Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Princípios éticos e comportamento moral do professor compete

No description
by

Vinicius krukowski

on 23 June 2015

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Princípios éticos e comportamento moral do professor compete

Princípios éticos e comportamento moral do professor competente
“Esta classe é um problema”
“Este aluno
não aprende”
“ Não há progresso sem mudança. E quem não consegue mudar a si mesmo, acaba não mudando coisa alguma.”
Bernard Shaw

III – Frases que denotam preconceitos do professor no exercício do magistério
Conclusões
A educação se levada a sério é um investimento seguro, com ótimo retorno.

A ética não aponta para um professor bonzinho, mas sim para um bom professor.

“Estes alunos são um
bando de mal-educados
que não querem nada
com a vida”

“Os alunos sempre tem uma desculpa e
inventam problema: dor de barriga,
dor de cabeça”

“Se não ficar quieto agora, mando
você para fora da classe”

“Ou vocês entregam quem aprontou
essa, ou fica todo mundo com zero”

“Você dá risada do quê? Está me
achando com cara de palhaço? Pensa
que eu não sei a matéria?”

“Não aceito trabalho feito em computador”

“Olha Fulano, sempre com cara de
sono e olhos vermelhos. Isso é droga,
eu não me engano”

IV - Princípios éticos e
comportamento moral do
professor competente
- Aluno tem que ter 75% de frequência;
- Com 50% de aprovação é satisfatório;
- Cópias podem estar em qualidade ruim
(alunos dão jeito);
- Sala pode não estar totalmente limpa;
Educação sempre aceita padrões
que não estão 100%
Consequências
-Pessoas mal preparadas para o mercado de trabalho;
-Pessoas acomodadas com o “satisfatório”;
-Danos irreparáveis na vida de uma criança;
-Casas de apoio à jovens cheias por todo Brasil;

Máximas correntes no magistério:
1) Seja Honesto em qualquer situação;
2) Nunca faça algo que você não possa assumir em público;
3) Seja humilde, tolerante e flexível;
4) Seja ético;
5) Seja pontual;
6) Evite criticar o colega de trabalho;
7) Respeite a privacidade do vizinho;
8)Ofereça apoio aos colegas;
9)Faça o que disse e prometeu;
10)Aja de acordo com seus princípios e assuma suas decisões.
V – O professor
competente
-Capacidade para analisar, apreciar e julgar questões (Juiz de Direito);

-Capacidade de saber e fazer alguma coisa (Professores, Artistas);
Atuar com profissionalismo exige do professor,
não só o domínio dos conhecimentos específico
em torno dos quais deverá agir, mas, também
compreensão das questões envolvidas em seu
trabalho[...]

Parecer CNE/CP nº. 009.2001
Documento Oficial do Conselho Nacional de Educação(2001)
Tipos de competências referente ao professor (Parecer CNE/CP nº. 009.2001)
-Referentes ao comprometimento com os valores inspiradores na sociedade democrática e pautadas por princípios éticos;
-Referentes à compreensão do papel social da escola;
-Referente ao domínio do conteúdo a serem socializados;
-Referente ao domínio do conhecimento pedagógico;
-Referente a processos de investigação
-Referente ao gerenciamento do próprio desenvolvimento profissional.

Conjunto de
conhecimentos necessários
-Cultura geral e profissional;
-Conhecimentos sobre crianças, jovens e adultos;
-Conhecimentos sobre dimensão cultural, social e econômica da educação;
-Conhecimento das áreas que são objetos de ensino;
-Conhecimento pedagógico;
-Conhecimento advindo da experiência;

Conforme relatório da UNESCO da Comissão Internacional sobre Educação para o Século XXI, conhecido como Relatório DELORS (DELORS, 1999), encontra-se que todo trabalho docente deve-se apoiar em 4 pilares básicos:

-Aprender a conhecer;
-Aprender a fazer;
-Aprender a viver junto;
-Aprender a ser.


Não existe um único método que tenha dado o mesmo resultado com todos os alunos[...] O ensino torna-se mais eficaz quando o professor conhece a natureza das diferenças entre seus alunos.

Wilbert J. MAcKeachie

O que é competência?

VI - Perfil do professor competente
-Determinação
-Motivação
-Preparo
-Auto-confiança
-Aptidão
-Comunicação
Área do Currículo
-Conhecimento do conteúdo;
-Conhecimento das áreas de estudo e disciplinas;
-Visão global do Currículo;
-Visão integrada e dinâmica do currículo;
-Perspectiva interdisciplinar;

“Ninguém dá o que não tem.”
“Ninguém ensina o que não sabe.”

