Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Fisiologia da Gravidez e Lactação

No description
by

Carla Nuñez

on 29 November 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Fisiologia da Gravidez e Lactação

Fisiologia da Gravidez e Lactação
O aumento da pressão de CO2 leva ao deslocamento do O2 da oxihemoglobina
O sangue fetal que penetra a placenta rico em CO2 perde por difusão o CO2 para o sangue materno


Sangue mais alcalino no feto e sangue mais ácido (rico em CO2) na mãe



A capacidade de ligar-se ao oxigênio aumenta no sangue fetal e diminui no sangue materno. Assim o deslocamento de Bohr opera num sentido no sangue materno e em direção oposta no sangue fetal.
Difusão de O2 através da membrana placentária
Maturação
Fertilização do óvulo
Transporte
Implantação
Oócito primário
Óvulo
Meiose
Oócito secundário
Corpúsculo polar
23 pares de cromossomas
23 cromossomas não pareados
Coroa radiada - óvulo + celulas da granulosa
Ejaculação
Vagina
5-10 minutos
Ampola
Prostaglandinas
Espermatozóides
Hipófise posterior
Ocitocina
Contração

Tubas uterinas
extremidade ovariana das tubas
Cavidade Uterina
3-5 dias
Blastocisto
(1-3 dias na cavidade)
Células trofoblásticas
Digerem e liqüefazem as células adjacentes do endométrio uterino
Fornecem líquidos e nutrientes para o blastocisto

Proliferação das células (trofoblastos , blastocitos e células do endométrio)
Placenta
Capilares sanguíneos surgem nos cordões trofoblásticos (sistema vascular embrionário);

16 dias após a fertilização - sangue bombeado pelo coração do embrião;

Sinusóides sanguíneos - sangue materno (em torno dos cordões trofoblásticos;

Capilares fetais sujem nas projeções de células trofoblásticas (Vilosidades plancentárias);

O sangue do feto flui por duas artérias umbilicais , seguindo pelos capilares das vilosidades e por fim, de volta ao feto atravésda veia umbilical única;

O sangue materno flui de suas artérias uterinas para os grandes sinusóides maternos que circundam as vilosidades e , a seguir , de volta pelas veias uterinas da mãe.
Nutrição do feto
Ocorre por difusão de nutrientes através da membrana placentária;
Difusão facilitada de glicose através das células dos trofoblastos que revestem as vilosidades;
ácidos graxos , corpos cetônicos, potássio, sódio e cloreto - difusão do sangue materno para o sangue fetal .
Profª Drª Carla Nuñez
Utero
Fatores hormonais
Gonadotropina coriônica humana
Estrogênios
Progesterona
Somatomamotropina coriônica humana
Persistência do corpo lúteo
No sangue:
8-9 dias após o início da ovulação (período pós implantação)
Atinge o pico máximo entre 10-12 semanas
reduz entre 16-20 semanas e mantém esse nível mais baixo pelo resto da gravidez
Estímulo à produção de testosterona pelas células intersticiais sobre os testículos nos fetos masculinos- desenvolvimento dos órgão sexuais masculinos
manutenção da liberação de estrógeno, progesterona

AMENORRÉIA
CÉLULAS DO ENDOMÉTRIO (Deciduais verdadeiras - edemaciadas e nutritivas - favorecem a implantação do blastocisto.
Remoção
até a 12ª semana = Aborto
Gonadrotopina coriônica
Estrogênios
Progesterona
Ovulação
20
40
60
80
100
120
22
24
20
18
16
14
12
10
8
6
4
2
0
Estrogênios (mg24h equivalente de estradiol)
300
200
100
0
Progesterona (mg/24h)
Gonadotropina coriônica humana UI/mL)
0
4
8
12
14
16
20
22
24
28
32
36
40
Placenta
Estrogênios
Aumentam até 30 vezes o normal ao fim da gravidez

Estriol , estradiol e estrona

Formados a partir de compostos androgênicos (desidroepiandrosterona e 16-hidroxidesidroepiandrosterona) que são produzidos nas glândulas adrenais maternas e fetais

Funções : 1-) aumento do útero materno 2-) aumento das mamas e crescimento dos dutos mamários maternos 3-) aumento da genitália feminina externa materna
Progesterona
0,25g/dia ao fim da gravidez;

Desenvolvimento das células deciduais no endométrio uterino;

Redução da contratilidade do útero gravídico;

Aumenta a secreções da trompa e do útero para fornecer o material nutritivo para a mórula e o blastocisto;

Ajuda o estrogênio a preparar as mamas maternas para a lactação
Somatomamotropina Coriônica Humana (lactogênio humano placentário)
Efeito na lactação em animais;

Efeito no crescimento ( são necessárias quantidades 100 vezes maiores que as de hormônio do crescimento);

Diminuição da sensibilidade à insulina ;

Promove a aliberação de ácidos graxos livres dos depósitos de gordura da mãe
Adaptado de : Shills, 2009; Guyton 1996 e Accioly, 2009

“Processo fisiológico coordenado por estímulos hormonais e mecânicos que culminam na lactogênese e secreção láctea”

Lactação

Unidade Secretora:
Complexo alveolar


Anatomia da mama

Lactogênese II

Após o parto e o primeiro leite liberado é o colostro

Secreção


Lactogênese I

Segunda metade da gestação

Expansão dos complexos lobulares alveolares

Lactogênese - Quando ocorre?

