Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

EFICIÊNCIA ENERGÉTICA EM CONSTRUÇÕES SUSTENTÁVEIS

Apresentação
by

Lydiane Leal

on 9 June 2011

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of EFICIÊNCIA ENERGÉTICA EM CONSTRUÇÕES SUSTENTÁVEIS

EFICIÊNCIA ENERGÉTICA EM CONSTRUÇÕES SUSTENTÁVEIS Dra. Lydiane Abdon Leal
Coordenadora do Curso de Engenharia Ambiental
UNIFACS - Universidade Salvador / Laureate International Universities - Crescimento Econômico x Emissão de Poluentes;


- Modernização dos equipamentos energicamente eficientes;


- Programas de Conservação de Energia; Barreiras ao avanço da Conservação de energia (LINEU BELICO DOS REIS et. Al, 2000):

●1) Barreiras Técnicas e Econômicas:

→ custos e Incertezas relacionadas a novas tecnologias;

→ falta de conhecimento detalhado sobre as vantagens econômicas e ambientais das várias fontes de energia e seus usos finais;

falta de recursos para avanços tecnológicos;

Custos relacionados a promoção de EE e do uso de fontes alternativas; 2) Barreiras relacionadas com os produtores, distribuidores e fabricantes de equipamentos:

dilema dos fornecedores;

a centralização da geração;

a resistência a eficiência; 3) Barreiras relacionadas com os consumidores:

falta de informação;

investimentos iniciais para as camadas mais baixas da população;

indiferença;

falta de apoio;

instabilidade econômica;

ineficiência devido ao desinteresse de terceiros; 4) Barreiras Sociais, Políticas e Institucionais:

necessidades humanas básicas das camadas desfavorecidas da população;

compatibilidade de estratégias e políticas energéticas com problemas globais; Conceito de Eficiência Energética Eficiência Energética como indicador das tendências futuras de eficiência e produtividade??? PRIMEIRA LEI

- A eficiência energética é medida pela relação entre a energia utilizada para a finalidade do sistema e a energia introduzida no sistema. Eficiência Energética como indicador das tendências futuras de eficiência e produtividade??? Este conceito é útil em estudos de fluxo de energia e na comparação entre processos e sistemas e equipamentos de um mesmo tipo ou finalidade. SEGUNDA LEI

A eficiência energética que mede o desempenho energético, baseado na segunda lei da termodinâmica, pode ser definido como a razão entre a mínima quantidade de energia teórica necessária para a realização do trabalho desejado e a quantidade atual de energia utilizada na realização do mesmo. Este conceito analisa o desempenho de qualquer um dos objetos em estudo pela comparação entre a energia utilizada para dado fim e a mínima energia necessária que possibilite realizar um determinado trabalho. Conservação de Energia - Conceito “A conservação de energia deve ser entendida como a utilização de uma menor quantidade de energia para obtenção de um mesmo produto ou serviço através da eliminação de desperdício, do uso de equipamentos eficientes e do aprimoramento de processos produtivos ”.
(PROCEL) PROGRAMAS DE CONSERVAÇÃO DE ENERGIA Visam principalmente a implementação de políticas administrativas, educativas ou tecnológicas, as quais possibilitem a conservação e o uso racional da energia e suas fontes de obtenção.


- Principais áreas de ação:

→ Educação
→ Legislação
→ Tarifação e incentivos
→ Tecnologia e pesquisa EFICIÊNCIA ENERGÉTICA EM EDIFICAÇÕES “Uma construção sustentável é um sistema construtivo que promove alterações conscientes no entorno, de forma a atender as necessidades de habitação do mundo moderno, preservando o meio ambiente e os recursos naturais, garantindo qualidade de vida para as gerações atuais e futuras”.
(IDHEA) PRINCIPAIS VANTAGENS DA EE NAS EDIFICAÇÕES (LAMBERT) reduzir o custo de operação;

–reduzir a probabilidade de falta de energia;

–reduzir a necessidade de investimentos do setor público em geração e transmissão;

–ajudar as indústrias e os produtos nacionais a competirem no mercado mundial;

–reduzir os impactos ambientais e sociais e reduzir o impacto no consumo de recursos naturais cada vez mais escassos. Eficiência energética das edificações → indicadores de desempenho do edifício;


