Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

INCLUSÃO ESCOLAR: o goalball como estratégia

No description
by

Camila de Moura Costa

on 17 July 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of INCLUSÃO ESCOLAR: o goalball como estratégia

EXPERIENCIA : Formação incial e continuada
Graduada em Educação Física - UESC
Bolsista PIBID - UESC
Mestranda em Educação Especial - UFSCar
Bolsista CAPES
Membro PROAFA
Membro NEAFA
Colaboradora Goalball - UNESP
Linha de Pesquisa: Inclusão escolar e esportes adaptados

PIBID
Formação incial
- Estratégias de ensino;
- Aperfeiçoamento (Cursos/ Palestras);
- Conhecimento teórico e Prático;

Motivação
Tema do TCC;

Tema inicial da Dissertação;
Estágios obrigatórios;

Projetos atuais;

Disciplinas do Mestrado;
Efeito de transferência
PRESENÇA
TCC
OBJETIVO: Verificar se o goalball constitui-se como uma variável independente capaz de influênciar no desenvolvimento da orientação espacial do atleta com DV

Delineamento: Quase experimental -> Estudo de caso -> Abordagem qualitativa

Técnica de análise: Conteúdo categorial temática

Identificação do tema da dissertação
Instrumento específico
Orientação Espacial
TÉCNICAS OFENSIVAS
TÉCNICAS DEFENSIVAS
Projeto de dissertação atual
PARTICIPAÇÃO
FORMAÇÃO INCIAL
FORMAÇÃO CONTINUADA
RESULTADOS
Censo escolar de 2012
aumento de 78,2 , comparado
a 2011.
DISCUSSÃO
SILVA 1999
Silva et. al (2000)

Psicomotricidade;
Socialização

Almeida e Munster (et al, 2008)
"O goalball como conteúdo regular da Educação Física auxilia na difusão do conhecimento sobre a potencialidade das pessoas com deficiência visual, contribuindo para a redução da discriminação” (p. 10)
DEFICIÊNCIA VISUAL:

Desenvolvimento dos órgão sensoriais.

PARALISIA CEREBRAL:

Atenção;
Percepção;
Agilidade;
Movimentos manipulativos.
DEFICIENCIA INTELECTUAL:

Coordenação;
Equilíbrio;
Agilidade;
Velocidade de reação;
Percepção.
DEFICIENCIA AUDITIVA


•Habilidades motoras;

OBS: Somente quando realizados
os fundamentos, sem a venda.
SEM DEFICIENCIA
Benefícios anteriormente mencionados;

"A prática da modalidade é interessante e indicada a ser incluída em programas de atividades físicas regulares."(SILVA, 1999, p. 54)
CONCLUSÃO
Atendimento as especificidades
Estratégias
Goalball
Escassez de estudos
OBRIGADA!

______. INEP. Resumo Técnico - Censo Escolar 2012. Brasília: MEC/CNE, 2012

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE DESPORTOS DE DEFICIENTES VISUAIS. Goalball. Disponível em: < http://www.cbdv.org.br/pagina/goalball>. Acessado em: 14 out. 2013.

ESPANHA. Declaração de Salamanca, de 1994. Dispõe sobre princípios, políticas e práticas na área das necessidades educativas especiais. Disponível em: <https://www.portal.mec.gov.br/seesp/arquivos/pdf/salamanca.pdf>. Acesso em: 26/5/2013.

IBISA. Goalball: General information. Disponível em: < http://www.ibsasport.org/sports/goalball/>. Acesso em: 14 out. 2013.

GIL, Antônio Carlos. Métodos e técnicas de pesquisa social. Editora Atlas S.A. São Paulo, 6 ed. 2008.

MACIEL, M. R. C. Portadores de deficiência: a questão social. Revista São Paulo em Perspectiva, vol. 14, n. 2, p. 51-56, 2000.

MENDES, E. G. A radicalização do debate sobre inclusão escolar. Revista Brasileira de Educação, vol. 11, n. 33, p. 387- 395, 2006.

MORATO, M. P. Análise do jogo de goalball: modelação e interpretação dos padrões de jogo da Paralimpíada de Pequim 2008. 2012. 238 f. Tese (Doutorado em Educação Física). PPGEF (Programa de Pós Graduação em Educação Física). Universidade Estadual de Campinas. Campinas, 2012a.

MORATO, M. P., GOMES, M. S. P., ALMEIDA, J. J. G. Os processos auto-organizacionais do goalball. Rev. Bras. Ciênc. Esporte. Porto Alegre. vol.34 no.3 pág. 741-760. July/Sept. 2012b.

MUNSTER. M. de A. V. et al. Goalball: uma proposta inclusiva. In: ALMEIDA, J. J. G. et al. (Org.). Goalball: invertendo o jogo da inclusão. Campinas, SP; Autores Associados, 2008. p. 9-15.

SILVA, M. T. Goalball: desenvolvimento de habilidades e capacidades motoras por pessoas portadoras e não portadoras de deficiência visual.1999. 89 f. Dissertação (Mestrado em Educação Física). PPGEF (Programa de Pós Graduação em Educação Física). Universidade Estadual de Campinas. Campinas, 1999.

SILVA, G. C., SILVA, I. F., PEREIRA, V. R. O esporte como meio de desenvolvimento psicomotor de pessoas com deficiência visual. Arq. Ciências Saúde Unopar, 4 (2): 135-140, 2000.

SOUZA, J. V. Tutoria: estratégias de ensino para inclusão de alunos com deficiência em aulas de educação física. 2008. 136 f. Tese (Doutorado em Educação Especial). PPGEEs (Programa de Pós Graduação em Educação Especial). Universidade Federal de São Carlos. São Carlos, 2008.

Desenvolvimento científico
CPB- Uberlândia
SOBAMA- Ilhéus
CPB - Natal
OBJETIVO:
MÉTODO

Pesquisa exploratória-> Estudo de casos múltiplos -> Abordagem qualitativa;

Critério de inclusão: Estudantes/ Professores;

Técnicas de coleta: Observação direta sistemática e entrevista semi-estruturada;

Instrumentos: Sistematizados (pesquisadora) e validados (Juízes especialistas);


PRÁTICA PEDAGÓGICA
kamyllamouraa@hotmail.com
Inclusão de estudantes com defiência visual em programas regulares de Educação Física
Analisar as modificações/ adaptações currículares e metodológicas empregadas (ou não) pelo professor visando a inclusão de estudantes com deficiência visual nas aulas de Educação Física.
Full transcript