Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Desenvolvimento Psicossocial segundo Erik Erikson

No description
by

Débora Alves

on 10 March 2015

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Desenvolvimento Psicossocial segundo Erik Erikson

III
(3-6 anos)
IV
(7-12 anos)
II
(2-3 anos)
Erik Homburger Erikson nasceu em 1902, em Hamburgo, na Alemanha.

Foi abandonado à nascença pelo pai e por isso foi criado por Theodor Homburger, um pediatra Judaico-Alemão.

Por volta de 1927 começou a relacionar-se com a família Freud, com quem iniciou o gosto pela psicanálise e pelo estudo da infância.

Em 1933 formou-se em psicanálise no Instituto de Viena. Também nesse ano emigrou para os Estados Unidos onde iniciou a prática da psicanálise infantil em Boston.

O seu primeiro livro, Infância e Sociedade, foi publicado em 1950.

Erikson faleceu em 1994.

Erikson propõe
oito estádios psicossociais.

A base desta teoria, formulada por Erikson, é o
Princípio Epigenético.

Cada estádio compreende um conjunto de tarefas (
Crise Psicossocial
) e deve ser devidamente resolvido para que o desenvolvimento avance sem problemas, isto é, a aquisição de uma
virtude
(
vertente positiva
).

Falhar na consecução dos objetivos propostos em cada estádio conduz a
desadaptações
(
vertente negativa
).

É necessário que a vertente positiva se sobreponha à vertente negativa.



Teoria de Erikson
Biografia
Crise psicossocial:
segurança/ insegurança
Desenvolvimento Psicossocial segundo Erik Erikson
1º Estádio
(0-1 ano)
Crise psicossocial:
Autonomia/ Vergonha e Dúvida
Crise psicossocial:
Mestria/Inferioridade
Tem como tarefa principal o desenvolvimento da capacidade construtiva .

Se a criança corresponde ao que lhe é exigido no processo de aprendizagem, a sua curiosidade é estimulada bem como o desejo de aprender. O sucesso desenvolve nela sentimentos de auto-estima, de competência.

Se a criança se sente incapaz de atingir com sucesso as actividades escolares, quando os seus companheiros o atingem, pode desenvolver um sentimento de inferioridade desinvestindo nas tarefas.

Virtude social desenvolvida: Competência
Desaptações: Inércia(falta de êxito)/Virtuosidade unilateral
3ºEstádio
2º Estádio
4ºEstádio
1º Estádio
Desenvolvimento Psicossocial
Satisfazem-se as necessidades, a criança consegue um sentimento de segurança e confiança básica.
Aprende a desenvolver tarefas por iniciativa própria, aprende a lidar com o fracasso.
A criança aprender a sentir-se eficaz e competente.
o-1 ano
2-3 anos
A criança esforça-se por adquirir independência e autoconfiança.
3-6 anos
7-12 anos

Crise psicossocial:
Iniciativa vs. Culpa
A criança aprende a fazer coisas por iniciativa própria.

Sente grande prazer quando obtêm sucesso.

Desenvolve um sentimento de culpa se não consegue ou se o desenvolvimento das suas iniciativas não for favorecido devido à repreensão ou punição.

Passa a perceber as diferenças sexuais.

Os perigos a que criança está sujeita aumentam e os pais ficam mais preocupados, devendo proteger a criança.

Virtude social desenvolvida: coragem, propósito
Desadaptações: Crueldade, Inibição
Estádio marcado pela relação que o bebé estabelece com a mãe.

Através desta relação, o bebé adquire ou não segurança e confiança em relação a si mesmo e ao mundo que o rodeia.

Se a mãe não lhe der amor e não responder às suas necessidades, o bebé vai desenvolver um sentimento de insegurança.

Se a mãe fornecer ao bebé familiariedade, consistência e continuidade, este irá desenvolver um sentimento de segurança.

Virtude social desenvolvida: esperança, fé
Desadaptações: distorção sensorial, desvanecimento
Esta estádio é caracterizado por uma contradição entre a vontade própria (os impulsos) e as normas e regras sociais que a criança tem que começar a integrar.

Nesta fase a criança está apta para explorar o mundo, o seu corpo e o meio deve estimular a criança a fazer as coisas de forma autónoma.

É importante a atitude dos pais, que devem dosear de forma equilibrada a assistência às crianças.

Virtude social desenvolvida: Vontade/ Determinação
Desadaptações: falta de independência, compulsão
Webgrafia

http://pt.slideshare.net/psicologiaazambuja/erikson-e-o-desenvolvimento-psicossocial-28930875

http://www.josesilveira.com/artigos/erikson.pdf

http://pt.slideshare.net/marta12l/erik-erikson-desenvolvimento-psicossocial-10520867

http://caminhodapsicologia.webnode.com.pt/erik-erikson/
Bibliografia

PIRES, Catarina; BRANDÃO, Sara (2012). Psicologia |
12ºano | Ensino Secundário | Parte 2, Areal Editores

MONTEIRO, Manuela; SANTOS, Milice. Psicologia NOVA edição | Porto Editora
Estádio:
A noção de estádio é, de certo modo, artificial e surge como instrumento de análise indispensável para a explicação dos processos e das características que se vão formando ao longo do desenvolvimento da criança.


Crise:
momento decisivo e essencial em cada etapa da vida, no qual o sujeito tem de optar por uma ou outra direção através da mobilização de recursos adquiridos na resolução de crises anteriores.
Trabalho realizado por:
Débora Alves nº6 12ºD
Valéria Caraus nº28 12ºD


Virtude:
ganho psicológico, emocional e social, uma qualidade, um valor, um sentimento, em suma, uma característica de personalidade que confere a um indivíduo equilíbrio mental e capacidade de um bom relacionamento social.


Desadaptações:
algo que fará com que o indivíduo se sinta socialmente desajustado e tenderá a que desenvolva sentimentos de ansiedade e de fracasso. As desadaptações são necessárias para o desenvolvimento, pois a forma com que cada indivíduo enfrenta cada crise, ajuda a que recarregue forças e consiga ultrapassar adversidades no estádio seguinte.








Full transcript