Edifícios (comercial, residencial e púbico) correspondem a mais de 45% de consumo de energia elétrica do país;

a construção civil vem discutindo amplamente nas últimas décadas as questões de sustentabilidade, impacto ambiental e os elevados níveis de desperdícios; Sustentabilidade na construção civil. Como medir? A economia de energia pode chegar a 30% para edificações já existentes e, em novas edificações, ao se utilizar tecnologias energeticamente eficientes desde a concepção inicial do projeto, a economia pode superar 50% do consumo, comparada com uma edificação concebida sem uso dessas tecnologias. Surgimento de metodologias, bem como de investimentos de certificação de edifícios baseadas em critérios e indicadores de desempenho que expressam várias variáveis, como por exemplo: o consumo de energia ou o impacto ambiental ; CERTIFICAÇÃO SISTEMA LEED (Leadership in Energy and Environmental Design);

SISTEMA HQE (Haute Qualité Environmentale) - CERTIFICAÇÃO AQUA e,

CERTIFICAÇÃO BREEAM (Building Research Establishment Environmental Assessment Method);

PROCEL Edifica. “O Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica, PROCEL Edifica, surgiu como mecanismo de avaliação da conformidade para classificação do nível de eficiência energética das edificações, a partir da Lei n° 10.295, de 17 de outubro de 2001 que discorre sobre a Política Nacional de Conservação e Uso Racional de Energia visando à alocação eficiente de recursos energéticos e a preservação do meio ambiente ”.
(INMETRO, 2008) A Etiqueta Nacional de Conservação de Energia (ENCE) é obtida através da avaliação dos requisitos contidos no Regulamento Técnico da Qualidade do Nível de Eficiência Energética de Edifícios Comerciais, de Serviços e Públicos (RTQ-C), utilizando o método descrito no Regulamento de Avaliação da Conformidade do Nível de Eficiência Energética de Edifícios Comerciais, de Serviços e Públicos (RAC-C). MÉTODOS DE CÁLCULO PRESCRITIVO:
Cálculo por equações, tabelas e parâmetros limites onde é obtida uma pontuação que indica o nível de eficiência parcial dos sistema e total do edifício.


SIMULAÇÕES:
Por simulação, o desempenho do edifício é comparado ao desempenho de edifícios referenciais de acordo com o nível de eficiência. A concessão da etiqueta será realizada nas diferentes fases do edifício:

• projeto de nova edificação;
• edificação concluída, após o Habite-se;
• edificação existente, após a reforma com vistas à melhoria da eficiência energética. O sistema de etiquetagem de edifícios possui caráter voluntário para edificações novas e para as já existentes. A etiqueta será dividida em quatro partes: envoltória, sistema de iluminação, sistema de condicionamento de ar e a edificação como um todo;

O regulamento é aplicável a edifícios com área útil mínima de 500 m² e/ou com tensão de abastecimento superior ou igual a 2,3 Kv;

Pode ser fornecida uma etiqueta para o edifício completo ou parte do edifício (etiqueta parcial); ENCE PROJETO ENCE EDIFÍCIO PERSPECTIVAS - Poder Público dando o exemplo

Projeto Eficiência e Sustentabilidade na Esplanada;

Etiquetagem do MME

- Uso da etiquetagem para melhores condições de financiamento:

ProCopaTurismo do BNDES –Hotel Eficiência Energética

Protocolo com CAIXA–Estudos de formas de beneficiar o financiamento de empreendimentos etiquetados;

Etiquetagem compulsória dos edifícios da Copa e Olimpíadas (CMA/SF) Para atender ao ProCopa Turismo – hotel eficiência energética é preciso ter Etiqueta geral do edifício construído - nível A

Envoltória +
Iluminação +
Condicionamento de ar +
Bonificação Importante a atuação de um consultor!!!! PRAZO ESTIMADO DE AVALIAÇÃO DO PROJETO:

até 60 dias, dependendo da complexidade do projeto e da etiqueta solicitada.

PRAZO ESTIMADO PARA INSPEÇÃO DO EDIFÍCIO CONSTRUÍDO:

até 60 dias, depois de concluída a obra.

CUSTO ESTIMADO DE AVALIAÇÃO DO PROJETO:

R$15mil a R$20mil PRIMEIROS PRÉDIOS ETIQUETADOS EM 2009

- CETRAGUA - Florianópolis
- SEDE DA CAIXA - Belém
- AGÊNCIA CAIXA – Curitiba ATÉ OUTUBRO DE 2010 JÁ EXISTIAM 14 PRÉDIOS ETIQUETADOS!! CONTATO

lydiane.leal@unifacs.br
Full transcript