Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Édipo rei

No description
by

Mônica Silva

on 24 March 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Édipo rei

Édipo rei
Sófocles
496 a.C - 406 a. C.
Nasceu em Colono;
Escreveu mais de 100 peças teatrais;
Vencedor de inúmeros concursos, inclusive, com a peça Édipo rei.
A obra:
- Ganhadora de concurso em Atenas;
- 2º lugar;
- objeto de debate crítico. Por quê?
pelos elementos temporais,
por mostrar o público grego,
pela percepção da mentalidade da época,
pela atualidade sobre os valores.
- Trata-se de um mito. Não é criação de Sófocles. O mito já existia;
- Não aborda somente o tema da maldição familiar;
- Protagonista atua em quase todas as cenas;
- Questões centrais: investigação do assassinato de Laio e da identidade de Édipo;
- Édipo é objeto e sujeito da investigação;
- Édipo = Oedipus = pés furados = um herói sem proteção divina = por ser manco, não podendo ser atleta, torna-se um herói do conhecimento;
- Desconhecer as circunstâncias da morte de Laio é relevante para a peça;
- Tragédia ocorre depois do parricídio e do incesto;
- Caráter paradoxal de Édipo - voluntarismo e fragilidade/ talento intelectual e ignorante;
- A destruição do protagonista se dá pela limitação comum ao homem.
- Linguagem:
Os gregos colocam-se em posição de decifradores;
linguagem enigmática, ambígua e paradoxal;
- termos filosóficos;
- jogo na linguagem;
- metáforas;
- ambiguidades;
- paradoxos; (...)
- Religiosidade e a organização social;
- Édipo descobre sua identidade -Alétheia (verdade incontestável como desvelamento) - e tem consciência de que a identidade de qualquer ser é indecifrável.
Gênero Dramático
- palavra em ação;
- ação dialogada;
- tragédia, comédia, tragicomédia, farsa, auto;
- origem = a partir dos rituais religiosos - Dionísio;
- origem = século V a. C. com Ésquilo, Sófocles e Eurípedes;
- no palco = atores com máscaras, corifeu, coro;
- para o Estado = objetivos políticos - mostrar valores supremos de uma elite aristocrática e educar o povo;
- a tragédia = segundo Aristóteles, tem como objetivo suscitar catarse (purificação das paixões). O terror e a compaixão servem de libertação das emoções;
Herói - reis, pessoas ilustres e com poder;
- duração da peça = 1 sol;
- enredo = peripécia (reviravolta) e anagnôrisis (reconhecimento da verdade).
Édipo
- o mais humano dos heróis;
- cego para a própria identidade;
- Alétheia = quando fica cego fisicamente;
- Seu erro = ter nascido.
Por Professora Mônica Maria.
Full transcript