Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Naus de Verde Pinho

No description
by

Silvia Pinto

on 7 April 2017

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Naus de Verde Pinho

Era uma vez um país
entre a Espanha e o Atlântico.
Tinha por rei D. Dinis
que gostava de cantar.
Da flor de verde pinho
das trovas do seu trovar
Mandou plantar um pinhal.
Depois a flor foi navio.
E lá se foi Portugal
Caravela a navegar.
Era o mar desconhecido
Com seus medos e gigantes.
Entre a noite e o céu azul
caravelas caravelas
que partiam para o sul.
Só o vento e nevoeiro
e uma grande nuvem preta
sobre as naus e as caravelas.
-Venham monstros, bruxarias.
Não me deixo enfeitiçar
Eu sou Bartolomeu Dias.
De ilha em ilha e onda em onda
Viram que a terra é redonda
Que o mar não é medonho.
Para além do nunca dantes
onde nascem sol e vento
porque monstros e gigantes
só os há no pensamento.
Verás então o caminho
do outro lado de aqui
e uma nau de verde pinho
que te leva além de ti.
Preparado para uma aventura?
A nossa aventura ainda não terminou!
Oh, ainda mal começou!
Vamos agora navegar
na leitura de um livro,
basta não desanimar
e pôr a imaginação a funcionar!!!
Full transcript