Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Gestão por Competências na PRF

No description
by

Allan Vieira

on 30 August 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Gestão por Competências na PRF

Considerando os aspectos legais, como implantar a Gestão por Competências na PRF?
A IMPLANTAÇÃO DA GESTÃO POR COMPETÊNCIAS NA PRF: NOVOS DESAFIOS
Conceito
PROBLEMA
COMPETÊNCIA
Modelo de Gestão por Competências Aplicado à PRF - Fluxograma de atividades
OBJETIVO GERAL
Propor um modelo de gestão por competências a ser implantado na Polícia Rodoviária Federal em todo o território nacional
As competências humanas ou profissionais são entendidas como combinações sinérgicas de conhecimentos, habilidades e atitudes, expressas pelo desempenho profissional em determinado contexto ou em determinada estratégia organizacional (CARBONE et al, 2005. FREITAS; BRANDÃO, 2005).
Carbone, Brandão e Leite, 2005
Competências Individuais
Esta competência faz referência à capacidade do indivíduo para o desenvolvimento de suas ações. São conhecimentos, habilidades e atitudes que a pessoa detém e que irá auxiliar na realização de suas funções organizacionais.
Competências Organizacionais
Na administração pública, as competências organizacionais podem ser entendidas como as capacidades necessárias àquela instituição percebidas pela sociedade. (CARBONE, 2006).
Inventário das Competências
Fórmula: N = I(5-D)
Onde:
N = necessidade
I = Grau de importância
D = Grau de domínio

No exemplo:
1) N = 5(5-4) = 5
2) N = 4(5-4) = 4
3) N = 5(5-2) = 15
4) N = 2(5-4) = 2
Referências
AMARAL, Helena Kerr do. Desenvolvimento de competências de servidores na administração pública brasileira. Revista do Serviço Público. n. 57. Brasília. Outubro/Dezembro de 2006.

BITENCOURT, Claudia C. A gestão de competências como alternativa de formação e desenvolvimento nas organizações: uma reflexão crítica baseada na percepção de um grupo de gestores. In: RUAS, Roberto; ANTONELLO, Claudia Simone; BOFF, Luiz Henrique. Os novos horizontes da gestão: aprendizagem organizacional e competências. Porto Alegre: Bookman, 2005.

BRANDÃO, Hugo Pena. Gestão baseada nas competências: um estudo sobre competências profissionais na indústria bancária. 1999. 158 f. Dissertação de Mestrado. Departamento de Administração. Universidade de Brasília. Brasília. 158 p.

BRANDÃO, Hugo Pena; GUIMARÃES, Tomás de Aquino. Gestão de competências e gestão de desempenho: tecnologias distintas ou instrumentos de um mesmo construto? RAE – Revista de Administração de Empresas, São Paulo, v.41, n.1, p.8-15, jan./mar. 2001.

BRASIL. Maria Júlia Pantoja De Britto. Ministério do Planejamento Orçamento e Gestão (Org.). Guia da Gestão da Capacitação por Competências. III Encontro Nacional de Desenvolvimento de Pessoas. Brasília, 2002.

BRASIL, Decreto nº 5.378, de 23 de fevereiro de 2005. Institui o Programa Nacional de Gestão Pública e Desburocratização - GESPÚBLICA e o Comitê Gestor do Programa Nacional de Gestão Pública e Desburocratização, e dá outras providências.

BRASIL, Decreto nº 5.707, de 23 de fevereiro de 2006. Institui a Política e as Diretrizes para o Desenvolvimento de Pessoal da administração pública federal direta, autárquica e fundacional, e regulamenta dispositivos da Lei no 8.112, de 11 de dezembro de 1990.

CARBONE, Pedro Paulo; BRANDÃO, Hugo Pena; LEITE, João Batista Diniz. Gestão por competências e gestão do conhecimento. Rio de Janeiro: Fundação Getúlio Vargas, 2005.

CARBONE, Pedro Paulo. Gestão por Competências e Gestão do Conhecimento. Rio de Janeiro: Fundação Getúlio Vargas, 2006.

DRUCKER, Peter. O melhor de Peter Drucker: o homem. São Paulo: Nobel, 2001.


Referências
DUTRA, José Souza. Competências: Conceito e Instrumentos para Gestão de Pessoas na Empresa Moderna, São Paulo. Atlas, 2004.

_________________. Gestão por Competências: um modelo avançado para o gerenciamento de pessoas. São Paulo: Gente, 2001.

FERNANDES, Bruno Henrique Rocha; COMINI, Graziella. Limitações na Estruturação de Modelos de Gestão por Competências: uma Análise de Organizações Líderes em Diversos Setores. In: XXXII ENANPANAD - ENCONTRO DA ANPAD. Rio de Janeiro: 6-10 set. 2008. Disponível em: http://www.anpad.org.br/evento.php?acao=trabalho&cod_edicao_subsecao=506&cod_evento_edicao=45&cod_edicao_trabalho=11031#self>. Acesso em: 21 de maio de 2013.

FISCHER, A.L. Um resgate conceitual e histórico dos modelos de gestão de pessoas. In:
FLEURY. M.T.L. (Org.). As pessoas na organização. São Paulo: Gente, 2002, p. 11-34.

FLEURY, Afonso; FLEURY, M. T. Leme. Estratégias empresariais e formação de competências: um quebra-cabeça caleidoscópio da indústria brasileira. São Paulo: Atlas, 2000.

FREITAS, Isa Aparecida. Trilhas de desenvolvimento profissional: da teoria à prática. In: Anais do 26º ENANPAD. Salvador: ANPAD, 2002.

FREITAS, Isa A.; BRANDÃO, Hugo Pena. Trilhas de aprendizagem como estratégia para o desenvolvimento de competências. In: BORGES-ANDRADE; ABBAD; MOURÃO (Orgs.). Treinamento, desenvolvimento e educação no trabalho. Brasília: UnB, 2005.

GUI, Roque Tadeu. Trilhas de desenvolvimento profissional. Brasília, mimeo, 2000.

ISAMBERT-JAMATI, V.O apelo à noção de competência na revista l’orientation scolaire et professionelle – da sua criação aos dias de hoje. In: ROPÉ , F. & TANGUY, L. (orgs.). Saberes e Competência: o uso de tais noções na escola e na empresa. CampinasSP: Papirus, 1997.

JUNQUEIRA, Cladis. Trilhas de desenvolvimento profissional. Porto Alegre, mimeo, 2000.

KATZ, D.; KAHN, R. L. The social psychology of organizations. 2th ed. New York: John Willey and Sons, 1978.

LE BOTERF, Guy. Competénce et navigation professionnelle. Paris: Éd. d Organisation, 1999.

VERGARA, Sylvia Maria. Projetos e relatórios de pesquisa em administração. São Paulo: Atlas, 1997.
Componentes da Competência
Full transcript