Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Compostagem - Prática

No description
by

Cello Lopes

on 21 November 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Compostagem - Prática

Compostagem
Um guia prático Compostagem A compostagem pode ser definida como uma bioxidação
exotérmica de um substrato orgânico heterogêneo no estado sólido através da ação de microrganismos em um processo aeróbio, caracterizado pela produção de CO2 , água, liberação de substâncias minerais e formação de matéria orgânica estável. ? Vs Resíduos orgânicos são restos de alimentos e outros materiais que degradam rapidamente na natureza, tais como: cascas, folhas, restos frutos e vegetais, pó de café, esterco de animais, aparas de gramas, galhos, papel, restos de culturas agrícolas, etc. No município de P.Prudente é gerado aproximadamente 46000 Kg por dia! Você irá gerar durante sua vida 13687500 g Marcelo Lopes
marcelolopes@ambiente.eng.br No município de Propriá é gerado aproximadamente 10000 Kg por dia! Você irá gerar durante sua vida 13687500 g No município de Propriá é gerado aproximadamente 10000 Kg por dia! Você irá gerar durante sua vida 13687500 g No município de Propriá é gerado aproximadamente 10000 Kg por dia! Você irá gerar durante sua vida 13687500 g Fatores limitantes Oxigênio Temperatura Relação C/N Aplicação do composto Umidade Tamanho OBRIGADO Bactérias anaeróbicas Bactéria aeróbicas de Resíduos Orgânicos Decomposição aeróbia Decomposição anaeróbia No processo anaeróbio, são gerados os gases (metano e sulfídrico), que causam um odor desagradável; [o cheiro de ovo podre] a decomposição anaeróbia produz um líquido escuro denominado chorume (líquido com grande quantidade de poluentes) encontrado normalmente no fundo das latas de lixo. Este chorume é o principal causador da contaminação dos rios e do lençol freático. * insumo agrícola
* odor agradável
* fácil de manipular
* livre de microrganismos patogênicos. Eliminação de organismos patogênicos agente estruturante O teor ótimo de umidade, de modo geral, situa-se entre 50 e 60% --> Se menor que 40% a atividade microbiológica é inibida
--> Se maior que 60% cria espaços de degradação por anaerobiose Os microrganismos necessitam de carbono, como fonte de energia, e de nitrogênio para síntese de proteínas.
Teoricamente, a relação C/N inicial ótima do substrato deve se situar em torno de 30. Quanto mais fina é a granulometria, maior é a área exposta à atividade microbiana, o que promove o aumento das reações bioquímicas, visto que aumenta a área superficial emcontato com o oxigênio. * Melhora a qualidade do solo
* Reduz a contaminação e poluição ambiental
* Estimula o exercício à cidadania
* Minimiza o lixo destinado aos aterros
* Melhora a eficiência dos fertilizantes químicos
* Recicla os nutrientes
* Elimina agentes patogênicos dos resíduos domésticos.
* Melhora aestrutura física do solo
* Proporciona ao solo maior retenção de água e de nutrientes
* Aumenta a porosidade, melhorando a sua aeração, de solos argilosos
* Aumenta também a população de microrganismos benéficos, como bactérias e fungos, que disponibilizam os nutrientes minerais do solo para as plantas. A decomposição aeróbia é mais completa que a anaeróbia por gerar gás carbônico, vapor de água e os sais minerais, substâncias indispensáveis ao crescimento de todos os vegetais, o qual gera o húmus, ótimo adubo para o solo. ESTA TEM QUE OCORRER NA COMPOSTAGEM! O fornecimento de ar é vital à atividade microbiana, pois os microrganismos aeróbios têm necessidade de O2 para oxidar amatéria orgânica que lhes serve de alimento.
