Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Sistema Esquelético e Muscular

No description
by

Gabriela Lunardelli

on 17 November 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Sistema Esquelético e Muscular

Sistema
MUSCULAR

Sistema
Esquelético

O esqueleto humano é formado pelos ossos e tem como função principal proteger determinados órgãos vitais como o encéfalo, que é protegido pelo crânio, e também os pulmões e o coração, que são protegidos pelas costelas e pelo esterno e a medula espinal, que é protegida pela coluna vertebral. Os ossos também realizam a produção das células sanguíneas.
O que é?
Qual a diferença entre ossos e cartilagem?
Os ossos são órgãos esbranquiçados, muito duros, que unindo-se aos outros, por intermédio das junturas ou articulações constituem o esqueleto. São formados por vários tecidos diferentes: tecido ósseo, cartilaginoso, conjuntivo denso, epitelial, adiposo, nervoso e vários tecidos formadores de sangue.

A cartilagem é uma forma elástica de tecido conectivo semirrígido - forma partes do esqueleto nas quais ocorre movimento.

A cartilagem não possui suprimento sanguíneo próprio; consequentemente, suas células obtêm oxigênio e nutrientes por difusão de longo alcance.


O que são juntas e articulações?
Junta
é o local de junção entre dois ou mais ossos. Algumas juntas, como as do crânio, são fixas; nelas os ossos estão firmemente unidos entre si. Em outras juntas, denominadas
articulações
, os ossos são móveis e permitem ao esqueleto realizar movimentos.
Qual a função do sistema esquelético?
• Sustentação do organismo (apoio para o corpo)
• Proteção de estruturas vitais (coração, pulmões, cérebro)
• Base mecânica para o movimento
• Armazenamento de sais (cálcio, por exemplo)
• Hematopoiética (suprimento contínuo de células sanguíneas novas)


Quantos ossos exitem e quais são os principais?
Qual a divisão do sistema esquelético?
Doenças
Crescimento ósseo
Coluna
RACHA CUCA
O que é?
Quais os tipos de músculos?
Anomalias
Esforço Muscular
lesões musculares
RACHA CUCA
Alunos
André 03
Gabriela 14
Matheus 29
Nicole 31
Vinícius 38
Vitória 41
O esqueleto de um adulto é formado por aproximadamente 206 ossos, porém quando nascemos possuímos muito mais que isso. Os 270 ossos que acompanham nosso nascimento, com o passar do tempo, vão se fundindo para formar ossos maiores.


OSSOS NA CABEÇA
- Ossos do crânio: frontal, parietal, temporal, occipital.


NAS PERNAS
- Fêmur, Patela, Tíbia e Fíbula


NO PÉ
- Calcâneo, Tálus, Navicular (tornozelo)
- Metatarsais (peito do pé)
- Falanges (dedos dos pés)



Ossos do ouvido:
-martelo, estribo e bigorna.
Osso do pescoço:
-hióide.
NOS BRAÇOS
- Úmero , Ulna,
Rádio.

NAS MÃOS
- Carpo, Metacarpo,
Falanges.

NA CINTURA
PÉLVICA
- Ossos do quadril,
sacro,Cóccix.

Sistema esquelético pode ser dividido em duas partes funcionais. A primeira é o esqueleto axial, sendo formado por ossos da cabeça, pescoço e tronco. A segunda parte é o esqueleto apendicular, que representa os ossos dos membros inferiores.
As principais doenças relacionadas ao sistema esqulético são:

Artrite
Osteoporose
Raquitismo
Hérnia de Disco
Escoliose
Fraturas
Câncer ósseo
Bursite
Osteomielite

Osteoporose
É uma doença degenerativa que se caracteriza pela diminuição progressiva da densidade óssea (ossos mais porosos do que o normal) e aumento do risco de fraturas.

É mais comum em idosos e em mulheres, devido à menor deposição de cálcio e fósforo nos ossos. Três em cada quatro pacientes são do sexo feminino, onde afeta principalmente as que estão na fase pós-menopausa e a fragilidade dos ossos nas mulheres é causada pela ausência do hormônio estrogênio, que tornam porosos como uma esponja.

Causa encolhimento das vértebras, redução da estatura, costas corcundas e dor nos ossos.

