Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

A técnica de substituição de roupas de cama e macas ocupadas

No description
by

Raquel Sofia

on 25 January 2016

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of A técnica de substituição de roupas de cama e macas ocupadas

Introdução

Normas Básicas
O leito deve ser trocado as vezes que forem necessárias durante o turno.
Necessidades Humanas Básicas
Escola Secundária Pinheiro e Rosa
A técnica de substituição de roupas de cama e macas ocupadas
Curso Profissional Técnico Auxiliar de Saúde
11º Ano

Professora:
Magda Dias
Disciplina:
Higiene, Segurança e Cuidados Gerais
Alunas:
Carolina Mariano nº3
Priscila Sousa nº9
Raquel Passos nº10

Índice
As
necessidades humanas básicas
são necessidades comuns a qualquer ser humano.
A manifestação e a adequada maneira de satisfazê-las ou atendê-las varia de um indivíduo para outro.
Segundo a Teoria de Maslow, todo o ser humano possuí necessidades comuns que motivam o seu comportamento, e que as mesmas estão organizadas em cinco níveis distintos e hierarquizados:
Necessidades Fisiológicas;
Necessidades de Segurança e Proteção;
Necessidades Sociais;
Necessidades de Autoestima;
Necessidades de Autorealizção.
Necessidades Fisiológicas
Higiene da unidade do paciente
A substituição das roupas da cama do paciente deve ser realizada diariamente, normalmente antes do pequeno-almoço ser entregue.
É importante realizar este procedimento para o conforto e higiene do paciente, como também evitar a contaminação de microorganismo na unidade do paciente.
Cabe ao profissional de saúde agir com o paciene conforme a situação, ou seja, saber comunicar com o paciente indicando o que se vai realizar de forma singular porque um paciente nunca é igual ao outro.
Material necessário para a realização do leito do paciente
Luvas de látex descartáveis:
Utilizadas para proteção das mãos do profissional de saúde em relação às substâncias orgânicas.
Uma Fronha:
É colocada na almofada para proteção de microorganismos na almofada e para o conforto do paciente.
Dois lençóis:
Um para cobrir o colchão e outro para revestir o paciente, dando conforto.
Um resguardo de pano:
Utilizado para facilitar a mudança de posição do paciente e evitar que os resíduos orgânicos passem para o colchão (resguardo descartável).
Um cobertor:
Utilizado para aconchegar o paciente de forma a não sentir frio.
Um avental descartável:
Utilizado para proteção do profissional em relação às substâncias orgânicas do paciente.
Cama Aberta (Sem o paciente)
Técnicas e normas básicas para a realização do leito do paciente
1. Lavar as mãos;
2. Preparar o material, colocando a roupa na cadeira ao lado da cama;
3. Colocar as luvas e avental descartáveis ;
4. Retirar a roupa usada da cama, tirando depois os nós das pontas e colocar dentro do saco da roupa suja (hamper);
5. Colocar a fronha na almofada, deixando-a em cima da cadeira do paciente;
6. Estenter o lençol em cima do colchão, atando cada ponta para garantir que este não fique com vincos e para garantir o conforto do paciente, evitando assim o aparecimento de qualquer tipo de ferida;
7. Colocar um resguardo de pano para facilitar quando for necessário a futura mudança de posição do paciente;
8. Estender o segundo lençol que irá tapar o paciente;
9. Estender a colcha para tapar o paciente;
10. Fazer a dobra da cabeceira;
11. Colocar a almofada sobre a cama.
Cama Aberta (Sem o paciente)
O que é uma cama aberta sem paciente?
A cama aberta sem o paciente é quando o paciente pode deslocar-se.
Material necessário para a realização do leito do paciente
Luvas de látex descartáveis:
Utilizadas para proteção das mãos do profissional de saúde em relação às substâncias orgânicas.
Uma Fronha:
É colocada na almofada para proteção de microorganismos na almofada e para o conforto do paciente.
Dois lençóis:
Um para cobrir o colchão e outro para revestir o paciente, dando conforto.
Um resguardo de pano:
Utilizado para facilitar a mudança de posição do paciente e evitar que os resíduos orgânicos passem para o colchão (resguardo descartável).
Um cobertor:
Utilizado para aconchegar o paciente de forma a não sentir frio.
Um avental descartável:
Utilizado para proteção do profissional em relação às substâncias orgânicas do paciente.
Cama Fechada
O que é uma cama fechada?
A cama fechada é quando esta se encontra disponível para receber um paciente.
Técnicas e normas básicas para a realização do leito do paciente
Cama Fechada
1. Lavar as mãos;
2. Preparar o material, colocando a roupa na cadeira ao lado da cama;
3. Colocar as luvas e avental descartáveis ;
4. Retirar a roupa usada da cama, tirando depois os nós das pontas e colocar dentro do saco da roupa suja (hamper);
5. Colocar a fronha na almofada, deixando-a em cima da cadeira do paciente;
6. Estenter o lençol em cima do colchão, atando cada ponta para garantir que este não fique com vincos e para garantir o conforto do paciente, evitando assim o aparecimento de qualquer tipo de ferida;
7. Colocar um resguardo de pano para facilitar quando for necessário a futura mudança de posição do paciente;
8. Estender o segundo lençol;
9. Estender a colcha;
10. Colocar a almofada sobre a cama;
11. Recompor a unidade.
Material necessário para a realização do leito do paciente
Luvas de látex descartáveis:
Utilizadas para proteção das mãos do profissional de saúde em relação às substâncias orgânicas.
Uma Fronha:
É colocada na almofada para proteção de microorganismos na almofada e para o conforto do paciente.
Dois lençóis:
Um para cobrir o colchão e outro para revestir o paciente, dando conforto.
Um resguardo de pano:
Utilizado para facilitar a mudança de posição do paciente e evitar que os resíduos orgânicos passem para o colchão (resguardo descartável).
Um cobertor:
Utilizado para aconchegar o paciente de forma a não sentir frio.
Um avental descartável:
Utilizado para proteção do profissional em relação às substâncias orgânicas do paciente.
Cama Aberta (com o paciente)
Camisa ou pijama.
O que é uma cama aberta com o paciente?
A cama aberta com o paciente é quando está ocupada por um paciente.
Técnicas e normas básicas para a realização do leito do paciente
1. Lavar as mãos;
2. Preparar o material, colocando a roupa na cadeira ao lado da cama;
3. Explicar ao paciente o que iremos realizar;
4. Colocar as luvas e avental descartáveis;
5. Realizção da higienização do paciente;
6. Colocar o paciente em decúbito dorsal protegendo-o com um lençol por cima;
7. Retirar a roupa suja da cama, enrolando o lençol de baixo e o resguardo até ao meio da cama (até às costas do paciente);
8. Substituir o lençol de baixo e o resguardo, pela roupa limpa;
9. Virar o paciente para o lado limpo, sem nunca meter o paciente exposto;
10. Realizar o mesmo procedimento para o lado oposto;
11. Colocar a fronha na almofada e em seguida colocar debaixo da cabeça do paciente;
12. Acongechar o paciente e sair da unidade.