O tamanho das partículas deverá estar entre 25 e 75 mm, para ótimos resultados. A temperatura é um fator indicativo do equilíbrio biológico, de fácil monitoramento e que reflete a eficiência do processo. Se a leira, em compostagem, registrar temperatura da ordem de 40-60ºC no segundo ou terceiro dia é sinal que o ecossistema está bem equilibrado e que a compostagem tem todas as chances de ser bem sucedida. Caso contrário, é sinal de que algum ou alguns parâmetros físico-químicos (pH, relação C/N, umidade) não estão sendo respeitados, limitando assim a atividade microbiana 1. Quais materiais não devem ser misturados ao composto?
Madeiras tratadas com pesticidas ou envernizadas, vidro,metal, óleo, tinta, plásticos e fezes de animais domésticos.Não utilizar também papel encerado ou produtos que contenham qualquer tipo de plastificação. 2. O que se deve evitar no lixo orgânico doméstico para compostagem?Deve-se evitar as gorduras animais, pois são de difícil decomposição, como também restos de carne, por atrairanimais domésticos, e revistas e jornais, que são de decomposição mais lenta e podem ser reciclados. 3. Qual o melhor local e que materiais se necessita para preparar o composto?
O local para fazer o composto deve ser reservado, próximo à um ponto de água, com espaço suficiente para o reviramento da pilha, com terreno de boa drenagem e de modo que a água possa escorrer para um local apropriado. Inicialmente deve-se revolver a terra com uma enxada antes de depositar a primeira camada de resíduosorgânicos no solo. Deve-se dispor como materiais básicos de uma pá, carrinho de mão, mangueira d’água, ancinho, enxada e um vergalhão de ferro. 4. Quantas vezes é preciso revirar o composto?
O reviramento ocorre quando se observar as barras deferro frias ou muito quentes, o que pode ocorrer logo naprimeira semana. Na dúvida pode-se estabelecer uma rotinade reviramento semanal da leira. 5. O composto orgânico atrai insetos e animais?
Durante a decomposição, o composto não deve atrair insetos nem soltar mau cheiro. Se isto estiver acontecendo, basta revirá-lo mais vezes até que este problema desapareça. Caso existam animais domésticos soltos próximos à leira de compostagem, deve-se cercá-la com telas de arame ou formar pilhas acondicionadas em cilindros metálicos. 6. O que fazer se o composto não esquentar?O processo de aquecimento deve iniciar até o quinto dia deformação das leiras. Caso isto não ocorra, existem duascausas prováveis. A primeira causa pode ser devido apequena quantidade de lixo orgânico (falta de N) emrelação ao capim, devendo-se adicionar mais lixo orgânicoe revirar a leira, misturando os materiais e cobrindo compalha. Se a causa for o excesso de água, deve-se revirar aleira, misturando-se bem as partes externas mais secascom as partes internas da leira. Se ainda assim o compostoestiver muito molhado, deve-se adicionar mais capim seco,misturando bem com os outros materiais da leira. Se acausa for falta de umidade, deve-se ao mesmo temporevirar e molhar a leira uniformemente. 7. Quando o composto está pronto?
A compostagem leva de 9 a 16 semanas, dependendo domaterial orgânico utilizado, das condições ambientais (no verão é mais rápido) e do cuidado no revolvimento constante e uniforme da leira. O composto está pronto quando após o revolvimento da leira a temperatura não mais aumentar. O material humificado (composto) seapresentará com cor marrom escura, cheiro de bolor, homogêneo, sem restos vegetais e com relação C/N entre 10 e 15. 8. Existe um meio de acelerar a compostagem?
Quanto menor o tamanho dos resíduos orgânicos e maisvariada a sua composição, mais rápida é a compostagem.Portanto, picar os materiais antes de formar as leiras e usar diferentes materiais, acelera a decomposição. 9. Pode-se usar o composto imaturo na adubação?
Não se deve usar o composto imaturo na adubação das plantas. O composto imaturo ao ser adicionado ao solo continua o processo de decomposição bioquímica, que pode afetar negativamente às plantas. Se for necessário utilizar o composto imaturo deve-se adicioná-lo e misturá-lo à terra úmida, 60 dias antes do plantio. ... na prática. ... mais dúvidas?
Full transcript