Paulo Freire

-Utilizar uma variedade de
técnicas de avaliação;
-Habilidade de realizar planejamentos;

-Usar diversas estratégias;

-Variar amaneira de trabalho;

-Combinar técnicas com o estilo de cada aluno;
Relacionamentos interpessoais e monitoramento da sala de aula
Área Pedagógica
-Manter e desenvolver a disciplina;

-Feedback Construtivo;

-Motivação e atenção dos alunos;

-Orientar adequadamente;

-Evitar conflitos e transpor obstáculos;

-Compreender o ponto de vista do aluno;

-Demonstrar criativamente os conceitos;

VII - A didática e competência do professor
O professor deveria conhecer seus alunos, não apenas ver o numero de alunos em sua frente.

Estudos apontam que, para o aluno, o bom professor além de ter domínio sobre sua matéria, deve ter um bom relacionamento com os alunos.

Há instituições de ensino, que suportam mais de 80 alunos em suas salas de aula.

Nesses casos, os professores abusam da tecnologia atual para cumprir um papel de transmissores de informação, que muito dificilmente, irão se transformar em conhecimento.

“O maior desafio dos profissionais da educação é se manterem atualizados.”

Antonio Nóvoa

Introdução
-Este trabalho trata de mostrar os princípios éticos e o comportamento moral a serem seguidos por um professor competente;

-Quem é profissional da educação tem a obrigação de seguir princípios éticos e morais, tanto no trabalho quanto na vida pessoal;

-O educador tem que ser visto como exemplo para seus alunos;

-São três as categorias da ética, citadas em várias obras filosóficas:

-Aristotélica
-Kantiana
-Pragmática

-Neste trabalho serão apresentados alguns princípios da ética no trabalho de magistério;
I - Ética moral: conceitos e categorias
-É difícil encontrar um conceito certo para a ética e a moral;

-Quase todas as religiões pregam que as pessoas devem seguir princípios éticos e ter bom comportamento para terem a recompensa após a morte;

-Os conceitos de ética e moral são preferidos de serem explicados racionalmente, por filósofos e pensadores, do que religiosamente;

-São sempre enfocados os mesmos aspectos:
- Conduta
- Valores
- Ações humanas

-Não se pode escapar das ligações entre ética e moral, por serem as duas faces da mesma moeda;

-A moral é definida como um conjunto sistemático das normas que orientam o homem;

-A ética deve analisar meios a serem empregados para que a conduta sempre se reverta à favor da pessoa;

-A ética cuida das formas ideais da ação humana em busca da essência do ser;

-A moral é instituída diferentemente em cada cultura e sociedade, demonstrando diferenças até entre classes sociais de uma mesma sociedade;

-As inter-relações entre o homem, provocaram o surgimento das normas sociais:

- Morais (impositivas)
- Jurídicas (impositivo-atributivas)
-A ética investiga, analisa e explica a moral de uma determinada sociedade;

-A moral é um conjunto de normas, prescrições e valores que regulamentam o comportamento das pessoas;

Categorias
São três as categorias que dividem as teorias da ética;

Primeira categoria
-Derivada da ética de Aristóteles
Privilegia as virtudes:
- Justiça
- Temperança
- Calma
- Coragem

Tais virtudes provocam um sentimento de realização pessoal aos que as praticam;
Segunda categoria
Liderada por Kant
-Seu ponto central é o dever, ou Deontologia;
- É o estudo do princípios da moral;

“Age de tal maneira que trates a humanidade, tanto na tua pessoa como na pessoa de qualquer outro.”

- Princípio que deve ser trabalhado nas escolas (relação professor/aluno, professor);

Terceira categoria
-Utilitarismo

-Proporciona o máximo de felicidade ao maior número de pessoas;

-A validade de uma doutrina se determina pelo seu êxito;

II - Os profissionais
da educação
-Integram a carreira de magistério aqueles que exercem a atividade de docência e os que oferecem suporte pedagógico a tais atividades;

-A Classe de Suporte Pedagógico consiste nos seguintes cargos:

- Diretor de Escola;
- Supervisor de ensino;
- Dirigente Regional de Ensino;

Categoria de
ética X professores
-A segunda categoria é a mais aplicável;

- Professores lidam com seres humanos;
- A profissão requer ética e comportamento adequado;

-O bom professor é aquele que sabe escolher bem suas decisões;

Atribuições aos docentes
I - participar da elaboração da proposta pedagógica do estabelecimento do ensino;
II - elaborar e cumprir o plano de trabalho;
III - zelar pela aprendizagem dos alunos;
IV - estabelecer estratégias de recuperação para alunos de menor rendimento;
V - ministrar os dias letivos além de participar dos períodos dedicados a planejamentos;
VI - colaborar com as atividades de articulação da escola com a comunidade.
http://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2015/03/serie-especial-mostra-perfil-de-adolescentes-infratores-no-brasil.html
Conceitos
Full transcript