Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Mamografia e Ecografia

No description
by

on 1 November 2015

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Mamografia e Ecografia

Data registrada, 1962.
Mamografia
A prótese de silicone
pode ser posicionada em três
regiões diferentes: entre o tecido mamário e o músculo peitoral (submamária ou subglandular), entre a fáscia do músculo peitoral e o
músculo peitoral (posição subfascial),
que são regiões mais superficiais, ou entre o músculo peitoral e a parede torácica (posição submuscular),
que posiciona a prótese numa
região mais profunda.
História do Silicone
Posição da Prótese de Silicone
Possíveis contraindicações
Mamografia e Ecografia em Pacientes
com Implantes de Silicone


A primeira cobaia para o implante de silicone foi uma cadela chamada Esmeralda.

A fascinação americana por artigos artificiais e de plástico na época do pós-guerra também favoreceu o silicone como um forte candidato a ser o material da vez, embora tenham sido prostitutas japonesas as primeiras a testarem o produto para aumentar seus seios. Determinadas a faturar com os soldados dos EUA durante a ocupação do Japão, elas injetavam silicone roubado no porto de Yokohama diretamente nos seios. As injeções tinham um efeito colateral conhecido como "silicone podre", em que a área ao redor da aplicação poderia chegar a gangrenar. Além do aumento dos seios, a prótese tem utilidade nos casos de mulheres que passam pela mastectomia - retirada de um ou dos dois seios em casos de câncer de mama e outras doenças - finalidade que também motivou os pioneiros Frank Gerow e Thomas Cronin em suas experiências.
Em geral, a cirurgia de implante de
silicone nas mamas não é recomendada
para mulheres com histórico familiar direto de câncer de mama (mãe e avó acometidas), pois ainda não há consenso científico quanto às limitações dos exames de imagem, como a mamografia, em pacientes que possuem próteses de silicone nas mamas. Doenças imunológicas como artrite reumatoide, esclerodermia, lúpus ou doenças clínicas graves podem contraindicar a execução do procedimento. Isto porque o estresse cirúrgico pode aumentar a chance de piora da doença de base. A presença vírus HIV apresenta uma contraindicação relativa, já que se deve evitar qualquer evento capaz de descompensar o
sistema imunológico.
Existe três tipos de incisuras para a colocação do silicone
Via axilar
O silicone é colocado
através de incisão na
região das
axilas.
Implante Periareolar
A incisão feita na junção entre a aréola e a pele da mama.
Implante Inframamário
A incisão é realizada no sulco abaixo das mamas. a manipulação cirúrgica é menor em relação aos outros implantes.
Em mulheres sem próteses mamárias,
as mamografias começam com quatro incidências básicas, duas de cada mama, e a partir daí são feitas radiografias complementares, se houver alguma necessidade específica. Em mulheres com prótese de silicone, a mamografia começa com seis radiografias, três de cada mama, sendo duas com prótese e uma com uma manobra especial, chamada “manobra de Eklund”, através da qual a técnica procura afastar a prótese para cima e para trás e radiografar apenas o
tecido mamário.
Mamografia realizada em paciente com silicone.
Ecografia ou Ultrassonografia
Ecografia
O exame se faz necessário
par a uma complementação da mamografia, uma vez que, dependendo do tamanho da prótese a mamografia não terá uma boa resolução fazendo-se indispensável o uso de outro método de diagnostico. Ele também é indicado para identificar a integridade da prótese mamaria.
Além de complementar
a mamografia o utrassom pode vir a ser utilizado
como diagnostico primeiro de mulhres jovens e/ou gravidas.
Ressonância Magnética
Este é o método diagnóstico que
tem maior sensibilidade de visualização anatômica das mamas, portanto, consegue evidenciar alterações iniciais e/ou pequenas complicações com as próteses do tipo contratura capsular (“rejeição”) ou mesmo rupturas devido a traumas, defeitos de fabricação, deterioração do material, uma vez que próteses têm tempo de validade. E no caso de uma possível patologia, se o exame de mamografia não possibilitar o diagnostico e a ultrassom não conseguir captar
a imagem a ressonância é o melhor
método de diagnostico.
Curiosidades sobre
o Silicone


Não há possibilidade de acontecer qualquer interferência na amamentação, pois a prótese se localiza abaixo do tecido mamário, onde é produzido o leite materno, o que a prótese de silicone faz, é apenas empurrar o tecido mamário para frente. Mas para isso, é preciso que a prótese subglândular tenha um tamanho adequado para o corpo da mulher, pois em tamanho exagerado, pode trazer problemas.

Amamentação
Ruptura da Prótese
Há relatos esporádicos de ruptura do implante pós-trauma externo, como quedas de grande altura ou impacto de material em alta velocidade. Em sua maioria são implantes muito antigos, já com desgaste natural e que possuíam um número menor de camadas de revestimento. Existe ainda a utilização da prótese confeccionada com solução salina, que possibilita em caso de ruptura a saída do material para alguma cavidade do corpo. No Brasil o tipo de prótese mais utilizado é o de gel de silicone coesivo, o que impossibilita no caso de uma ruptura o extravasamento do gel para outras cavidades do corpo, sendo assim o material mais seguro.
Celso Ricardo
Elizabete Damasceno
Isaac Newton
Pedro Miranda
Arthur Miranda
Ariane Costa
Centro Universitário Unifacex-Etec

Trabalho de Mamografia

Professora: Ana Maria
Turma: D

Mamografia e Ecografia
Obrigado!
Full transcript