Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Estrutura da UEL – Unidade Escoteira Local, Distrito Escotei

No description
by

Rodrigo Freitas

on 13 September 2016

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Estrutura da UEL – Unidade Escoteira Local, Distrito Escotei

Nível Mundial
Estrutura da UEL – Unidade Escoteira Local, Distrito Escoteiro e Região Escoteira
Distritos
O Nível Regional conta, ainda, como órgão
operacional de apoio, com os Distritos Escoteiros, que tem atribuições definidas pela Diretoria Regional, a quem compete designar o seu Coordenador.
Em São Paulo
32 Distritos escoteiros

Comissário Distrital
Comissário Adjunto Distrital
Tesoureiro e Secretário Distrital

Indicados pelo distrito através de assembléia distrital e nomeados pela diretoria regional

Do Nível Regional

A Região Escoteira é a organização, no nível regional, da União dos Escoteiros do Brasil, abrangendo, via de regra, uma Unidade da Federação.
Nível Nacional
Do Nível Local
Grupo Escoteiro ou a Seção Escoteira Autônoma são as organizações locais destinadas a proporcionar a prática do Escotismo às crianças e aos jovens, devendo ser organizado e constituído na forma do Estatuto da UEB
- É o órgão deliberativo máximo
do Grupo, composto pelos membros da diretoria,
os pais ou responsáveis, os Escotistas (chefes) e os
pioneiros (membros juvenis com idade entre 18 e 21
anos) e representação juvenil, caso seja prevista no
estatuto ou no regulamento do Grupo;
Órgão executivo, eleito pela
Assembléia de Grupo a cada 2 anos, composto por
no mínimo três diretores eleitos, sendo um o seu
presidente, voluntários, podendo ser integrada por
outros membros nomeados;
Órgão de fiscalização
e orientação da gestão financeira e patrimonial,
composto por três membros titulares e três suplentes
eleitos pela Assembléia de grupo. A Comissão Fiscal
de Grupo examinará o balanço anual, e se for o caso,
os balancetes elaborados pela Diretoria de Grupo,
emitindo parecer a ser submetido à Assembléia do
Grupo;
Coordenador Distrital de Gestão de Adultos;
Coordenador Distrital do Ramo Lobinho;
Coordenador Distrital do Ramo Escoteiro;
Coordenador Distrital de Ramo Sênior;
Coordenador Distrital do Ramos Pioneiro;
Coordenador Distrital da Modalidade Ar (condicional);
Coordenador Distrital da Modalidade Mar (condicional).

Coordenador Distrital de Radioescotismo;
Coordenador Distrital de Escotismo para Todos;
Coordenador Distrital de Comunicação
Comissão Fiscal, composta por três (3) Escotistas ou Dirigentes eleitos na Assembléia Distrital, desde que nenhum deles seja o Tesoureiro
É o órgão máximo, representativo e normativo, no
nível regional, composto de cinco membros eleitos da
Diretoria Regional, um representante da Diretoria de cada
Grupo Escoteiro da Região, representante(s) do Grupo
Escoteiro e os membros do Conselho de Administração
Nacional (CAN) residentes na Região;
Diretoria Regional
Órgão executivo, eleito pela Assembléia Regional
a cada 3 anos, composto por no mínimo 5 membros,
sendo um deles o Diretor Presidente, que coordena,
dirige e representa a Região;
Comissão Fiscal Regional
A Comissão Fiscal Regional é o órgão de fiscalização
e orientação da gestão patrimonial e financeira regional,
composta por três membros titulares, sendo um eleito
anualmente, por eles próprios, seu Presidente, e por até
três suplentes, na ordem de votação, que substituem os
titulares nas suas faltas ou vacâncias, com mandatos de
três anos e eleitos simultaneamente com os membros
da Diretoria Regional, por meio de votação unitária.
A Comissão Fiscal Regional se reunirá, no mínimo
quadrimestralmente, para analisar e emitir relatório
à Diretoria Regional quanto aos balancetes mensais
e parecer quanto ao balanço anual a ser submetido
à Assembléia Regional e encaminhado ao Escritório
Nacional.
Comissão de Ética e Disciplina
É o Órgão responsável pela emissão de pareceres
em procedimentos disciplinares no âmbito regional,
apreciando infrações éticas e disciplinares de qualquer
participante que integre o nível regional. De caráter
opcional é composta por três membros titulares e três
suplentes eleitos pela Assembléia Regional.
Programa educativo
Gestão de adultos
Imagem e Comunicação
Projetos estratégicos
Crescimento e expansão
Métricas e estatisticas
Tecnologia da Informação



