dedicado a uma estratégia de guerra.
O livro é um clássico do Planejamento Estratégico, pois, apesar de ser um tratado militar os conceitos são totalmente adaptáveis as empresas e os negócios atualmente.
Os conceitos do Planejamento Estratégico citados no livro são: Planejamento, Condução da Guerra, Estratégia Ofensiva, Poder de Defesa, Energia em Potência, Pontos fortes e fracos, Manobras, Nove variáveis táticas, Movimentação do Exército, Terreno, Nove Regiões, Ataques com fogo, Utilização de agentes secretos.
1.li atuais equivalem à mil metros.
III-Preparando o Ataque
Na arte da guerra, a melhor opção é tomar o inimigo intacto, esmagar um país é apenas a segunda melhor opção.
"Conheça o teu inimigo e conheça a si mesmo; se tiveres cem combates a travar, cem vezes serás vitorioso".

4 Principios básicos:
-Atacar estratégias;
-Atacar alianças;
-Atacar soldados;
-Ataque a cidades.
IV-Posições e Táticas
"Só se pode ser vencido por erro próprio e só se atinge a vitória por erro do inimigo".

Os elementos da arte da guerra são descritos como:
1-Noções de espaço;
2-Avaliação das quantidades;
3-Os cálculos;
4-As comparações;
5-As possibilidades de vitória.
v-Estratégia do confronto direto e indireto
VI-Pontos fracos e pontos fortes
"Para conseguir que a força de seu exército seja semelhante à de uma pedra de moinho chocando-se contra um ovo, utilize a ciência dos pontos fracos e pontos fortes."
VII-Manobras
Na guerra, o general que recebe suas ordens do soberano, deve concentrar suas forças e transformar seu exército em um conjunto harmonioso, mobilizando o povo. Depois, instalar as tropas em lugar vantajoso.
"Comandar muitos é o mesmo que comandar poucos. Tudo é uma questão de organização. Controlar muitos ou poucos é uma mesma e única coisa. É apenas uma questão de formação e sinalizações.
VIII-Eventualidade
"Uma vez dada pelo soberano a ordem de mobilizar a população para guerra, cabe ao comandante reunir o exércitoe organizar as tropas."
IX-O exército em movimento
"Antes de movimentar suas tropas, informe-se da posição de seu inimigo.Quando fizer seu exército marchar, atravesse rapidamente as montanhas e fique nas proximidades dos vales. Acampe sempre em terreno alto e em local ensolarado. Quando travar combate em colinas, não suba ao topo para alcançar o inimigo."
A superfície da terra apresenta uma infinidade de lugares, deves fugir de alguns e buscar outros. Todavia, deves conhecer bem todos eles.
X-Terreno
XI-Nove tipos de situações
Relação, conduta e táticas no terreno;
Declaração de guerra;
Metáfora da serpente.

XIII-Uso de espiões
Necessidade;
Tipos:Nativo,Interno,convertido,descartável e indispensável.
Como empregar.

XII-Ataque pelo fogo
- Inimigo, propriedades, equipamentos, arsenais de guerra e reabastecimento;
-Condutas apropriadas,momento oportunuo;

Obrigado!
Vitor,Erik,Andreia,Joel,Gabriel e Pedro Klautau.
Full transcript