Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Salsa e Merengue

No description
by

Renata Krás Borges Ferreira

on 28 August 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Salsa e Merengue

CUBA
REPÚBLICA DOMINICANA
SALSA
O QUE É:
A salsa é uma mistura de ritmos latinos e africanos que tem em sua base o som cubano. Desta forma, o ritmo tem as suas raízes em Cuba, e teve início lá pela década de 40.

O nome “salsa” significa tempero, e foi dado exatamente para que transmitisse “sabor”, como se fosse uma mistura de ingredientes musicais.
ORIGEM E CULTURA
O ritmo teve sua raiz em Cuba, mas criou várias ramificações até chegar ao atual. O som cubano, base da salsa, que por si só já tem influência hispânica, francesa e africana, e começou a contagiar a população no início do século XIX.

Mais tarde, em 1950, um músico cubano chamado Arsénio Rodriguez se muda para Nova York e dá origem ao som montuno, um outro subgênero do som cubano que influenciou o formato da salsa de hoje em dia. O músico é considerado um dos precursores da salsa nos EUA.
HISTÓRIA
A partir da década de 80, a salsa teve influência do Merengue, da República Dominicana, com letras eróticas e sensuais. Desde então, o ritmo começou a ficar cada vez mais popular e difundido pelo mundo, chegando a Europa e Japão.

Não dá para definir um ritmo exato para a salsa. Com tantas influências, é possível afirmar que as principais regiões criaram um estilo de salsa característico e cultural.
ESTILOS
A salsa é conhecida como uma dança sensual e ganhou características diferentes pelos lugares em que passou, ou seja, os estilos Cubano, Miami, Los Angeles, Ballroom, Porto-riquenho, Israel, Colombiano e New York.
SALSA PORTO-RIQUENHA
Na Salsa de Porto Rico, a dança é mais elegante e suave e tem mais ênfase na técnica dos pés.
SALSA CUBANA
A salsa cubana é caracterizada pela improvisação e pelo destaque na cintura.
No estilo de Miami, os casais dançam com os braços e segurando nas mãos, sem pegar na cintura.
SALSA DE MIAMI
VESTIMENTA
CURIOSIDADES
VÍDEO
Salsa e Merengue
Na decada de 40, os jovens que dançavam muito próximos eram mal vistos por suas famílias. Para dançar, flexionava-se os joelhos e movia-se o corpo todo, o chão era de terra e por isso, precisavam levantar os pés de forma exagerada.

Atualmente a Colômbia se destaca na produção da salsa, com músicos como Joe Arroyo, o grupo Niche e o conjunto Guayacán. Hoje, os mais recentes frutos salseiros são o mereng-house, a salsa merengue e a salsa gorda.
PRINCIPAIS NOMES
Sexteto Habanero
Grupo Septeto Nacional
de Ignácio Piñero
Trio Matamoros
Arsênio Rodriguez
Benny More
Oscar de León
Giberto Santarosa
Lalo Rodríguez
Eddy Santiago
Luis Enrique
Marc Antony
La India
Tito Nieves
DLG
1920, grupo que marcou o som cubano
que incluiu no formato composto por contrabaixo, guitarra, cravo, maracás, voz e trompete, o piano, a tumadora e 3 ou 4 trompetes
COMO DANÇAR
Passos pequenos, sempre menores que a largura dos ombros, isso ajuda no equilíbrio e facilita os movimentos.
A mulher não deve decidir o que fazer antes que seja conduzida, o homem não deve permitir que ela avance seus passos aos dele. Esta forma de condução é chamada de contradança.
O passo da salsa geralmente é rápido, rápido e lento, o rápido leva apenas um compasso de música e o lento leva dois.
1
3
2
REFERÊNCIAS
http://www.salsaybachata.com/blog/vestuarios-de-salsa/
http://www.educacaofisica.seed.pr.gov.br/modules/conteudo/conteudo.php?conteudo=158
http://www.comofazertudo.com.br/hobbies/como-se-dan%C3%A7a-salsa
http://passobase.com/artigos/salsa-danca-sensual
http://www.salsabraga.com/blog/210/a-historia-da-salsa
http://www.educacaofisica.seed.pr.gov.br/modules/conteudo/conteudo.php?conteudo=158
http://dancadesalao.wordpress.com/2007/09/28/vestuario/
http://dancasdesalao.wordpress.com/category/salsa/curiosidades-salsa-2/
http://www.infoescola.com/danca/salsa/
SALSA

Passo a Passo Básico:
Parte do homem

* Passo a frente com o pé esquerdo, deixando o pé direito no lugar (contagem 1 ou R).
* Transfira o peso para trás para o pé direito sem move-lo (contagem 2 ou R).
* Aproxime o pé esquerdo do pé direito (contagem de 3,4 ou L).
* Passo para trás com o pé direito, deixando o pé esquerdo no lugar (contagem 1 ou R).
* Transfira o peso para trás para o pé esquerdo sem mover-lo (contagem 2 ou R).
* Aproxime o pé esquerdo do pé direito (contagem de 3,4 ou L).