World Organization of the Scout Movement - WOSM
A Assembleia Nacional
A Assembleia nacional é o órgão máximo,
representativo e normativo da UEB. Ela é composta por
composta pelos membros do Conselho de Administração
Nacional, por um Diretor de cada Região Escoteira e um
representante para cada 1.000 membros (ou fração)
registrados em cada Região no ano da convocação.
A Assembleia Nacional reúne-se e delibera, com
qualquer número de presentes, salvo em casos especiais,
por convocação do Conselho de Administração Nacional,
com antecedência mínima de sessenta dias:
Ordinariamente, nos meses de março ou abril de
cada ano; extraordinariamente, em qualquer data, por
deliberação do Conselho de Administração Nacional,
ou por solicitação da Diretoria Executiva Nacional, da
Comissão Fiscal Nacional, da Comissão de Ética e Disciplina
Nacional, de um terço das Diretorias Regionais, ou de um
quinto dos associados.
Comissão Fiscal Nacional
A Comissão Fiscal Nacional é o órgão de fiscalização e orientação da gestão patrimonial e financeira nacional.
Ela é composta por três membros titulares, com mandato de 4 anos , sendo um eleito, por eles próprios, anualmente, seu Presidente, e por até três suplentes,com mandato
de dois anos, na ordem de votação, que substituem os titulares nas suas faltas ou vacâncias,.
A Comissão Fiscal Nacional examinará os balancetes mensais e o balanço anual elaborados pelo Escritório Nacional, emitindo parecer, mensal quanto aos balancetes
ao Conselho de Administração Nacional, e anual quanto ao balanço à ser submetido à Assembleia Nacional.
O Conselho de Administração Nacional
O Conselho de Administração Nacional (CAN) é o órgão diretivo nacional. Ele é composto por 14
conselheiros eleitos por 4 anos dentre os sócios da UEB em pleno exercício de seus direitos como tal. A cada dois anos há uma renovação de metade dos seus membros com direito a voto.
Os membros do CAN elegerão a cada dois anos, em reunião junto à reunião ordinária da Assembleia Nacional, seu Presidente e dois Vice-Presidentes, que coordenarão os trabalhos deste Conselho.
Os Conselheiros Nacionais têm como Suplentes, com mandato de dois ano, os candidatos seguintes, em
ordem de votação, após o preenchimento das vagas para os titulares.
Também compõem o Conselho de Administração Nacional , sem direito a voto:
I – 2 (dois) representantes indicados pela Rede
Nacional de Jovens , com mandato por ela definido
II – 5 (cinco) representantes das Áreas Geográficas
do País (Norte, Nordeste , Centro-Oeste, Sudeste e
Sul) indicados pelas Diretorias Regionais que as integram ,
com mandato por elas definidos.
Os Conselheiros não podem ser reeleitos, para mandatos consecutivos
O Conselho de Administração Nacional deliberará pela maioria simples de seus membros
Diretoria Executiva Nacional
A Diretoria Executiva Nacional é o órgão executivo
constituído pelo Diretor Presidente e pelos dois Vice -
Presidentes da UEB
Os membros da Diretoria Executiva Nacional podem
ser escolhidos pelo CAN dentre os seus membros.
Os Diretores Nacionais, quando integrantes
do Conselho de Administração Nacional, ficam
automaticamente licenciados da função de Conselheiro
Nacional, sendo substituídos pelos suplentes.
Conselho Consultivo
O Conselho Consultivo é formado pelos Diretores
Presidentes das Regiões ou seu representante indicado
pela Diretoria Regional, realizando pelo menos duas
reuniões ao ano, sendo uma junto à Assembleia Nacional,
por convocação do Presidente da Diretora Executiva
Nacional, elegendo seu Coordenador dentre os Diretores
Presidentes das Regiões como primeiro item da agenda.
A Comissão de Ética e Disciplina Nacional
A Comissão de Ética e Disciplina Nacional é o órgão responsável pela instrução e emissão de pareceres em procedimentos disciplinares em nível nacional. Ela é composta por três membros titulares, com mandato de quatro anos, sendo um eleito, anualmente, por eles próprios, seu presidente, e por três suplentes,com mandato de dois anos, na ordem de votação, que substituem os titulares nas suas faltas ou vacâncias.
A Comissão de Ética e Disciplina Nacional, apreciará as infrações éticas e disciplinares cuja competência lhe for atribuída pelo Conselho de Administração Nacional.
Full transcript