Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Embriologia Glândulas Anexas

No description
by

Zeca Lauletta

on 4 March 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Embriologia Glândulas Anexas

Glândulas Salivares Fígado e Vias Biliares Pâncreas Obrigado! - Brotos Embrionários das Células Endodérmicas Desenvolvimento e Funções do Fígado Desenvolvimento e Funções do Fígado Segmentação funcional do Fígado versus Veia Umbilical Lóbulo hepático, Fluxos sanguíneo e Biliar Glândulas Anexas do Sistema Digestório UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO
CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE
DISCIPLINA DE EMBRIOLOGIA João Paulo Vieira Raposo
José Benedito dos Reis Lauletta Lindoso
Rogério da Silva Logrado Junior Começam durante a sexta e a sétima semana, como brotos epiteliais maciços, que se formam na cavidade oral primitiva. Glândulas Salivares As extremidades arredondadas destes brotos epiteliais crescem no mesênquima subjacente. O tecido conjuntivo das glândulas deriva das células da crista neural. Todo o tecido parenquimatoso (secretor) surge por proliferação do epitélio oral. São as primeiras a aparecer: início da sexta semana. Glândulas Parótidas Elas se desenvolvem de brotos que surgem do revestimento ectodérmico oral junto aos ângulos do estomodeu. Os brotos crescem e se ramificam para formar cordões compactos com extremidades arredondadas. Mais tarde os cordões se canalizam e se transformam em ductos (por volta da décima semana). Aparecem ao final da sexta semana. Glândulas Submandibulares Elas se desenvolvem a partir de brotos endodérmicos no soalho do estomodeu. Os ácinos começam a se formar com 12 semanas e a atividade secretora começa com 16 semanas. Lateralmente à língua, forma-se um sulco linear que logo se fecha para formar o ducto submandibular. Aparecem na oitava semana. Glândulas Sublinguais Elas se desenvolvem a partir de múltiplos brotos epiteliais endodérmicos no sulco paralingual. Estes brotos se ramificam e se canalizam para formar 10 a 12 ductos que se abrem independentemente no soalho da boca. As extremidades arredondadas dos cordões se diferenciam em ácinos. O Fígado, a vesícula biliar e o sistema
de ductos biliares surgem de uma evaginação ventral da parte caudal do
intestino anterior no início da quarta semana. Divertículo Hepático - Se estende para dentro do Septo Transverso.A sua parte maior é a Parte cefálica(primórdio do Fígado). Células Endodérmicas - Dão origem aos cordões entrelaçados de células hepáticas e ao revestimento da porção intra-hepática do aparelho biliar. Os cordões hepáticos se anastomosam
em torno dos espaços revestidos por epitélio, os primórdios dos sinusóides hepáticos. Mesênquima do Septo Transverso - Vai formar o
tecido fibroso, o tecido hematopoiético e as células de kupffer. Desenvolvimento do Fígado 5a a 10a Semanas - Fígado cresce rapidamente.

Veia Umbilical Determina o crescimento e a segmentação funcional hepática.

Hematopoese - Começa durante a semana 6, e é responsável pelo tamanho relativamente grande
do fígado entre as semanas 7 e 9.Na semana 9, o fígado perfaz cerca de 10% do peso fetal.

Formação da bile nos hepatócitos - Começa na semana 12. A veia umbilical percorre a borda livre do ligamento falciforme até o fígado, onde vai formar sua segmentação funcional. Broto Pancreático Ventral Broto Pancreático Dorsal Ducto Pancreático Principal Secreção de Hormônios Pâncreas Anular Referências
Bibliográficas Embriologia Clínica, Moore, K.
7a Edição Começa na 10a semana A secreção de Glucagon e Somatostatina começa por volta da 15a semana O Diabetes Melito materno promove maturação precoce das células-beta secretoras. Anomalia Rara Pode promover obstrução duodenal após o nascimento ou em situações de acometimento pancreático Origem da Vesícula Biliar Se origina na parte caudal do Divertículo Hepático, a haste do divertículo forma o ducto
cístico. - Fenômeno da contracorrente; - Diferença entre fluxo sanguíneo
e biliar; -Tipos de Lóbulos Hepáticos: Classificação Portal, Anatômica e Cirúrgica ( tecido mais irrigado do menos irrigado); Mesentério Ventral - Dá origem ao pequeno omento , ao ligamento falciforme (divisão hepática) e ao peritônio visceral. Aparelho Biliar extra-hepático Inicialmente ocluído por células epiteliais, é "canalizado" mais tarde pela vacuolização resultante da degeneração destas células; - Haste que comunica os ductos hepático e cístico ao Duodeno - Canal Biliar (Canal biliar comum); - Inicialmente o canal biliar é ventral ao Duodeno, mas com o crescimento e rotação deste, se torna dorsal; - A Bile chega ao Duodeno pelo canal biliar após a 13ª semana, confere ao mecônio uma cor verde-escura.
Full transcript