Lactogênese I

Diferenciação e inibição
secretória da secreção láctea

Altos níveis de progesterona
Prolactina
Lactogênio Placentário


Lactogênese II

Ativação secretória

Redução da progesterona
Aumento da prolactina reflexa à mamada;
Secreção do colostro*
Secreção do leite maduro

Lactogênese

SECREÇÃO
LÁCTEA

PROLACTINA

Controle da Lactação

Individualidade genética;

Nutrição materna (particularmente ácidos graxos, vitaminas do complexo B, selênio e iodo);

Estágios da Lactação

Composição do Leite Humano

Os mecanismos de manutenção da lactação são regulados pela sucção e esvaziamento da mama, caso isso não ocorra pode haver involução do epitélio mamário, e a secreção láctea cessa em um ou dois dias.
Prolactina
Influenciado por :
Referências
Outros fatores Hormonais na Gravidez
Secreção Hipofisária anterior : Corticotropina, tireotropina e prolactina Hormônio Luteinizante e horm. folículo estimulante (inibição por estrogênios e progesterona da placenta)

Secreção adreno-cortical : glicocorticóides - mobilização de aminoácidos maternos? aldosterna = tendência a reabsorver excesso de sódio nos túbulos renais - retenção de líquido - hipertensão.

Secreção pela Tireóide : até 50% durante a gravidez tiroxina

Secreção pelas Glândulas paratireóides - absorção de cálcio dos ossos maternos,mantendo as concentrações de cálcio nos líquidos extracelulares maternos constantes e disponíveis ao feto - intensificada na lactação

Secreção de relaxina pelos ovários e placenta - possível efeito em tornar o cérvice complacente na ocasião do parto
Gonadotropina coriônica humana
tireotropina coriônica humana


GUYTON AC; HALL J. Tratado de fisiologia médica. Rio de Janeiro.9ª ed.Editora Guanabara Koogan, 1996. p941-953.


O complexo alveolar é constituido de células epiteliais , mioepiteliais, capilares, estroma, adipócitos, fibroblastos e plasmócitos
Resposta do corpo da mãe à gravidez
Aumento das mamas;

Aumento do útero , da vagina e abertura do vestíbulo;

Edema;

Acne;

traços acromegálicos;

Ganho de peso ~12kg (maior parte nos dois últimos trimestres)- 3,5kg: feto, 2kg: líquido amniótico, útero: 1kg, mamas: 1kg,3kg líquido extracelular materno 1,5kg depósito de gordura materno;

Aumento do metabolismo basal em cerca de 15%

Alterações no sistema circulatório com aumento do fluxo sanguínio, do volume sanguíneo e do débito cardíaco;

Aumento da ventilação -minuto;

Aumento da capacidade de reabsorção de sódio, cloretos e água pelos túbulos renais e com diminuição da filtração glomerular - acúmulo de apenas 3kg extras de sais e água

Líquido amniótico: Volume regulado pelas membranas amnióticas e pela exceção fetal de urina




Nutrição Durante a gravidez
Cálcio , proteína, fosfatos e ferro já foram armazenados nos depósitos normais da mãe para suprir o último semestre onde o feto praticamente dobra de peso;
Se falta na dieta= deficiências maternas(fosfatos, ferro, cálcio e vitaminas)
Ferro e vitamina D em especial
Vitamina K - importante logo antes do nascimento, para imperdir a hemorragia.


Pré- eclâmpsia e Eclâmpsia
Caracterizada pela retenção de água e sais pelos rins maternos , ganho de peso e edema. Está associada ao aumento da pressão arterial
Parto
Alterações hormonais:

* Estrogênio/ Progesterona, a partir do sétimo mês - maior contratilidade do útero ao final da gestação;

*Neurohipófise Ocitocina Contração

*Origem fetal: Ocitocina, cortisol e prostaglandinas = estimulação uterina

Alterações mecânicas

* Estiramento da musculatura uterina - maior contratilidade

* Estiramento ou irritação da cérvice

"Feedback" positivo - estiramento da cérvice e contração.

Dores do parto:
Hipóxia no músculo uterino por compressão dos vasos sanguíneos do útero - nervos hipogástricos sensoriais .
Segundo estágio- estiramento cervical, perineal e estiramento ou dilasceração de estruturas do próprio canal vaginal.
Separação da Plascenta:

10-45min após o parto - contração do útero a um tamanho pequeno - separação da placenta do seu sítio de implantação - contração das fibras musculares lisas bloqueando o sangramento dos sinusóides
Involução do útero:
4-5 semanas após o parto - caso a mãe amamente
Autólise da superfície endometrial e reepitelização
Ocitocina
Secreção do leite
Ejeção do leite
Parto = Estrôgenio e progesterona
Secreção do leite
Crescimento e ramificação do sistema de ductos + aumento do estroma -acúmulo de gordura
Crescimento dos lóbulos e brotamento do alvéolos
Hormônio do crescimento
Prolactina
glicocorticóides
insulina
Preparo da mama para a lactação
Prolactina
Secreção deo leite
* colostro: rico em proteína e pobre em gorduras
Full transcript