Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Tecnobergs globais, mundialização e planetarização

No description
by

Bianca Santos

on 31 October 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Tecnobergs globais, mundialização e planetarização

Tecnobergs globais, mundialização e planetarização
René Armand Dreifuss
Os Tecnobergs Globais

1980 : inicia-se uma mudança na economia devido a introdução de um complexo sistema capacitador.

Complexo capacitador de conteúdo:
telecomunicação e informatica
computação e microeletronica
automação e microrrobótica
optoeletrônica e energia espacial

"Sistema Capacitador Teleinfocomputrônico Satelital"

Esse conjunto por sua vez compunha UM dos diversos eixos e subeixos dos TECNOBERGS
Teleinfocomputrônico Satelital
Engenharia de novas concepções
Cognição
Nanotecnologia
Optoeletrônica
Biotecnologia
Energias alternativas e novas
Robótica
Genética
Serviços "inteligentes"
Os componentes são:
A partir da década de 80, estas diversas capacitações avançadas constituem a sedimentação de "Montanhas Tecnológicas"

Icebergs e Tecnobergs

1) Tornam o consumidor um reformulador de praticas do cotidiano

2) Tanto o "estatal" quanto o "coletivo" são submetidos a uma racionalidade afastada do debate aberto

3) Redesenho da posição dos países

4) Configuram uma nova realidade estruturada e condicionada por novas referências civilizarias

5) Viabilizam a experimentação de novas vivências

6) Valores existenciais e noções costumeiras de tempo e distancia são questionados
Resultado dos Tecnobergs:
Webnomies: redes de produção e consumo sob gestão empresarial, controlando espaço de produção e mercado de ofertas, determinando estilos de vida e padrões de consumo, culminando na concentração de controle;

Paralelamente a homogeneização, descortinam-se vários cenários constituídos por reações, contradições e reafirmações excêntricas, impulsionadas por sigularidades locais e regionais e pela especificidade;
Quatro tendências e uma gaiarquia em formação
Época de transição e intercomunicação das civilizações na Terra
Grandes corporações e apoio do governo
Grandes corporações e apoio do governo
Os tecnobergs constituem uma tecnonomia de serviços e produção informacional entrelaçados e não mais separados como segmentos ou setores.

Em meados da década de 90, vivemos a globalização das economias de tecnobergs, baseada em corporações determinantes no processo de mundialização das sociedades informacionais que requerem formatos de gestão de alcance planetário.
A partir dos tecnobergs, corporações muito bem equipadas em conhecimentos se situam, como eixos de ação, em termos de atuação empresarial, constituindo complexos capacitadores de conteúdo tele-info-nano-opto-bio-computrônico satelitais.
Sem estes recursos não seriam possíveis:

A mundialização do armazenamento e distribuição da informação e dos produtos, dos serviçoes de entretenimento, atendimento e consumo

A globalização da produção, finanças e comercio, que se constituem com seus horizontes de geonomia e gaianomia.
Devemos enfatizar que vivemos três impressionantes configurações- em processo, entrelaçadas e reciprocamente apoiadas.

Mundializaçao societária de valores, referências, usos e costumes.

Globalização tecnoprodutiva e financeira de procedimentos e sentido.

Planetarização de gestão normativa e regulamentadora.
A mundialização, a globalização e a planetarização trazem consigo movimentos que exigem, das organizações e instituições territorializadas, confinadas aos marcos nacionais vigentes, a capacidade de contornar as diferenças e adequar-se aos novos desafios transfronteiriços e mesmo globais e desterritorializados.
São transformações envolvendo toda a terra, sustentadas pela ação de Estados capazes de real projeção, agindo como pivôs politico-estratégicos, de alcance planetário ou multincontinental, e como pólos motores de desenvolvimento tecnológico e continental, e como pólos motores de desenvolvimento tecnológico e de produção, de alcance global ou multirregional.
Mundialização na gnoseonomia e tecnonomia
A tendência à mundialização se configura a partir de um conjunto de instrumentos e fenômenos e de uma série de processos metanacionais- no âmbito da cultura e da sociedade.

Vivemos a metanacionalização cultural e societária em escala mundial, convivendo, lidando ou impondo nos espaços restritivos de dimensões sociais, étnicas, religiosas, nacionais.
Por outro lado, a mundialização comporta a interação/integração de valores, normas e referências e sentidos de vida, acentuando o aspecto da criação de denominadores comuns-e de recursos que os viabilizam- nas preferencias de consumo sem ater-se a suas origens, nacional ou cultural, e, na maioria dos casos, simplesmente desconhecendo-as.
Comunicando sentir e pensar
A mundialização tem a ver com a total possiblidade de comunicação das novidades e o registro da memoria para/ com seus remetentes, testemunhas e destinatários.

No megaespaço virtual da teleinfocomputrônica, a distância se torna irrelevante; o tempo é contínuo no/com espaço, pelo permanente diálogo entre máquinas-sistemas e entre pessoas que configuram um mundo online, intercomunicado para sempre e permanentemente.
O infotainment é um importante eixo de aglutinação, além de um grande financiador da pesquisa multinacional de informática por corporações que potencializam suas atividades.
Crescente imposição da primeira língua franca planetária e multicultural: o inglês;

O inglês figura como intercomunicante mundial porque é o idioma da produção e da tecnologia emergente, além das telecomunicações e linguajar corriqueiro das finanças;
Eu speak English...
pelo amor de Info, traduz!!!
Cerca de 2 bilhões de pessoas fazem uso corriqueiro do inglês;

À partir deste eixo cultural e informacional que se difundem mundo afora, estilos de vida, produtos de uso, percepções e modelos de prosperidade. Logo, apesar do poderio asiático e europeu, o eixo nacional anglo-americano ainda se apresenta o principal;

Cem línguas cobrem mais de 95% da população mundial;
Contrapartida dessa ação unificadora e indutora de homogeneização de subsistemas culturais, étnicos e religiosos: extinção de muitas línguas locais;

Nada simboliza a mundialização melhor que a internet;

"O universo de cada homem é exatamente do tamanho de seu vocabulário";
Distintos, semelhantes, iguais... diversos
Mundialização e homogeneização cultural: indução de determinados comportamentos e padronização de preferências, chegando à massificação;

A homogeneização, ao buscar um denominador comum, também pode descaracterizar o diverso, diminuindo as diferenças;
A geração de hoje é um reflexo desse movimento e do adendo da internet, muito distinta, em visão e perspectiva, da anterior;

O mundo caminha para o consumo homogêneo e, certamente, há agentes produtores, políticos e culturais que contribuem para o processo, estimulando a uniformização do comportamento e criando "necessidades" no ser humano, fazendo-o achar que precisa daquilo para se integrar socialmente;
1) movimentos desiguais e combinados na sua intensidade e abrangência geográfica;
2) encadeamento sociotecnoprodutivo;
3) disseminação societária de usos e costumes;
4) profundidade e extensão funcional e espacial da regulamentação e gestão.

Os 4 pontos configuram uma diferente hierarquia de potências científicas e tecnológicas, condicionadas por sistemas gravitacionais societários de recortes civilizatórios;
4 tendências centrais
Full transcript