Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Tráfico de animais silvestres

No description
by

Talita Souza

on 26 November 2012

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Tráfico de animais silvestres

SE NINGUÉM COMPRA, NINGUÉM VENDE, NINGUÉM CAÇA ! O Tráfico de Animais Silvestres Histórico do Tráfico Números do tráfico Legislação Consequências Sugestões Rotas do tráfico Dificuldades em combater o tráfico Os tipos de tráfico Destino Principais espécies Captura O crime O tráfico de animais é a terceira maior atividade criminosa, perdendo apenas para o tráfico de drogas e armas. É o responsável pela extinção das espécies. Por ser uma atividade clandestina, não é possível calcular quanto dinheiro o tráfico de animais silvestres movimenta por ano. Estima-se que essa atividade alcance em torno de U$ 10 bilhões ao ano. Gato maracajá apreendido (28/09/12) pela Polícia Ambiental do Paraná. Foi encontrado em Maria Helena, no noroeste do Estado, através de denúncias. Vinte pássaros silvestres foram apreendidos (21/10/12) em Marialva, no norte do Paraná. Entre as espécies apreendidas estão trinca-ferros, canários, sabiás e coleiros. As aves foram soltas
A Polícia Federal no Paraná, em ação conjunta com o Ibama, apreendeu 80 animais silvestres em Curitiba (05/06/12), através de fiscalizações em criadouros. Produtos de Fauna Animais para colecionadores
particulares e zoológicos Animais para fins científicos Os principais fornecedores são: Brasil, Peru, Argentina, Kenya, Venezuela, Paraguai, Bolívia, Colômbia, África do Sul, Zaire, Tanzânia, China e Rússia.
Os principais países consumidores são: Os Estados Unidos, Alemanha Holanda, Bélgica, França, Inglaterra, Suíça, Grécia, Bulgária, Arábia Saudita e Japão Total de animais apreendidos na região Sul (1992-2000) Espécies envolvidas no tráfico No Paraná O Paraná é apontado como área de captura, passagem e exportação de animais. Na imprensa, o Estado é colocado ao lado de São Paulo e Rio de Janeiro como um dos principais que compram animais silvestres, e é apontado como um dos principais pontos de saída ilegal de animais Aves Répteis Mamíferos Principais Espécies apreendidas
no Brasil (1999-2000) Segundo dados da Polícia Federal, em 2012 foram apreendidos aproximadamente 14 mil animais silvestres - destes 13 mil são aves.
Apesar de variar muito anualmente, o número de animais apreendidos pelo órgão vem crescendo. "Os animais de quaisquer espécies, em qualquer fase do seu desenvolvimento e que vivem naturalmente fora do cativeiro, constituindo a fauna silvestre, bem como seus ninhos, abrigos e criadouros naturais são propriedade do Estado, sendo proibida a sua utilização, perseguição e destruição, caça ou apanha”
Quem cometer o crime esta sujeito a detenção (6 meses a um ano) e multa. A multa por animal apreendido varia de R$ 500 a R$ 5 mil, se estiver ameaçado de extinção. O tráfico de animais silvestres causa diversos problemas, principalmente a extinção das espécies que pode proporcionar o desequilibrio ecológico. Além disso causa consequências sanitárias, econômico-sociais e ecológicas aos países envolvidos. Mesmo que fique com pena do animal nas mãos do traficante, não o compre, se o fizer você somente estará incentivando o tráfico;
Implantação de postos alfandegários;
Aumento do contingente e capacitação dos agentes;
Aquisição de equipamentos e materiais necessários;
Maior intercâmbio entre os países;
Maior cooperação internacional.
Maior divulgação e esclarecimento da lei;Aplicação mais severa; Discentes: Carolina Soares de Castro
Mariana Soares de Castro
Talita de Souza Rampão "Todos os argumentos que provam a superioridade humana não eliminam este fato: no sofrimento os animais são semelhantes a nós." (Peter Singer ) O tráfico de animais é a terceira maior atividade criminosa, perdendo apenas para o tráfico de drogas e armas, movimentando aproximadamente cerca de 10 ilhões de dólares ao ano. O trafico ameaça as espécies, sobretudo, que já se encontram em nível de ameaça de extinção.
No Paraná, como áreas de captura aparecem principalmente três cidades: Laranjeiras do Sul, Foz do Iguaçu (na tríplice fronteira) e na região do Litoral (entre a mata atlântica e manguesais). Os principais pontos de destino dos animais são os Estados do Rio de Janeiro e de São Paulo, onde são vendidos em feiras livres ou exportados através dos principais portos ou aeroportos dessas regiões.
Portugal, México, Arábia, Tailândia, Espanha, Grécia, Itália, França e Bélgica são citados como principais países de trânsito comercial de vida silvestre, onde geralmente é feita a legalização de vida silvestre contrabandeada. Fazem a conexão entre zonas rurais e centros urbanos, como os regatões (barqueiros das regiões Norte e Centro-Oeste), fazendeiros, caminhoneiros, motoristas de ônibus e ambulantes que, ato contínuo, os comercializam a pequenos e médios traficantes (intermediários secundários), que fazem a ligação com os grandes traficantes, que atuam dentro e fora de nosso País São as pessoas simples, sem fonte de renda ou com dificuldades para complementação desta. Muitos utilizavam a caça como subsistência e descobriram que podia se tornar uma atividade complementar da renda. Nestes se incluem populações rurais (garimpeiros, lavradores, posseiros, pequenos proprietários rurais e peões). Fornecedores: Intermediários São os que conduzem o contrabando nacional e internacional, com traficantes brasileiros ou estrangeiros especializados, proprietários de criadouros científicos, comerciais ou conservacionistas, empresários legalmente constituídos ligados ao mercado internacional de animais silvestres Grandes comerciantes São pessoas que desejam ter um animal silvestre em casa; criadouros, como zoológicos e aquários; espetáculos circenses; colecionadores particulares; curtumes interessados em peles de animais; atividades ligadas à moda; como souvenir exótico surgem como exemplos. Consumidores Em muitos casos, os animais oriundos do tráfico são encaminhados a outras instituições como zoológicos, instituições de pesquisa e criadouros, mas essa prática é pouco viável, pois eles não podem acomodar grandes quantidades de animais, Rota do tráfico no Brasil
Full transcript