Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Contabilidade para não contadores

Circulo do Conhecimento
by

Splicenet Servicos

on 24 January 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Contabilidade para não contadores

3. Depreciação
4. Provisão para devedores duvidosos
5. Dívidas atualizadas até 31/12
6. Aplicações financeiras atualizadas até 31/12
7. Participações societarias atualizadas até 31/12
Reconhecimento do lucro anual
Dividendos Recebidos
8. Lucro calculado pela lei S.A. versus base calculo IR -> LAUR
O Menino e o Computador
Contabilidade para
não contadores

Como meu filho é diferente de um computador?
A memória humana é diferente da memória de um computador
Meu filho entende uma instrução simples como “Lave os pratos”
E entende que pratos, talheres, copos e panelas estão incluídos em lavar os pratos.
O computador não entende uma instrução simples como “Lave os pratos”.
Saber quando parar de lavar.
Para fazer bom uso do computador, ele precisa ser programado para guiar o comportamento humano
Ele precisa saber quando está sujo
ou não.
Saber diferenciar prato dos talheres,
copos, panelas.
Instruindo o computador
O que isto tem a ver com contabilidade?
Tudo!
Por exemplo, o contador diz ao almoxarife:
Veja
como se desenvolveu o raciocínio contábil.
“Dê entrada nesta Nota Fiscal de compra”.
A história da contabilidade é tão antiga quanto a humanidade.
Em 1920 arqueólogos descobriram, em Nuzi, Assíria, a existência de um Registro contábil, grafado em um barro oval cozido, acompanhado por pequenos objetos com representações e que continha um registro.
Imagine este mesmo método sendo aplicado em uma instituição mais complexa, um
BANCO
por exemplo... mais precisamente um
BANCO em Florença
por volta de
1450
O crescimento econômico de Florença transformou uma cidade agrícola e feudal em um centro cosmopolita de banqueiros e comerciantes. Isto, sem dúvida, gerou a necessidade de sistemas mais sofisticados para controle dos negócios. Para estes pensadores contábeis, o processo de escrituração contábil deve estar
subordinado ao funcionamento das contas. O objetivo das contas é o de registrar um credito a receber ou de uma dívida à pagar.
A família Médici, conhecida como Casa de Médici, foi uma dinastia política italiana, que teve grande influência no pensamento contábil. Desenvolveu um sistema de contabilidade de dupla entrada para acompanhar os créditos e débitos. Este sistema foi utilizado pelos primeiros contadores que trabalharam para a família Médici em Florença.
No 1º dia tomou emprestado
R$1.000,00
Caixa
1.000
Dívidas
1.000
No 2º dia comprou uma ovelha
R$1.000,00
Caixa
-1.000
Dívidas
1.000
Estoque
1.000
No 2º dia a tarde
vendeu a ovelha
R$1.200,00
Caixa
1.200
Dívidas
1.000
Se o caixa é maior que as dívidas
Então o que sobra é
MEU PATRIMÔNIO
Durante muito tempo o
MEU PATRIMÔNIO
foi calculado pela diferença entre o que eu tenho menos o que eu devo.
Caixa
1.200
Estoque
0
Dívida
1.000
MEU PATRIMÔNIO
é 200
Regra 1:
Registre todas as transações
10/07/1492
Pelo
CAIXA
DÍVIDAS À PAGAR
1.000
1.000
11/07/1492
Pela
CAIXA
ESTOQUES
1.000
1.000
11/07/1492
Pela
CAIXA
ESTOQUES
1.200
1.000
?
Nunca ninguém contou como foi inventado o método das PARTIDAS DOBRADAS...
Uma hipótese bastante plausível é a seguinte:
empréstimo
tomado
junto
à
família
Strozzi
compra
de
1
ovelha
Valor
pago
em
dinheiro
venda
de
1
ovelha
Valor
recebido
em
dinheiro
Ao terminar de escrever o texto ao lado, esse aprendiz de contador parou... olhou... e pensou intrigado "Não está faltando 200 nessa linha?"
Correu e escreveu
"LUCRO..............200"
antes que o mestre
lhe puxasse a orelha!
Ele acabara de descobrir o
"MÉTODO DAS PARTIDAS DOBRADAS"
Até então o lucro era calculado
pela diferença entre o que tenho
e o que devo.
200
Regra 2:
Em todos os lançamentos contábeis o valor
de uma coluna deve ser igual a da outra
Para evitar erros involuntários, é comum ver no rodapé da página um total à lápis feito pelo próprio contador em cada coluna.
Esta era
a peça que faltava
Como surgiu o Demonstrativo de Resultado do Exercício (DRE)
Duas empresas do mesmo SETOR apresentam balanço com lucro de $ 1.000.
Empresa A
Empresa B
Financ.
10.000
Capital
2.000
Lucro
1.000
Financ.
2.000
Capital
10.000
Lucro
1.000
RESPOSTA:
NÃO SEI...
antes é preciso saber:
Qual delas você compraria?
- Quanto cada uma vende?
- Qual é a margem bruta de vendas?
- Quanto dessa margem vai para pagar juros?
- Quanto dessa margem vai para pagar as despesas fixas?
Surge daí a necessidade de detalhar o lucro em 4 novas contas
Vendas
Custo das Vendas
Despesas Fixas
Juros
Empresa A
Empresa B
VENDAS 10.000

CUSTO DAS VENDAS 5.000

MARGEM 5.000

( - ) DESPESAS FIXAS 3.000

( - ) JUROS 1.000

LUCRO 1.000
VENDAS 10.000

CUSTO DAS VENDAS 6.000

MARGEM 4.000

( - ) DESPESAS FIXAS 3.000

( - ) JUROS 0

LUCRO 1.000
EXERCÍCIOS
LUCRO
200
Parte 2
1. Reconhecimento da receita
artigo 187 lei 6.404: Na apuração do lucro do exercício serão computados
a) As receitas e os rendimentos ganhos no período, independentemente da sua realização em moeda
b) Os custos correspondentes a essas receitas
(serviço executado, porém não faturado)

CUSTO
SERVIÇO EM ANDAMENTO
2. Às vezes ocorre o recebimento antes
do faturamento… Como registrar essa entrada caixa?
Parte 2
Full transcript