Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Aula sobre Newsgames para a turma de Jornalismo UFSC

http://www.facebook.com/jogosjornalisticos
by

Dani Medeiros

on 7 March 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Aula sobre Newsgames para a turma de Jornalismo UFSC

Henry Jenkins
Em Cultura da Convergência, 2008 Goal Start d Aplicação de jornalismo
sob a forma de videogame. “Jogue fora a arrogância, abrace o beta eterno, ouça a sua audiência, ofereça algo que tenha valor e perca o medo do futuro” O que é isso? "Estamos numa era de transição midiática,
marcada por decisões táticas e consequências
inesperadas, sinais confusos e interesses
conflitantes e, acima de tudo, direções imprecisas
e resultados imprevisíveis”. Primeiros newsgames da história Serious Games As redações ainda estão lutando com a convergência e multimídia (vídeo, áudio, aplicações interativas, e assim por diante), adicionando alguns novos conjuntos de habilidades para o fluxo de trabalho.

Quanto à criação de histórias em geral, e infográficos e jogos em específico, todas as pessoas envolvidas precisam assumir seus papéis específicos e executar suas habilidades, mas ao mesmo tempo, eles precisam ser capazes de ver a foto maior. Neste caso, uma notícia muito mais complexa, com mais elementos, mas essencialmente com o mesmo objetivo: tornar os cidadãos mais informados. Newsgames Por Danielle de Medeiros Como faz? As redações estão prontas
para os jogos? Material apresentado em aula: JOR - UFSC 2013 Quem faz? Qual é o futuro dos jornalistas na
Sociedade em Rede? O conceito de newsgames está
atrelado, primariamente, às
experiências interativas de leitores com notícias e informações jornalísticas. September 12th: lançado em setembro de 2003, trata da guerra ao terrorismo. É considerado o primeiro jogo do gênero. Play Madri: publicado pelo jornal espanhol El País, o primeiro veículo de renome a usar o novo formato. O jogo é simples e simula uma vigília virtual pelos mortos no atentado terrorista que ocorreu na capital espanhola em 2004. Ambos criados pelo designer Gonzalo Frasca
http://www.newsgaming.com/newsgames.htm Ele fala sobre Newsgaming e conceitua como sendo todo jogo baseado em acontecimentos reais e importantes. Frasca: ''Se os jogos podem ser poderosos o suficiente para fazer os jogadores pensarem sobre o mundo em que vivem, então eu não poderia pedir mais nada''.
(Frasca) Mas o que queremos ganhar jogando? "Isso não faz parte de sua realidade. Desenvolver um game é um processo complexo, que envolve programação, animação e música. São muitas habilidades diferentes. A maioria dos jornalistas está tão ocupada fazendo outras coisas que não consegue pensar em suportes diferentes para suas reportagens." Por que é difícil para um jornalista pensar em um newsgame? http://veja.abril.com.br/noticia/vida-digital/informacao-a-proxima-fronteira-dos-games Fonte: "Eu acho que eles podem expandir a forma como as pessoas exploram um assunto através da simulação. O newsgame pode fazer pela informação hoje o que as charges políticas fizeram nos jornais do século XIX: levar assuntos complexos a um público maior." Como os newsgames podem ajudar o jornalismo? "O ser humano aprende muito enquanto joga, especialmente os jovens. Por isso, utilizar os newsgames pode ser tão interessante." Jogos que não servem apenas como forma de entretenimento. Newsgames Dentre as categorias de classificação de jogos digitais, seguindo a linha de pensamento de Sicart, os newsgames estão classificados como serious games (jogos sérios, em português), ou seja, são projetados para usar a retórica do jogo para algo mais do que lazer! Pode persuadir, informar e excitar; tornar a informação interativa; recriar um evento histórico; colocar o conteúdo das notícias em um quebra-cabeça; ensinar jornalismo; ou construir uma comunidade. Fonte: Livro Newsgames: Journalism at Play. Bogost, Ferrari e Schweizer (2010) Newsgame sugere qualquer interseção entre jornalismo e jogos. danielledemedeiros@gmail.com
http://www.facebook.com/jogosjornalisticos Explorar Novas :
Formas de colaboração
Ferramentas de análise e fontes de dados
Maneiras de comunicar O jornalismo pós-industrial, conceito criado pelo jornalista Doc Searls em 2001, parte deste princípio: As empresas atuais terão de explorar novos métodosde trabalho e processos viabilizados pelas mídias digitais. Fonte: Matéria de capa: O Jornalismo Pós-industrial. Revista de Jornalismo ESPM (Edição Abril, Maio, Junho 2013) O que é público? É o grupo de consumidores ou cidadãos que tem interesse em forças que exercem influência sobre a vida e que busca alguém para monitorar tais forças e mantê-lo informado, para que possa agir com base nessa informação. E quem é o público do futuro? Web of Things
Internet of Things
Social Web of Thing Geração Touch Cadê o livro que estava aqui?
Virou um app Qual é o ecossistema do jornalismo hoje?
E daqui há alguns anos? http://abr.ai/iBFKMM Crowdsourcing Holograma http://bit.ly/1sQg http://bit.ly/13xktuI infográficos digitais http://bit.ly/V1jDDe Novos formatos de vídeo,como o Malaria HQ em HTML5 http://bit.ly/16GP67B Jornalismo em quadrinhos para
tablets, como Symbolia http://bit.ly/uQqfL6 http://bit.ly/SJCX8i Beta620 http://bit.ly/mPICrK Jornalismo de denúncia
feito no Facebook Jornalismo com base em dado /
visualização de dados http://bit.ly/NlHuJa http://bit.ly/M7eCbp Base de dados aberta e o projeto é colaborativo http://bit.ly/PBL9Y5 http://bit.ly/wDFH0x Reportagens Multimídia http://bit.ly/OlFS8N Notícias em “poesia” http://haiku.nytimes.com/ http://bit.ly/SCeWBE http://abr.ai/TUohAI http://nyti.ms/110McUL Bogost, Ferrari e Schweizer (2010)
classificam os newsgamas em nove categorias:

