Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

REVOLUÇÃO FRANCESA (2014)

Descrição factual: pré-revolução ao 18 Brumário.
by

Ana Luiza Marques Bastos

on 9 June 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of REVOLUÇÃO FRANCESA (2014)

Da França pré-revolução ao golpe do 18 Brumário
La Révolution Française
França em
1789
: a mais populosa da Europa.
Cerca de 25 milhões de habitantes.

Cresceram:
agricultura e comércio franceses,
MAS:

Estado controla o comércio e a produção industrial;
camponeses em condição servil;
burguesia sem acesso aos principais cargos de governo.
No final do séc. XVIII,
crise econômica:

alta dos preços, principalmente dos cereais;
fome generalizada no campo e na cidade;

queda na arrecadação dos impostos
.

O governo francês aliou-se
às Treze Colônias
contra a Inglaterra,
aumentando seus gastos
.
PARA SAIR DA CRISE:
Aumentar a arrecadação
POR
reforma fiscal.

Luís XVI
Convoca os Estados Gerais (5 de maio de
1789).
Assembleia de representantes dos três estados.
Estados Gerais
tornados
Assembleia Nacional Constituinte
.
Por toda França:
saques a armazéns,
ataques a comboios de cereais
e a alfândegas municipais.
DIREITOS NATURAIS do HOMEM: PROPRIEDADE, IGUALDADE, LIBERDADE e SEGURANÇA

Há a NECESSIDADE de TODOS terem ACESSO À EDUCAÇÃO

A SOBERANIA emana do POVO

O POVO tem DIREITO à REVOLTA

População pobre de Paris
invadiu armada o palácio onde estava presa a família real.

PLANÍCIE ou PÂNTANO
centro
na Assembleia
Opunham-se às medidas e aos setores mais radicais.

FONTES
http://www.historiabrasileira.com/brasil-imperio/jacobinismo/. Acesso em 06/06/2012.
http:veiasdahistoria.blogspot.com.br/2010/10/importancia-de-robespierre-na-revolucao-francesa. Acesso em 06/06/2012.
http://pt.wikipedia.org/wiki/revolucaofrancesa. Acesso 06/06/2012.
ARGAN, G.
Arte Moderna
. São Paulo: Companhia das Letras, 1992, p. 55.
KINDER, H. e HILGEMANN, W.
Atlas histórico mundial
.17a ed. Madrid: ISTMO, 1994, p.16. vol. II.
Livre-comércio e livre-iniciativa na prática dos negócios
.
Aprovada a Constituição de 1791, ficou clara a influência da alta burguesia.

As reivindicações populares não foram atendidas:
SUFRÁGIO UNIVERSAL MASCULINO e REPÚBLICA.
Pobres das cidades e camponeses.


junho de
1789
III Estado
: saiu
dos Estados Gerais
e se declarou em ASSEMBLÉIA NACIONAL PERMANENTE.
Rei propôs:
Reforma do governo - monarquia constitucional e abolição de privilégios fiscais,
MAS
conservava-se o dízimo da Igreja Católica e os direitos feudais.
os que reivindicavam a mudança do sistema de exploração do trabalho no campo.
reconhecer a Assembleia estabelecida pelo III Estado
e
obrigar os nobres e os clérigos a se reunirem ao III Estado.
Agosto de 1789
Assembleia Constituinte
fim das
obrigações feudais e do dízimo clerical
aprovação da
DECLARAÇÃO DOS DIREITOS DO HOMEM E DO CIDADÃO
Moradores pobres de Paris concentraram-se em frente à prisão e arsenal militar real.

14 de julho de 1789

Tomada da Bastilha
Constituição de 1791
Regime político
monárquico constitucional.
O Estado Nacional constituído por
três poderes: legislativo, executivo e judiciário.
Voto censitário.
Manutenção da escravidão nas colônias.
Pequena burguesia e classe média parisiense.
Ideal iluminista de igualdade.

Robespierre.
Republicanos moderados.
Grande burguesia comercial.
Dissidência dos jacobinos.
Defendiam:
República,
reforma agrária e
fim da propriedade privada.
MONARQUISTAS CONSTITUCIONAIS ou FEUILLANTS
direita
na Assembleia, ligado ao abade Feuillant.
Defendiam a monarquia e posições políticas moderadas.
1792
GUERRA:
AÚSTRIA e PRÚSSIA contra a FRANÇA.

O povo passa a considerar o rei um traidor.
Estavam à ESQUERDA
durante a ASSEMBLÉIA.
Estavam à DIREITA e ao CENTRO
durante a ASSEMBLÉIA.
CLÉRIGOS e NOBRES
Mobilizados pela MONARQUIA ABSOLUTA.
Buscaram e receberam apoio da ÁUSTRIA e da PRÚSSIA.
Estabeleceu-se assim o período denominado

TERROR.
Confisco de terras da nobreza emigrada e sua distribuição para os camponeses.

a ameaça à propriedade
18 BRUMÁRIO
Extinguiu o DIRETÓRIO
Início o CONSULADO

EXPULSOS do governo.
Maio de
1795,
eleito o DIRETÓRIO.
Nova CONSTITUÇÃO
VOTO CENSITÁRIO e LIBERDADE ECONÔMICA.
inflação crescente
Monarquistas descontentes, querendo restaurar o Antigo Regime.
Golpe de Napoleão Bonaparte = Golpe do 18 Brumário
GRUPOS SURGIDOS DURANTE
A ASSEMBLEIA NACIONAL CONSTITUINTE
CORDELIERS
I e II estados
para manter seus privilégios, tentaram estabelecer uma votação por estado
.
III estado
+ numeroso, defendia votação individual.
Burguesia dividia
os que aceitavam
Rei (pressionado)
GIRONDINOS
JACOBINOS
Esquerda
Sans-culottes parisienses
e .
Danton
Marat
Assembleia Legislativa foi dissolvida .
Novas eleições foram convocadas, com base em sufrágio universal masculino.
Eleita
Nova Assembleia
CONVENÇÃO NACIONAL
COMITÊ DA SALVAÇÃO PÚBLICA

TRIBUNAL
REVOLUCIONÁRIO
Organizou o
EXÉRCITO
que derrotou os invasores e os partidários nacionais contra-revolucionários.
Proclamou a
REPÚBLICA
.
JACOBINOS no PODER = CONVENÇÃO = TERROR
1792-1795
Muitas divergências
Sufrágio universal masculino
Abolição da escravidão nas colônias.
GIRONDINOS
preocupados
PROPRIEDADE privada
DESACELERAR o processo revolucionário
e estabilizar o regime político e social
Alta burguesia = GIRONDINOS
Golpe contra jacobinos
Tomaram
o governo da
CONVENÇÃO.
Parar
as perseguições e execuções
o congelamento de preços
a mobilização popular
Situação
governo falido
cobrança de impostos desorganizada
moeda arruinada
Crença geral
um governo forte para reter a crise revolucionária.
10 de novembro 1799
Full transcript