Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Governo de (Juscelino Kubitschek

No description
by

Trabalho de História AHJKN

on 10 September 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Governo de (Juscelino Kubitschek

Governo de Juscelino Kubitscheck
Brasília
A NOVA CAPITAL
.


.
.
Juscelino Kubitschek de Oliveira nasceu em 12 de setembro de 1902 em Diamantina, Minas Gerais. Começou a trabalhar como capitão-médico da Polícia Militar, quando fez amizade com o político e futuro governador Benedito Valadares. Nomeado interventor federal em Minas, em 1933, Valadares colocou o amigo como seu chefe de gabinete. A seguir, Kubitschek foi eleito deputado federal (1934-1937), nomeado prefeito de Belo Horizonte (1940-1945) e realizou obras de remodelação da capital.
Após uma gestão como deputado constituinte, em 1946, pelo PSD (Partido Social Democrático), foi eleito governador em Minas Gerais (1950 a 1954). Venceu a eleição para presidente da República com 36% dos votos, numa coligação PSD-PTB com o slogan "50 Anos em 5". Na presidência, construiu hidrelétricas, estradas, promoveu a industrialização e a modernização da economia. Um de seus principais feitos foi à construção da cidade de Brasília e instituição do Distrito Federal, que marcou a transferência da capital federal (até então no Rio de janeiro) em 21 de abril de 1960.
JK sofreu um acidente em 9 de agosto de 1976, pelo qual não morreu. Amigos e jornalistas se precipitaram a fazenda JK, onde não havia telefone, e encontraram vivo e sorridente: "estão querendo me matar, mas ainda não conseguiram", disse ele. Duas semanas depois, no final da tarde de 22 de agosto de 1976, quando a notícia voltou a correr, era na verdade pouco dias antes de completar 74 anos, o ex-presidente havia morrido às 17:55, num acidente.
Alunas: Ana Giulia P., Heloísa, Krisla, Júlia e Natália F.
Turma: 1.8.3
Quadro ideológico dos governos da
República liberal populista

João Goulart

(1961 - 1964)
1961
1964
Golpes
Reformas

de base

Intervenção
Estatal
Plano Trienal
Não-

Intervenção
Capital Nacional
Getúlio Vargas

(1951 - 1954)
Estatais
1954
golpe
Monopólio da

produção de energia

JK
(1946 - 1951)
Planos de Metas

discurso fortemente

nacionalista

Dívida externa
Multinacionais
Capital

Estrangeiro
Liberalismo

Dutra
(1946 - 1951)
Plano de salte
Campo nacionalista (progressistas)
campo liberal (conservadores)
De acordo com JK ao final do comício em Jataí “uma voz forte se impôs” e o interpelou. “O senhor disse que se eleito iria cumprir rigorosamente a Constituição”. Desejo saber, então se pretende por em prática a mudança da capital federal para o Planalto Central.
Embora considerasse a pergunta embaraçosa e já tivesse seu Programa de Metas pronto, JK respondeu que continuaria a nova capital. A partir daí, Brasília virou a “metasíntese” de seu governo.

Sobre JK
Plano de Metas
Frases de JK

O Plano de Metas foi um programa de governo planejado e implantado na gestão de Juscelino Kubitschek. JK assumiu o poder em 1956 e, por meio desse programa, lançou o objetivo de o Brasil crescer “cinquenta anos em cinco”. Os tópicos principais do Plano de Metas de JK era desenvolver a indústria de base, construir estradas e hidrelétricas, ampliar a extração de petróleo e entre outras iniciativas fazer do Brasil um país desenvolvido e industrializado.
O
Plano de Metas
modernizou a
indústria e fortaleceu o mercado
nacional, mas, por outro lado, gerou
endividamento por meio de créditos
concedidos por banco e empresas
estrangeiras, além da dependência
tecnológica, pois, na época, não
havia acordos de transferência
de tecnologia.
rural
No Brasil, entre as consequên-
cias negativas, iniciou-se na área
econômica um processo inflacionário.
Na área social, a ampliação do parque industrial e da urbanização no sudeste
e principais centro do país gerou o
êxodo .
50 ANOS EM 5

A construção de Brasília tornou-se a "meta - síntese" do ousado Plano de Metas de JK, cujo objetivo estava explícito no slogam "50 anos em 5".

Os resultados do Plano de Metas, sobretudo na área industrial, na de transportes e na de energia, foram excepcionais.
Empregados, empregadores, políticos e militares, estudantes e sindicatos estavam todos satisfeitos com o "nacional-desenvolvimentismo" dos anos de JK.
Vídeos
Trecho- A era JK
A morte de JK
“Sou visceralmente democrata. Para mim, a liberdade é algo fundamental”.
Obs.: Memorial JK – www.memorialjk.com.br
“A criação de Brasília, a interiorização do governo, foi um ato democrático e irretratável de ocupação efetiva do nosso vazio territorial”.
Obs.: Memorial JK – www.memorialjk.com.br
“Creio que avançaremos cada vez mais para atingirmos nossa independência econômica, produzindo sempre melhor, fundando a nossa industrialização sobre as riquezas naturais que Deus colocou em nosso território."
Obs.: Memorial JK – www.memorialjk.com.br

Nomes
Ana Giulia P
Heloísa
Júlia
Krisla
Natália F.
Professora


Edite
Turma
1.8.3
FIM!!
Full transcript