LATERAL

* Passo de lado com o pé esquerdo, deixando o pé direito no lugar (contagem 1 ou Q).
* Transfira o peso de volta para o pé direito sem move-lo (contagem 2 ou Q).
* Aproxime o pé esquerdo do pé direito (contagem de 3,4 ou S).
* Passo de lado com o pé direito, deixando o pé esquerdo no lugar (contagem 1 ou Q).
* Transfira o peso de volta para o pé esquerdo sem mover-lo (contagem 2 ou Q).
* Aproxime o pé direito do pé esquerdo (contagem de 3,4 ou S).
Passo a Passo Básico:
Parte da dama – A parte da dama é o oposto da parte natural do homem.

* Passo para trás com o pé direito, deixando o pé esquerdo no lugar (contagem 1 ou R).
* Transfira o peso para trás para o pé esquerdo sem mover-lo (contagem 2 ou R).
* Aproxime o pé direito do pé esquerdo (contagem de 3,4 ou R).
* Passo a frente com o pé esquerdo, deixando o pé direito no lugar (contagem 1 ou R).
* Transferência de peso para trás para o pé direito sem mover-lo (contagem 2 ou R).
* Aproxime o pé esquerdo do pé direito (3,4 contagem ou R).

LATERAL

** Passo de lado com o pé direito, deixando o pé esquerdo no lugar (contagem 1 ou Q).
* Transfira o peso para trás para o pé esquerdo sem mover-lo (contagem 2 ou Q).
* Aproxime o pé direito do pé esquerdo (contagem de 3,4 ou Q).
* Passo de lado com o pé esquerdo, deixando pé direito no lugar (contagem 1 ou Q).
* Transfira o peso para trás do pé direito sem mover-lo (contagem 2 ou Q).
* Aproxime o pé esquerdo do pé direito (contagem 3,4 ou Q).
Nas danças latino-americanas a roupa é mais informal: a roupa clássica é substituída por camisas e camisetas no vestuário masculino, e no feminino as saias são mais curtas e de cores vivas.

O vestuário para dançar Salsa se caracteriza pelo estilo caribenho, pelo colorido, alegria e fantasia.

Os trajes da dama, principalmente, devem ser resistentes para permanecer no local até o fim do espetáculo.

Roupas da mulher e do homem devem combinar sempre.
No vestuario de Salsa pode usar tudo, mas nao tudo ao mesmo tempo:
Franjas, que acompanham e enfatizar os giros e movimentos de quadril.
Volados, que aumentam os movimentos do quadril e ombros, acentuando sua cintura fina.
Brilho, que aumenta a fantasia de dança, mas engordam.
Decotes, que fornecem erotismo a dança.
Saias curtas, destacando a beleza das pernas e enfatizando seus movimentos.
Calças, destacam as pernas e proporcionam cor e segurança.
Leggings, muito confortáveis ​​por sua flexibilidade e altamente estética.
Decote nas costas, proporcionando mobilidade e sensualidade.
Vestidos, útil se você precisa de uma mudança rápida.
Camila
Henriet
Luciane
Nathalia
Renata

MERENGUE
ORIGEM E CULTURA
CARACTERÍSTICAS
VESTIMENTA
HISTÓRIA
COMO DANÇAR
PRINCIPAIS NOMES
VÍDEO
http://www.salsaybachata.com/blog/vestuarios-de-salsa/
http://www.educacaofisica.seed.pr.gov.br/modules/conteudo/conteudo.php?conteudo=158
http://www.comofazertudo.com.br/hobbies/como-se-dan%C3%A7a-salsa
http://passobase.com/artigos/salsa-danca-sensual
http://www.salsabraga.com/blog/210/a-historia-da-salsa
http://www.educacaofisica.seed.pr.gov.br/modules/conteudo/conteudo.php?conteudo=158
http://dancadesalao.wordpress.com/2007/09/28/vestuario/
http://dancasdesalao.wordpress.com/category/salsa/curiosidades-salsa-2/
http://www.infoescola.com/danca/salsa/
http://www.slideshare.net/AdelaideBotelho/merengue-15338906
http://www.ehow.com.br/figurino-usado-dancas-merengue-info_17825/
MERENGUE

DANÇAS LATINAS

RIED, Bettina. Fundamentos de Dança de Salão. Londrina: Midiograf, 2003.
Danças Latinas
As Danças Latinas têm caráter completamente diferente das Européias. Enquanto nas Européias o par se desloca pelo salão, sem nunca se separar, nas Latinas o par muda de postura a todo instante: ora abraçado frente a frente ou lado a lado, ora com apenas uma mão dada ou até bastante longe um do outro, mantendo contato apenas pelo olhar e a sincronicidade dos movimentos.