Cama Aberta (com o paciente)
Material necessário para a realização do leito do paciente
Luvas de látex descartáveis:
Utilizadas para proteção das mãos do profissional de saúde em relação às substâncias orgânicas.
Uma Fronha:
É colocada na almofada para proteção de microorganismos na almofada e para o conforto do paciente.
Dois lençóis:
Um para cobrir o colchão e outro para revestir o paciente, dando conforto.
Um resguardo de pano:
Utilizado para facilitar a mudança de posição do paciente e evitar que os resíduos orgânicos passem para o colchão (resguardo descartável).
Um cobertor:
Utilizado para aconchegar o paciente de forma a não sentir frio.
Um avental descartável:
Utilizado para proteção do profissional em relação às substâncias orgânicas do paciente.
Cama de Operado
Camisa ou pijama.
O que é uma cama de operado?
A cama de operado é quando a cama está pronta para receber o paciente que foi ao bloco operatório.
Técnicas e normas básicas para a realização do leito do paciente
Cama de Operado
1. Lavar as mãos;
2. Preparar o material, colocando a roupa na cadeira ao lado da cama;
3. Colocar as luvas e avental descartáveis ;
4. Retirar a roupa usada da cama, tirando depois os nós das pontas e colocar dentro do saco da roupa suja (hamper);
5. Colocar a fronha na almofada, deixando-a em cima da cadeira do paciente;
6. Estenter o lençol em cima do colchão, atando cada ponta para garantir que este não fique com vincos e para garantir o conforto do paciente, evitando assim o aparecimento de qualquer tipo de ferida;
7. Colocar um resguardo de pano para facilitar quando for necessário a futura mudança de posição do paciente;
8. Estender o segundo lençol que irá tapar o paciente;
9. Estender a colcha para tapar o paciente;
10. Fazer a dobra da cabeceira;
11. Colocar a almofada sobre a cama.
O que devemos e não devemos fazer
Devemos sacudir a roupa suja da cama.
Devemos utilizar roupa para a cama limpa, seca e sem pregas para realizar a muda da cama.
Abrir portas e janelas antes de iniciar o trabalho.
Devemos trocar as fraldas ao paciente sempre que ele nos peça.
Não é importante preservar a intimidade do paciente.
Principais tarefas dos assistentes operacionais
Colaborar sob supervisão, na prestação de cuidados de higiene e conforto aos doentes.
Auxiliar nas tarefas de alimentação.
Preparar o material para a esterilização.
Ajudar nas tarefas de recolha de material para análise.
Zelar pela manutenção do material utilizado nos cuidados prestados aos doentes.
Proceder à limpeza especifica dos respectivos sectores, assim como dos seus acessos.
Assegurar a manutenção das condições de higiene nos respectivos locais de trabalho.
Introdução
Principais tarefas dos assistentes operacionais
Necessidades fisiológicas
Material necessário para a realização do leito do paciente com a cama aberta (sem o paciente)
O que é uma cama aberta sem paciente?
Técnicas e normas básicas para a realização do leito do paciente com a cama aberta (sem o paciente)
Material necessário para a realização do leito do paciente com a cama fechada
O que é uma cama fechada?
Técnicas e normas básicas para a realização do leito do paciente com a cama fechada
Material necessário para a realização do leito do paciente com a cama aberta (com o paciente)
O que é uma cama aberta com o paciente?
Técnicas e normas básicas para a realização do leito do paciente com a cama aberta (com o paciente)
Material necessário para a realização do leito do paciente com a cama de operado
O que é uma cama de operado?
Técnicas e normas básicas para a realização do leito do paciente com a cama de operado
Macas
Macas de Hospital
Material necessário
Técnicas e normas básicas
Vídeo
Normas Básicas (O que devemos e não devemos fazer)
Conclusão
Webgrafia