1) Editorial Games
2) Tablóide
3) Reportagem
4) Infográfico
5) Documentários
6) Puzzles
7) Letramento
8) Comunitário e participativo
9) Plataforma O designer Miguel Sicart descreve os newsgames como jogos que
"utilizam o meio com a intenção de promover a participação no debate público". Games podem mudar o mundo. Os jogos estão mudando a forma de se comunicar e contar histórias. E é nesse ponto que o jornalismo se recria apropriando-se da linguagem dos games para gerar um novo veículo de expressão.

Engajar jovens em causas sociais e ser um instrumento de aprendizagem e informação. Brasil Georgia Institute of Technology, Programa de Mídia Digital Jogos de vídeo podem ser mais do que apenas entretenimento - podem ser o futuro do jornalismo. Os newsgames não oferecem uma panacéia para as organizações de notícias. Mas eles oferecem uma maneira verdadeiramente nova para o jornalismo. Contribui para a vida cívica, amplificando o como ao invés do que . Os videogames oferecem modelos de como o mundo funciona e como podemos melhorá-lo. É por isso que o melhor jornalismo do futuro não pode ser lido, mas jogado. Juntos como uma equipe e não como uma linha de produção. Você está pronto? Profissionais da notícia devem ser capazes de fazer com os infográficos e os newsgames o mesmo que fazem com as fotografias: eles não são apenas imagens que estão ao lado do texto, eles fazem parte de uma grandiosa narrativa: a notícia.Os newsgames não são elementos que podem ser criados a partir do fluxo de trabalho e pela lógica da notícia. De qualquer forma, os jogos também se conectam com o nosso desejo de saber mais sobre o nosso mundo. Somente quando todas as barreiras estruturais e mentais desaparecerem, as empresas de mídia estarão prontas para o êxito da criação de novos produtos, como infográficos interativos e newsgames, como com qualquer outro elemento novo que possa ser adicionado ao mix de mídia no futuro. Antes disso, os jogos serão apenas um visitante em uma redação. "O verdadeiro newjournalism é o jornalismo multimídia". Fred Di Giacomo - Editor-chefe da Internet Núcleo Jovem http://super.abril.com.br/blogs/newsgames Alguma coisa mais concreta, paupável, e que se torne produtivo!

