Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Seminário de Trauma

Pans.
by

João Miguel R. Ferreira

on 31 January 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Seminário de Trauma

Paciente foi rodada: visualizada área de queimadura de segundo grau em região sacral.

Evoluiu com estabilidade hemodinâmica. Exame Secundário D
Glasgow 3T, pupilas mióticas não reagentes, sinal do Guaxinim à direita, sem otorragia.

E
Queimaduras de MMII, flanco direito e MSD de primeiro a terceiro graus.

Deformidade em região femoral distal esquerda ABCDE Colisão auto x ônibus (alta velocidade), arremessando o carro contra um poste, com colisão lateral (lado do motorista).

Fio de alta tensão se rompeu e caiu sobre o carro.

A paciente era passageira do banco traseiro, não usava cinto de segurança. Mecanismo de Trauma Fratura com disjunção sacro-ilíaca


Conduta: realizada fixação com fixador externo TC de Pelve Tomografia de Pelve TC de Pelve TC de Pelve Fixação externa Raio-x de Coxa TC crânio (DVE/PIC) Edema cerebral difuso com apagamento de sulcos e giros.

Conduta:
Realizada colocação cirúrgica de DVE/PIC.
Mantida PIC entre 29 e 32 mmHg TC de crânio TC de crânio Escarotomia Queimadura em MIE Sob o risco de síndrome compartimental, realizada escarotomias de MMII.

Solicitada TC de crânio, cervical, tórax, abdome e pelve.

Solicitadas avaliações da neurocirurgia, ortopedia e cirurgia plástica. Conduta C
PA: 150x92 mmHg, FC: 115 bpm

Pelve instável

Abdome sem estigmas de trauma e sem sinais de sangramento.

Puncionados dois acessos venosos calibrosos

Realizada SVD com saída de urina clara. ABCDE A
Via aérea definitiva, Prancha rígida, colar cervical


B
MV + bilateralmente, Sat O2 95% FiO2 100% ABCDE Carro em chamas com fios de alta tensão soltos.

Total de 10 vítimas na cena, todas fora do carro

6 vítimas (ocupantes) do carro, a vítima em melhor estado removeu as outras do veículo. Cena ID: B.S.S., 15 anos, sexo feminino

Paciente trazida pelo SAMU após ser retirada das ferragens de carro em chamas há cerca de 15 minutos. História Conduta para queimadura:
Desbridamento das área de queimaduras
Curativo com Rayon e proteção térmica.

PIC Controlada

ATB de Amplo espectro

IOT

Cuidados intensivos Evolução Tomografia Abdominal Fratura cominutiva de terço distal de fêmur;

Conduta: Realizada fixação com fixador externo. Membro Inferior Esquerdo Tomografia de Membro Inferior Esquerdo REG, descorada +/4+, hidratada, anictérica, acianótica, afebril, intubada.

Cabeça e Pescoço: colar cervical, sinal do Guaxinim à direita.

BRNF em 2t sem sopros.

Abdome plano, flácido, sem massas palpáveis. Exame Secundário Paciente encontrada na rua, Glasgow 6 (1 AO, 2 RV, 3 RM).

IOT na cena: sequência rápida

Administrados Fentanil, Etomidato e Succinilcolina História/Pré-hospitalar Lesão Hepática grau II

Conduta: Tratamento Conservador Tomografia Abdominal Raio-x de Coxa TC de crânio Seminário de Trauma Anatomia Topográfica
Grupo 4 Obrigado! TRÁ-CA-TRÁ! (risco x benefício – “trismo” x queimadura) Normal Paciente Paciente Paciente Normal Normal Paciente Normal
Full transcript