Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

GEOGRAFIA ELEITORAL EM GOIÁS: ANÁLISE ESPACIAL DO VOTO E SUA

No description
by

Bruno Magnum

on 31 October 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of GEOGRAFIA ELEITORAL EM GOIÁS: ANÁLISE ESPACIAL DO VOTO E SUA

GEOGRAFIA ELEITORAL EM GOIÁS: ANÁLISE ESPACIAL DO VOTO E SUA INFLUÊNCIA NA ORGANIZAÇÃO DO TERRITÓRIO
A Geografia tem uma história de estudos das eleições de 100 anos, que começou na França com André Siegfried.

Apesar de ser parte da Geografia Política, a Geografia Eleitoral passou a participar mais dos estudos de outras ciências do que da disciplina de origem.

Segundo Zolnerkevic (2011. p.1) “o termo geografia nos estudos eleitorais é usualmente entendido no sentido de localidade, lugar, não no sentido de disciplina acadêmica”.

Faz-se necessário entender o papel do espaço na análise dos votos.
Mestrando: Bruno Magnum Pereira
magnum.geografia@gmail.com
Orientador: Eguimar Felício Chaveiro
eguimar@hotmail.com
Universidade Federal de Goiás
Instituto de Estudos Socioambientais
Programa de Pós-graduação em Geografia

X SEMINÁRIO DE PÓS-GRADUAÇÃO DA UFG
Pressuposto inicial: o voto é um dado espacial, uma vez que incidindo no lugar pode ser espacializado, tornando-se uma possibilidade cartográfica.

O tema, nas entrelinhas, visa defender o papel da Geografia – portanto, da dimensão espacial – nos estudos relacionados a eleições.

Tema: Análise espacial dos votos das eleições de 2006 e 2010 para deputado estadual de Goiás e a relação com a organização territorial do estado

Quais as implicações diretas e indiretas do voto sobre a organização do território?

De que maneira a espacialização do voto, encarando este como um dado espacial pode contribuir para o entendimento de certas faces da organização do território?

Qual a importância da Cartografia no processo de análise da relação entre voto e território?

Como os atores envolvidos – candidatos, partidos, instituições e eleitores – agem diante da competição pelo poder no/do território na arena eleitoral?
Problematização
O objetivo geral é identificar e analisar as formas que a distribuição espacial dos votos em Goiás se relaciona com a organização do território goiano.

Objetivos específicos:

Compreender o papel da Geografia na análise das eleições reconhecendo a dimensão espacial como uma das variáveis explicativas apoiada na Cartografia do voto;

Esboçar o perfil político-eleitoral do território, dos partidos, dos candidatos e eleitores em Goiás e da Assembleia Legislativa de Goiás;

Indicar legendas eleitorais no estado de Goiás abarcando as características dos candidatos e municípios analisados.
Figura 01 – Organograma: desenho da pesquisa.
Fonte: PEREIRA, Bruno Magnum (2013).
A Cartografia aparece timidamente nos atuais estudos da geografia do voto.



A escassa literatura sobre a Geografia eleitoral em Goiás estimulou ainda mais a ideia deste trabalho, uma vez que a maioria das produções sobre o tema se concentram nas regiões sul e sudeste do país.
O desenvolvimento do trabalho, até o momento, se apresenta em três capítulos.

O primeiro, dividido em cinco seções dedica-se à discussão teórica de temas que são importantes para a análise espacial das eleições.

O segundo capítulo é destinado à discussão sobre a política e as eleições em Goiás.

O terceiro capítulo se dedica a apresentação dos padrões de votação dos candidatos nos municípios goianos e sua relação com a organização do território.
INTRODUÇÃO

CAPÍTULO I - A GEOGRAFIA ELEITORAL: O VOTO COMO DADO ESPACIAL

1.1 - A geografia eleitoral e suas abordagens no Brasil
1.2 - Sistema eleitoral brasileiro e a importância política do município
1.3 - As teorias sobre a decisão do voto
1.4 - A distribuição espacial do voto: a Geografia do Voto
1.5 - O voto como dado espacial e possibilidade cartográfica

CAPÍTULO II - A ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DE GOIÁS: TERRITÓRIO E ELEIÇÕES EM GOIÁS

2.1 - A política e as eleições em Goiás
2.2 - Eleitores e território em Goiás
2.3 - As eleições de 2006 e 2010 para deputado estadual de Goiás

CAPÍTULO III - CARTOGRAFIA DO VOTO EM GOIÁS: OS PADRÕES ESPACIAIS DE VOTAÇÃO E A ORGANIZAÇÃO DO TERRITÓRIO

3.1 - A distribuição espacial dos votos em Goiás
3.2 - Os votos por municípios e a relação com o território
3.3 - Os votos por candidatos e a relação com o território
3.4 - O voto metropolitano

CONSIDERAÇÕES FINAIS
Dominante / Não concentrado
Não dominante / concentrado
Dominante / Concentrado
Não dominante / Não concentrado
OBRIGADO!
Full transcript