Densitometria óssea: exame mede a densidade mineral do osso da coluna lombar e no fêmur. O resultado divide-se em três classificações: normal, osteopenia e osteoporose.

Os locais mais afetados são a coluna, o pulso e o fêmur.

Segundo maior problema de saúde mundial, ficando atrás apenas das doenças cardiovasculares.


Os ossos começam a se formar a partir do segundo mês de vida intra-uterina. Ao nascer, a criança já apresenta um esqueleto bastante ossificado, mas as extremidades de diversos ossos ainda mantêm regiões cartilaginosas que permitem o crescimento. Entre os 18 e 20 anos, essas regiões se ossificam e o crescimento cessa.
Os fatores que influenciam diretamente no crescimento dos ossos, são: fator genético, fatores nutricionais, fator físico e fatores hormonais.
Fator genético:
é o código genético (DNA) que determina a altura máxima de cada indivíduo.
Fatores nutricionais
: para um crescimento ósseo adequado não podem faltar proteínas, cálcio e vitaminas, como a C e a D.
Fator físico:
força de tração e força de pressão.
Fator hormonal:
hormônio de crescimento (GH) que estimula o disco epifisário e periósteo, onde é produzido até os 21 anos de idade.

OSSOS DA MÃO DE UM BEBÊ
OSSOS DA MÃO DE UMA CRIANÇA
OSSOS DA MÃO DE UM ADOLESCENTE
OSSOS DA MÃO DE UM ADULTO
A coluna vertebral, também chamada de espinha dorsal, estende-se do crânio até a pelve, onde é responsável por dois quintos do peso corporal total.
É composta por tecido conjuntivo e por uma série de ossos, chamados de vértebras, as quais estão sobrepostas em forma de uma coluna (o que justifica o nome coluna vertebral).
É constituída por 24 vértebras + sacro + cóccix, e junto com a cabeça, o estreno e as costelas, forma o esqueleto axial.
É dividida em quatro regiões: Cervical (7 vértebras); Torácica (12); Lombar (5) e Sacro-Coccígea (5 sacrais e cerca de 4 coccígeas).




Vista lateral, a coluna apresenta várias curvaturas fisiológicas:
Cervical:
convexa ventralmente – LORDOSE
Torácica:
côncaa ventralmente – CIFOSE
Lombar:
convexa ventralmente – LORDOSE
Pélvica:
côncava ventralmente – CIFOSE
Quando alguma está aumentada, chamamos de Hipercifose ou Hiperlordose.
Na vista anterior ou posterior, a coluna não apresenta nenhuma curvatura, portanto, quando ocorre alguam curvatura neste plano chamamos de Escoliose.

Funções:
- Protege a medula espinhal e os nervos espinhais;
- Suporta o peso do corpo;
- Exerce um papel importante na postura e locomoção;
- Proporciona flexibilidade para o corpo, podendo fletir-se para frente, para trás e para os lados.

Fratura do Neymar
Neymar, durante a Copa, teve uma fratura no processo transverso no nível da terceira vértebra lombar. Ou seja, é uma fratura na região da coluna que limita os movimentos e que assim, necessita de imobilização (cinta lombar para o controle da dor).
Geralmente, a fratura ocorre pela contração muscular e não necessariamente pelo impacto direto. Dessa forma, provavelmente não foi o impacto do joelho do jogador colombiano sobre a coluna do Neymar que ocasionou a fratura, mas sim a força de tração exercida pelos músciulos que ficam entre as vértebras. Essa contração também serve para proteger os órgãos do abdômen, particularmente o rim, os ureteres e o baço.

Referências
http://www.gineco.com.br/saude-feminina/doencas-femininas/osteoporose/
http://drauziovarella.com.br/mulher-2/osteoporose-3/
http://www.minhavida.com.br/saude/temas/osteomielite
http://www.abc.med.br/p/sinais.-sintomas-e-doencas/334420/o+que+e+osteomielite.htm
http://www.ossis.com.br/o-que-e-osteomielite/#.VBXWM_ldVqU
http://danii-w.blogspot.com.br/2011/01/doencas-tipicas-do-sistema-esqueletico.html
http://saude-info.info/doencas-do-sistema-esqueletico-e-transtornos.html
http://saude-info.info/doencas-do-sistema-esqueletico.html
http://www.todabiologia.com/anatomia/crescimento_osseo.htm
http://www.webciencia.com/11_24cresci.htm
http://www.auladeanatomia.com/osteologia/coluna.htm
http://www.doresnascostas.com.br/coluna_vertebral.asp?Id=5&Id_Sup=4
http://www.clebertoledo.com.br/geral/2014/07/08/62235-fratura-de-coluna-vertebral-saiba-mais-sobre-a-lesao-do-neymar