Cuidar para não fazer um infográfico e chamá-lo de newsgame!

Estar aberto e sair da zona de conforto!

Somos profissionais multimídia?

Quem eu quero ser quando eu sair daqui? O que precisamos então? Alexandre Maron, responsável pelos novos projetos online da Editora Globo Estamos prontos? Os newsgames tocam em três palavras-chave jornalismo hoje:
interatividade, engajamento e personalização CSI: Ciência Contra o Crime - Já transformaram o internauta em agente de CSI para investigar um mistério com a ajuda da ciênci Filosofighters - Eles colocaram os filósofos mais importantes da história para brigar, Superinteressante é
a pioneira em newsgames. http://abr.ai/aV5Cs7 http://abr.ai/lu6DeS Tudo com o objetivo de aliar informação e entretenimento O Jogo da Máfia http://abr.ai/dDtiz8 http://abr.ai/aHLD9m Corrida Eleitoral + Brasil http://glo.bo/12qjEEE NaNanopops da política internacional, G1 Stripquiz, Mundo Estranho http://abr.ai/10IUb6Y Soviets: O Quebra-Cabeça vermelho, Aventuras na História http://abr.ai/6AEqW7 Desafio dos Craques, Estadão http://bit.ly/zwvsq Missão Bioma, Globo http://bit.ly/nxsWmh http://bit.ly/epzFkC Como funciona a bateria da escola Grande Rio, IG Game Farroupilha: O Combate de Barro Vermelho”, RBS http://bit.ly/nt0OWx "Ele diverte? Ele informa? Se alguma das respostas for não, ou ele está muito news ou muito game.” Jornalista Rafael Kenski, ex-editor da Super e
pioneiro em ARGs (Alternate Reality Games) Howard Finberg, um dos principais nomes em jornalismo online, diz: "A retenção de informação em newsgames fica entre 70% e 80% – isso sem contar que os jogos, muitas vezes, podem transportar o jogador para o contexto da notícia com mais êxito do que uma grande reportagem''. Ilustração: Superinteressante http://www.facebook.com/jogosjornalisticos Danielle de Medeiros danielledemedeiros@gmail.com O potencial de NewsGames é a sua capacidade de explicar os sistemas, não contam histórias. Eles são capazes de lidar com um nível de complexidade que é difícil de lidar com palavras ou imagens. NewsGames não só aborda o quem, o quê, onde e quando, mas eles são especialmente adequadas para o porquê e como. Existe uma relação natural entre jornalismo e games. NewsGames não são sobre ''pulando na onda do entretenimento popular'', mas tomando formas pré-existentes, como palavras cruzadas, quizzes notícias, charges e infográficos um passo a mais. Jornalismo não deve ser seco para ser profissional e estas formas têm notícias comprovadas que podem ser retratadas além da palavra escrita e falada. O jornalismo é um trabalho árduo. Os NewsGames não são uma cura para tudo; pronto para remediar os males de um campo com problemas financeiros.Os jogos precisam da mão orientadora do jornalista para garantir que eles estão lidando com valores jornalísticos.

Criar um newsgame envolve reunir os recursos da redação para reformar conhecimento cívico de uma nova maneira. Designer Jane McGonigal http://bit.ly/ikhrQM http://bit.ly/bWiXbY http://on.fb.me/NCVbE2
Full transcript