Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Arte Romana

Trabalho de História e Cultura das Artes
by

Daniel Barata

on 28 May 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Arte Romana

Arte Romana tudo um pouco... A Escultura Romana Principais tipos de
arquitetura romana Arte Romana A Escultura Romana Pintura Romana A escultura Romana sempre revelou características realistas, centradas na personalidade do indivíduo, o que decorre da arte etruscas e helenística.

O retrato romano surge como um género artístico autónomo normalmente sob forma de busto.O seu realismo chegou mesmo a acentuar as imperfeições e as características fisionómicas dos retratados.

A escultura romana tornou eterna a memória dos homens através de imagens reais que faziam ver o carácter, a honra, a glória e a psicologia do retratado. Era costume das famílias patrícias romanas mandarem fazer máscaras de cera dos seus mortos ilustres, que depois eram conservadas nos altares de culto doméstico as quais, depois passaram a ser reproduzidas em mármore.

Por volta do século I a.C o retrato sofreu a influência do ideal helénico, sobretudo no retrato oficial.

Os imperadores adquiriram o estatuto de deuses, pelo que os seus retratos apresentavam-nos com mais idealizado, mais divino, mas também mais grave, de modo a serem admirados e respeitados. O Alto Império foi a época de maior produção escultórica, desenvolveu-se o gosto pelo colecionismo, pelo desejo de ter esculturas a decorar casas, jardins e balneários.

As estátuas e as estátuas equestres eram reservadas ao imperador e aos chefes militares, foram usadas por Roma com a intenção de servirem as suas intenções documentais, celebradoras e comemorativas. O relevo, subordinado à arquitetura, teve, igualmente, fins ornamentais, narrativos e históricos, relatando a História de Roma e a vida dos homens, ocupou todos os espaços em estelas funerárias, sarcófagos , altares, frisos, arcos de triunfo, colunas...

Características principais da arquitetura romana:
- Solidez nas construções (característica que herdaram dos etruscos);
- Uso do arco nas construções;
- Uso da abóbada (construção em forma de arco que preenche espaços entre arcos, muros e outros tipos de espaços);
- Construções sóbrias, funcionais e luxuosas. Aquedutos Com forte influência dos etruscos, a arte romana antiga seguiu os modelos e elementos artísticos e culturais da Grécia Antiga e chegou a "copiar" estátuas clássicas. Imperadores, deuses e figuras mitológicas foram retratados nas esculturas romanas. A pintura mural (afrescos) recorreu ao efeito da trimensionalidade.

Cenas do quotidiano, figuras mitológicas e religiosas e conquistas militares foram temas das pinturas romanas.

Os géneros artísticos mais comuns na pintura romana eram: paisagens, retratos, arquiteturas, pinturas populares e pinturas triunfais. Realizado por:
Daniel Barata
João Chapouto Disciplina de História e Cultura das Artes Professora
Teresa Jerónimo DA PROF. TERESA JERÓNIMO A Escultura Romana A Escultura Romana Templos Arcos de Triunfo Estradas Banhos públicos Anfiteatros Circus FIM
Full transcript