Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

A primavera - Sandro Botticelli

No description
by

Thaisa Uzan

on 17 October 2012

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of A primavera - Sandro Botticelli

Sandro Botticelli A Primavera Título: A Primavera 
Autor: Sandro Botticelli
Ano: 1482
Técnica utilizada: Têmpera sobre madeira
Localização: Galleria degli Uffizi em Florença
Dimensões: 2,03 x 3,14m
Movimento: Renascimento Ficha Técnica da Obra “A primavera” também conhecida como “Alegoria da Primavera” é uma obra do pintor renascentista Sandro Botticelli, o quadro foi pintado em 1482, foi encomendado por um membro da família Médici. A pintura reverencia a chegada da estação das flores, usando uma temática mitológica clássica.
À esquerda de Vênus, envolto numa túnica azulada, encontra-se Zéfiro, vento primaveril, com suas bochechas infladas, a fecundar Clóris. Seus traços são tristes. As árvores à sua volta vergam sobre ele. Detalhes da obra Zéfiro Clóris Clóris, ninfa da terra, está coberta por um transparente véu. Seu rosto é delicado e aparenta surpresa e medo ao ser tocada por Zéfiro. Uma fileira de flores sai de sua boca após ser fecundada. A seguir, transforma-se em Flora, a deusa da primavera. Flora Flora apresenta-se então com um vestido florido e, nas dobras desse, carrega muitas flores que espalha em volta. Cinge-lhe a cabeça uma coroa de flores e o pescoço está envolto por uma guirlanda também de flores. Ela tem plenos poderes sobre a primavera. Vênus Vênus esta representada no centro do quadro, como se observasse tudo. A deusa é representada de forma discreta com vestimentas recatadas, a posição da mão direita sugere que ela esteja abençoando toda a cena, o volume de sua barriga sugere que esteja grávida, mas trata-se apenas do pregueado de suas vestes. As árvores atrás dela formam um arco, como que para extingui-la dos outros personagens. Acima de Vênus esta o Cupido, deus do amor, de olhos vendados apontando sua flecha para as três graças, como se estivesse disposto a lançar sua fecha em direção a uma delas. Cupido As três graças As três graças (Aglaia, Talia e Eufrósina), representam a beleza, a castidade e a sensualidade. Estão cobertas por finos e transparentes véus. Elas dançam graciosamente, celebrando a chegada da primavera. Uma delas apresenta-se de costas para o observador, ela esta com a atenção voltada para Mercúrio e despreocupada com a flecha do cupido que esta em sua direção. O artista transmite a sensação de movimento e leveza que da a sensação de que elas estão flutuando. A esquerda da pintura encontramos Mercúrio, deus mensageiro dos ventos, reconhecível pelo bastão que levanta com a mão direita protege o jardim, usando uma túnica escarlate e uma espada á cintura. Mercúrio Os personagens estão em uma espécie de bosque, o chão encontra-se forrado de plantas e flores, enquanto frutas pendem das árvores. Segundo dizem, há cerca de 500 espécies de plantas identificadas e retratadas na pintura, com cerca de 190 espécies diferentes de flores. A obra Todos os personagens estão belamente representados. Seus movimentos são graciosos e harmônicos. A combinação das vestes brancas diáfanas das Três Graças com o vestido florido da deusa Flora e com a postura delicada das mãos de Vênus faz dessa pintura uma das obras mais encantadoras do Renascimento italiano. Botticelli, em muitas das suas obras representa as personagens inseridas na natureza. Neste caso especialmente, o artista coloca as personagens numa espécie de bosque, onde é notável a enorme variedade de plantas e flores que rodeiam todo o cenário. Thaisa Joanna Uzan
N°: 39
1° I 1 Trabalho feito por :
Full transcript