São estruturas individualizadas que cruzam uma ou mais articulações e pela sua contração são capazes de transmitir-lhes movimento. Este é efetuado por células especializadas denominadas fibras musculares, cuja energia latente é ou pode ser controlada pelo sistema nervoso. Os músculos são capazes de transformar energia química em energia mecânica, gerando a movimentação do corpo.
O músculo vivo é de cor vermelha. Essa coloração denota a existência de pigmentos e de grande quantidade de sangue nas fibras musculares.
Existem cerca de 600 músculos no corpo humano; juntos eles representam de 40 a 50% do peso total de uma pessoa. Os músculos são capazes de se contrair e de se relaxar, gerando movimentos que nos permitem andar, correr, saltar, nadar, escrever, impulsionar o alimento ao longo do tubo digestório, promover a circulação do sangue no organismo, urinar, defecar, piscar os olhos, rir, respirar...

• Músculo não estriado (músculo liso);
Os músculos não estriados têm contração lenta e
involuntária, isto é, os movimentos por eles gerados ocorrem independentemente da nossa vontade.Esses músculos são responsáveis, por exemplo, pela ereção dos pêlos na pele (“arrepio”) e pelos movimentos de órgãos como o esôfago, o estômago, o intestino, as veias e as artérias, ou seja, músculos associados aos movimentos peristálticos e ao fluxo de sangue no organismo.


• Músculo estriado esquelético;
Os músculos estriados esqueléticos fixam-se aos ossos geralmente por meio de cordões fibrosos, chamados tendões. Possuem contração vigorosa e voluntária, isto é, seus movimentos obedecem a nossa vontade. Exemplos: os músculos das pernas, dos pés, dos braços e das mãos.
• Músculo estriado cardíaco.
O músculo estriado cardíaco é o miocárdio, o músculo do coração, que promove os batimentos cardíacos. Esses constituem o miocárdio, ou seja, são os músculos que estão no coração. Sua contração é vigorosa e involuntária.
Fadiga muscular. Você já deve ter ouvido que é comum a produção de ácido lático nos músculos de uma pessoa, em ocasiões que há esforço muscular exagerado. A quantidade de oxigênio que as células musculares recebem para a respiração aeróbia é insuficiente para a liberação da energia necessária para a atividade muscular intensa.
Nessas condições, ao mesmo tempo em que as células musculares continuam respirando, elas começam a fermentar uma parte da glicose,na tentativa de liberar energia extra. O ácido láctico acumula-se no interior da fibra muscular produzindo dores,
cansaço e cãibras.

Existe um defeito muscular que afeta os músculos abdominais e que se denomina síndrome do abdómen em forma de ameixa seca. Nesta deficiência não existem um ou mais invólucros dos músculos do abdómen, o que origina que este se protraia para fora. Associa-se esta doença a graves distúrbios renais e urinários. O prognóstico é favorável para as crianças cujos rins funcionam normalmente.

síndroma do abdómen
Distrofias musculares

As distrofias musculares são doenças hereditárias que se manifestam na infância ou na juventude, caracterizando-se por uma progressiva perda da força e massa musculares.
Causas e generalidades
A lesão mais característica das distrofias musculares é a deterioração das células ou fibras musculares, principais componentes do tecido muscular. Elas provocam uma deterioração crónica e gradual na estrutura e funcionamento dos músculos esqueléticos. Normalmente, esta deterioração não afecta todos os músculos esqueléticos, mas sim determinados grupos musculares, consoante o tipo de distrofia muscular.


