Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Metodologia Projetual no Design Gráfico

Apresentação sobre os processos metodológicos para criação de projetos de design gráfico e sua documentação.
by

Joana Franco

on 24 February 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Metodologia Projetual no Design Gráfico

Metodologia Projetual
Design Gráfico Método Procedimento organizado que conduz a um certo resultado. A metodologia é o conjunto de métodos adotados. A metodologia em design gráfico é menos uma determinação e mais uma orientação. É uma sistematização, onde cada critério e parâmetro têm um porquê. Problematização
Briefing
Análise de dados
Conceituação
Geração de alternativas
Validação
Finalização
Avaliação De forma geral, podemos identificar três momentos: planejamento, execução e resultado.

Dentro dessas etapas a pesquisa é constante e fundamenta o projeto. Pesquisa Pesquisas devem ser feitas em sentido amplo para se tornarem referenciais de criação junto ao briefing. Portanto, é preciso entender:
público (físico, mental e financeiro)
cultura (hábitos e modelos)
negócio (interno e externo)
cenário (histórico e ambientes)
utilidades (relações de uso e motivações)
objetivos (expectativas e desejos)
materiais (adequação e responsabilidade)
identidade (intuição perceptiva)
tecnologias (modos de produção)
visualidades (imagens, tipos, cores, formas) Como afirma Munari (1998, p.10), "sem fazer antes uma pesquisa sobre o que já foi feito de semelhante ao que se quer projetar, sem saber que materiais utilizar para a construção, sem ter definido bem a sua exata função" não se deve projetar. Assim, a pesquisa é fundamental para a tomada de decisões do designer, ela norteia o projeto com indicativos para a solução adequada do problema. Fuentes (2006, p.39) afirma que "não é possível comunicar se não se conhece tudo o que está disponível sobre quem, o que, onde e para o que é necessário comunicar". Documentação Para manter controle da pesquisa e realmente atingir soluções adequadas, no entanto, é preciso documentar e criar processos lógicos de resgate dos dados levantados para que eles se convertam em informação. Assim, além das pesquisas referenciais e técnicas, é fundamental articularmos normas de arquivamento dessas informações. No mercado de trabalho essas normas podem ser regidas por uma regra geral ou determinadas especificamente pela empresa, no ambiente acadêmico existe a ABNT (Associação Brasileira de Normas e Técnicas). As regras da ABNT para trabalhos acadêmicos devem levar em consideração a estrutura, o formato e a linguagem. Estrutura No caso do projeto em design gráfico, a estrutura do trabalho deve ser guiada pelas etapas projetuais, além de trazer introdução, conclusão, referências e elementos pré-textuais de composição. Formato O formato está relacionado ao modo como os dados serão visualizados. Tem relação direta com o estabelecimento de hierarquias gráficas das informações. Linguagem O modo de expressão pelo qual a informação se torna comunicação. No caso, é preciso que a escrita esteja dentro da norma culta da lingua portuguesa, sem a indicação de 1ª pessoa ou uso de gírias. Como você define esse campo?
Quais as funções do profissional?
Que processos fundamentam sua atuação? "Termo utilizado para definir, genericamente, a atividade de planejamento e projetos relativos à linguagem visual. Atividade que lida com a articulação de texto e imagem, podendo ser desenvolvida sobre os mais variados suportes e situações. Compreende as noções de projetos de sinalização, design editorial, entre outras. Também pode ser empregado como substantivo, definindo assim um projeto em si" (ASSOCIAÇÃO DOS DESIGNERS GRÁFICOS, 2000, p.36). "Ação de conceber, programar, projetar e realizar comunicações visuais, produzidas em geral por meios industriais e destinadas a transmitir mensagens específicas a grupos determinados" (FRASCARA, 1998, p.19).
Direciona-se na solução e estruturação de canais de comunicação e identificação mais eficientes de produtos, marcas e serviços, atentando para seu público alvo, usuário e consumidor. FERRAMENTA ESTRATÉGICA
"Frascara (1998) atribui ao designer o papel de coordenador, organizando, pesquisando, concebendo e realizando a partir da informação e com a participação de especialistas os projetos demandados". O designer é um evidenciador de aspectos normalmente ocultos. "Esta técnica de garimpagem constitui numa das virtudes do designer" (ESCOREL, 2000). Portanto, o designer gráfico é um especialista em comunicação humana, mediante o meio visual, utilizando "três elementos básicos que definem a atividade: método (design/projeto); um objetivo (comunicação) e um campo (visual)" (FRASCARA, 1998, p.21). Desenho X Design
Produção X Preparação

(tempo de projeto) Dentre as etapas metodológicas de um projeto em design gráfico, em termos de orientação, temos: "Oscar Niemeyer sempre diz que depois de desenhar um projeto ele escreve sobre o trabalho e que, quando não consegue escrever, explicar o que fez, conceituar sobre o que projetou, ele volta à prancheta para refazer o projeto" (MARTINS, 2012). Para inovar pesquisa deve levar em conta USUÁRIO CONTEXTO NATUREZA TÉCNICA FUNÇÕES
Full transcript