Nas Européias a elegância se impõe através do minimalismo, enquanto nas danças latinas há exuberância tropical se expressando através da movimentação ampla e diversificada, expressando pantomimicamente o caráter de cada ritmo. (RIED, 2003)
O merengue é a dança nacional da República Dominicana e, de certa forma, do Haiti, vizinho que compartilha a ilha.

É uma combinação de duas danças: o africano e o minueto francês, dos finais de 1700, princípios de 1800. Os escravos negros viram as danças de salão nos bailes das "Casas Grandes" e começaram a imitar essas danças nas suas próprias festas.

Porém, as danças dos Europeus não eram divertidas, sendo demasiado calmas e enfadonhas. Por esse motivo, e com o passar do tempo, os escravos adicionaram uma batida especial, providenciada pelos tambores.
Mais tarde foi introduzido nos Estados Unidos, mais propriamente em Nova Iorque, não sendo, porém, muito conhecido senão alguns anos mais tarde. Normalmente era dançado em pistas de dança pequenas e abarrotadas, sendo, essencialmente, uma dança alegre, contagiante e muito fácil de aprender.

Em contraponto, temos O merengue como um gênero musical, surgiu de uma dança chamada “Upa Habanera”.

O ritmo apareceu em Porto Rico e na Venezuela, e depois chegou à República Dominicana, em meados do século XIX.

O nome vem da palavra da era colonial: muserengue ou tamtan mourinique, que era usado para designar as danças em algumas culturas africanas. Na década de 1850, o merengue havia se tornado muito popular, mas era rejeitado pela classe alta por sua associação com a música africana e pelo conteúdo picaresco de suas composições.

Desde o século XIX, foi feita uma nova campanha contra o merengue, mas o ritmo já havia conquistado toda a população da região de Cibao, no norte da República Dominicana.
O merengue é uma dança com aspectos maliciosos nos movimento e erótico nas letras.

Os instrumentos principais são o acordeão, o baixo, a guira, a guitarra, o saxofone, a tamborra e o trompete.

Merengue típico - merengue estilo Yanqui - merengue com mambo - merengue rodondo - pambiche - pri-pri
Ao nível coreográfico, esta dança apresenta passos fáceis e rápidos, dançados por casais entrelaçados.

O passo base de toda a sua estrutura é elementar: enquanto um dos pés marca o tempo, o outro é arrastado no chão.

As pernas comandam esta dança frenética, contrastando com os membros superiores, que se mantêm praticamente imóveis.


Walfrido Vargas
Cantor mais conhecido no momento
Juan Luis Guerra
Juan Luis Guerra, principal cantor, compositor e produtor musical da República Dominicana, é responsável pela renovação do tradicional ritmo do merengue. No Grammy Latino, levou os prêmios de Gravação do Ano, Melhor Álbum de Merengue, Melhor Canção Tropical, Álbum do Ano e Canção do Ano, graças a La Llave de mi Coración.
ESTILOS
Merengue típico
Merengue estilo Yanqui
Merengue com mambo
Merengue rodondo
Pambiche
Pri-pri
PASSOS
Os homens usam calças escuras e camisas de botão modelo padrão, são geralmente as mulheres que traduzem o espírito animado dos passos de merengue em seus figurinos.

As roupas da dança tendem a ser coloridas, apertadas e reveladoras, não apenas para exibir os movimentos da dança, mas também para favorecer a vivacidade da música.
Hoje, não só é usado em todas as ocasiões de dança na República Dominicana, como é muito popular ao longo das Caríbas e América do Sul, sendo uma das danças latino-americanas standards.

A primeira lenda conta que esta dança começou com os escravos que, acorrentados uns aos outros, viam-se forçados a arrastar uma perna para poderem trabalhar nos campos de cana-de-açúcar.

A segunda fábula diz que um dos grandes heróis de guerra da República Dominicana foi lesionado numa perna e quando regressou à sua terra natal, a comunidade recebeu-o com uma enorme festa. Com respeito pelo que lhe tinha acontecido, todos dançaram como ele: a coxear e a arrastar uma perna!

Há quem diga ainda que o Merengue foi buscar a sua designação ao doce com o mesmo nome (em português são os suspiros) – leve e doce, tal como a dança.
CARACTERÍSTICAS E LENDAS
Full transcript