Lesões Musculares
As lesões musculares são comuns nos esportes, com sua frequência variando 10-55% de todas as lesões. Mais de 90% delas relacionadas com são contusões ou distensões musculares.
A contusão muscular, ocorre quando um músculo é submetido à uma força súbita de compressão como um golpe direto, por exemplo. Já nos estiramentos, o músculo é submetido a uma tração excessiva levando à sobrecarga das mio fibras e, consequentemente, a sua ruptura perto da junção miotendínea.
O que distingue a cura da lesão muscular de um osso fraturado é que o músculo esquelético cicatriza através de um processo chamado “reparação”, na qual há formação de tecido fibroso de cicatriz entre as duas partes de músculo lesionado, enquanto uma fratura cicatriza por “regeneração”, ou seja o osso fraturado cura através da produção de calo ósseo que, posteriormente se remodela em tecido ósseo.

Crescimento

O crescimento começa ainda no útero materno. Os nutrientes chegam ao embrião pela placenta e garantem que as divisões celulares ocorram de forma correta. Quando a mãe não ingere os alimentos necessários para o desenvolvimento da criança, há uma espécie de resistência ao crescimento
Além dos nutrientes, a genética interfere muito no crescimento, tanto ósseo quanto muscular
O maior crescimento ocorre durante o primeiro ano de vida, também existe o chamado "estirão" que ocorre nas meninas próximo aos 11 anos e com os meninos aos 13.


As funções musculares variam de acordo com o movimento que o mesmo executa, e estas, tem nomes diversificados, são chamados agonista, antagonista, estabilizador e neutralizador
O agonista é o músculo ou grupo de músculos que iniciam o movimento, mais conhecido como motor auxiliar
O antagonista é o músculo ou grupo de músculos que realizam o movimento oposto ao agonista. Obs: o agonista pode ser antagonista e vice-versa, dependendo do movimento
O estabilizador é o músculo ou grupo de músculos que da sustentação para o agonista poder trabalhar, o mais utilizado é o músculo do abdômen
O neutralizador impede que o músculo faça um movimento indesejado, pois ele não conhece a direção quando contraído.

Funções Musculares


Um músculo é capaz de levantar até mil vezes seu próprio peso. De acordo com cálculos realizados por cientistas, os músculos de um homem têm força suficiente para levantar 25 toneladas.
Só para andar, o corpo utiliza uma centena de músculos
Existem três dezenas de músculos que se movimentam sozinhos, como coração e estômago
Você já deve ter percebido que, depois de qualquer exercício físico, como pular, correr ou fazer ginástica, seu corpo se aquece, isso ocorre porque, ao trabalhar, os músculos usam energia, uma parte da qual se transforma em calor.

Curiosidades
principais ossos
Qual dessas doenças não é típica do Sistema Esquelético?
(A) Atonia.

(B) Raquitismo.

(C) Osteoporose.

(D) Espinha Bífida.

(E) Fraturas.
Qual destas funções não é
do Sistema Esquelético?
(A) Sustentação do organismo.

(B) Proteção de estruturas vitais.

(C) Produção de calor.

(D) Armazenamento de sais.

(E) Hematopoiética.
Quais são os 3 tipos de músculos existentes em nosso corpo?
(A) Músculos não estrelados, músculos estrelados do coração e músculos estrelados ósseos.

(B) Músculos não estriados, músculos estriados cardiacos e músculos estriados esqueléticos.
Não é função dos músculos:
(a) fornecimento de calor ao organismo;
(b) locomoção;
(c) impulsionar o sangue;
(d) realizar trabalho mecânico;
(e) a filtração do sangue.
Quantos ossos constituem o esqueleto humano da maioria dos adultos?
(A) 306 ossos.

(B) 206 ossos.

(C) 236 ossos.

(D) 286 ossos.

(E) 216 ossos.
Vídeos
(PISM-UFJF/2002) O tradicional bife de carne de boi é constituído por:
a) tecido muscular liso, que se caracteriza por apresentar contrações involuntárias.
b) tecido muscular estriado fibroso, que se caracteriza por apresentar contração involuntária.
c) tecido muscular liso, que se caracteriza por apresentar contrações constantes e vigorosas.
d) tecido muscular estriado, caracterizado por apresentar contrações peristálticas reguladas pelo cálcio.
e) tecido muscular estriado esquelético, que se caracteriza por realizar contrações voluntárias.
Full transcript