Devemos higienizar as mãos antes de iniciar qualquer tipo de procedimento.
Se o paciente for homossexual deve ser tratado de maneira diferente.
Conclusão
Macas de Hospital
A maca é utilizada principalmente para a transferência do paciente de um lugar para outro.
Todos os serviços de um hospital, por norma têm uma maca no corredor para o caso de alguma emergência no serviço.

Macas
Técnicas e normas básicas
1. Lavar as mãos;
2. Preparar o material;
3. Colocar as luvas e avental descartáveis ;
4. Retirar a roupa usada da maca;
5. Desinfetar maca;
6. Estenter o lençol em cima do colchão, atando cada ponta para garantir que este não fique com vincos e para garantir o conforto do paciente;
7. Colocar um resguardo de pano para facilitar quando for necessário a futura mudança de posição do paciente;
8. Estender o segundo lençol;
9. Estender a colcha.
Material necessário

Luvas de látex descartáveis:
Utilizadas para proteção das mãos do profissional de saúde em relação às substâncias orgânicas.
Dois lençóis:
Um para cobrir o colchão e outro para revestir o paciente, dando conforto.
Um resguardo de pano:
Utilizado para facilitar a mudança de posição do paciente e evitar que os resíduos orgânicos passem para o colchão (resguardo descartável).
Um cobertor:
Utilizado para aconchegar o paciente de forma a não sentir frio.
Um avental descartável:
Utilizado para proteção do profissional em relação às substâncias orgânicas do paciente.
Macas
Com este trabalho concluímos que mudar a cama é fundamental para as necessidades básicas do paciente. Num hospital é necessário a muda da roupa das camas diáriamente para conforto e higiene do paciente.
É fundamental os hospitais terem macas para em casos de urgência os pacientes serem transportados.
Webgrafia
http://www.mundinter.pt/?q=content/matgeral-prod
Full transcript