Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Xintoísmo 1°F

Trabalho de História
by

Sarah Carvalho

on 10 June 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Xintoísmo 1°F

Xintoísmo Historia Visão do mundo... Vida após a Morte O que é... O Xintoísmo é a única religião que pode ser considerada genuinamente japonesa, tendo as origens mesclandas com a do próprio povo japonês. Há dois milênios percebe-se sua predominância no misticismo do país. Ao contrário do Budismo, de origem indiana e influência chinesa, o Xintoísmo é dominante apenas no Japão, embora sua prática não exija o abandono ou recusa de outras formas de manifestação de crença religiosa. Não se trata de uma crença exclusivista, pois convive pacificamente e até complementa-se com outras religiões. Muitos estudiosos nem consideram o Xintoísmo uma religião, devido ao fato de não terem sido criados códigos de leis explícitas, filosofia escrita e definida, profetas ou um livro sagrado, que contivesse os dogmas para quem a segue. Entretanto, a forma ostensiva com que o xintoísmo comanda a vida de seus praticantes, é perceptível não só em seus rituais, mas nos demais aspectos da vida, o que garante a posição de uma das grandes religiões do mundo. Em sua concepção, tudo no universo é divino, interligado e interdependente. Assim, não só os seres vivos, mas todos os elementos, visíveis e invisíveis da natureza, coexistem em harmonia tendo se originado da mesma fonte. Assim, sua sobrevivência depende do seu entendimento de toda a estrutura vital da natureza, considerando-a uma parceira e uma guia. Contrária à visão ocidental de que o homem é adversário da natureza, tentando dominá-la e subjugá-la, na concepção Xintoísta considera-se que o ser humano não pode viver em luta com a natureza, o que é interessante perceber, considerando as condições geográficas e climáticas do Japão que são, sem dúvida, uma das mais implacáveis do mundo, com vulcões ativos, intensos terremotos e furacões arrasadores. Os templos ou Honsha tem 3 seções, uma após a outra, as vezes juntas, as vezes separadas: a sala de oração para os fiéis á sala de oferendas para os cleros e o lugar reservado para onde reside o Kami, chamado Honden. Também existem outras salas para as representações de danças sagradas, purificação dos fiéis, e dos sacerdotes. As tiras de papel coloridas (chamadas Gohei) são oferendas aos kami e significam que Deus está em seu templo. Rituais importantes para a religião Quando nascemos possuímos duas almas, a Kon (celestial) e a Hakun (que vem da terra), quando morremos as almas separam-se, a Kon volta para Tennou e a Hakun desce para a terra para ser julgada. Do julgamento pode decorrer a prisão, um periodo no inferno devido as más ações, acabado esse tempo renasce na terra. Isto acontece apenas se tiver um funeral adequado, se isto não acontecer, o morto transforma-se em vampiro ou fantasma. O Xintoísmo diz que tudo é regido por forças de pureza hare, impureza ke, e a fusão de ambos kegare, formando uma das mais importantes características de seus rituais, a purificação de corpo e da alma, assim como a harmonia com a natureza. O praticante se familiariza e se integra à natureza, num relacionamento de intimidade, sabendo que dela ele tira seu sustento e, portanto, deve retribuir de alguma forma. Templos
e Rituais Anzan kigan: Cerimônia realizada para pedir ao deus amaterasu uma gravidez tranquila e com saúde para a mãe e o bebê. Hatsumiya kigan: Cerimônia de Batismo. Seijin kigan: Cerimônia realizada para comemorar a maioridade da criança, agradecendo e renovando a proteção recebida ao deus amaterasu. Kekkon kigan: Cerimônia de Casamento. Kekkon kinen kigan: Cerimônia de Bodas (10 anos, 30 anos, 50 anos e 60 anos). Yaku harai kigan: Cerimônia de Purificação do Corpo Simbolos Um dos mais conhecidos símbolos do Xinstoísmo é um portal de madeira chamado de Tori. Todas as entradas dos santuários xintoístas possuem. Complementar Outro simbolo muito conhecido é o Ying-Yang, que significa que a chave da felicidade é o equilibrio entre o homem e a natureza. Trabalho feito, editado e personalizado por: Guilherme Olier N°12
Julia Brito N°17
Larissa Aguiar N°21
Paloma Soares N°26
Pedro Henrique N°28
Sarah Carvalho N°29
Caue Ribeiro N°44 A deusa A deusa em que os Xintoistas creem é a Amaterasu, também conhecida como Amaterasu-Oho-No-Kami, cujo nome significa "Grande Deusa Augusta que ilumina o céu", é a Deusa do Sol. A Amaterasu é uma divindade japonesa que vela sobre os homens e os enche de benefícios. Nasceu do olho esquerdo de Izanagi e domina o panteão xintoista, em que figura um certo número de personificações das forças naturais. É representada empunhando um disco solar. Casamento Purificação Batismo A palavra Shinto significa "Caminho dos Deuses", e foi adotada através da combinação de dois kanjis: "shin", que significa "deuses" ou "espíritos" e "tō" que significa "estudo" ou "caminho filosófico". #GdP 女神 女神 女神 1°F
Full transcript