Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

LITERATURA

No description
by

Literatura Demais

on 29 October 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of LITERATURA

LITERATURA

Daniela Kupferman,
Denise Benatar,
Paolla Gerzgorin
e a nossa mentora Cláudia Mileo
Existem várias formas de contar uma história
Nós escolhemos essa ideia central porque gostamos de histórias e achamos que era bom pesquisar como os livros, as peças de teatro e os filmes de cinema contam histórias.
Uma linha de investigação sobre livros que viraram filmes ou peças de teatro
Ler um livro é diferente de ver um filme ou peça de teatro, porque com um livro, a gente imagina a história.
Comunicação quente: é aquela que interage com o público (o que você imagina)
Comunicação fria: o diretor diz como é (vem pronta)
APRESENTAÇÃO: JOÃO E MARIA
Durante o nosso processo aprendemos que teríamos que ter fontes primárias e secundárias.
Fontes primárias: entrevistas

Fontes secundárias: livros, textos, revistas, jornais, internet etc.
COMEÇAMOS AS ENTREVISTAS...
Ler é imaginar e ver é saber
O texto de um livro que vai para teatro ou filme é sempre um texto adaptado.
Lemos livros de autores brasileiros que fazem sucesso e alguns viraram filmes:
Ziraldo - O Menino Maluquinho
Eva Furnari _ A Bruxinha
Ruth Rocha - Marcelo, Marmelo, Martelo
IDEIA CENTRAL
LINHA DE INVESTIGAÇÃO
JUSTIFICATIVA
PROCESSO DO EXHIBITION
Uma história lida em um livro é diferente de uma apresentação de teatro ou de um filme.
Contar uma história mexe com a imaginação. Os cheiros, as vozes, os sons ajudam o público a ter ideias.
Conceitos-chave
COMPONENTE DA AÇÃO
ENTENDIMENTO PERDURÁVEL
O que ficou da nossa investigação?
REFLEXÃO COLETIVA
Aprendemos que literatura está ligada com jeitos de se contar uma história e que também é educativa, pois as pessoas podem aprender muito lendo livros e estudando. E como muitos nos disseram, quando você está lendo, você imagina a figura do que está escrito e quando você vê a cena, você já está vendo, ou seja, não precisa imaginar.
REFLEXÃO
NÓS DEMONSTRAMOS VÁRIAS HABILIDADES:

* PENSAMENTO DE ANÁLISE: nós prestamos atenção no texto que escrevemos e corrigimos os erros.
* COMUNICAÇÃO: nós apresentamos, falamos, escutamos, vimos e compreendemos.
* PESQUISA: organizamos e coletamos dados.
* AUTOCONTROLE: controlamos o tempo e fomos organizadas.
* SOCIAIS: adotamos diferentes papeis no grupo e aceitamos responsabilidades.
O QUE APRENDEMOS COM AS NOSSAS ENTREVISTAS?
Denise:
Eu acho que fui bem durante o processo do Exhibition, pois mostrei a habilidade de comunicação:
* Eu sempre escutei as ideias dos outros
* Também dei as minhas ideias.
Daniela:
Acho que eu desenvolvi bastante a habilidade de cooperação no Exhibition e dei várias ideas às minhas parceiras. Fui curiosa com algumas perguntas e respostas. Também acho que mantive respeito, pois ajudei a todos quando precisavam.
Paolla:
Durante todo o tempo eu demonstrei muitas habilidades de:
* Autocontrole, pois tive muita organização e controle do tempo.
* Sociais, pois estive cooperando, adotando diferentes papéis no grupo e resolvendo conflitos.
REFLEXÃO
Full transcript