Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

O abandono do criacionionismo

No description
by

Michelson Borges

on 14 October 2016

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of O abandono do criacionionismo

O abandono do
CRIACIONISMO
michelson borges
Cosmovisão criacionista
e o abandono do criacionismo
“Seu namorado tem
essa péssima mania
[de olhar disfarçado
quando passa uma
mulher atraente]?
Culpe a seleção natural (como quase tudo que tem relação com o comportamento sexual masculino e feminino). Ao longo
da evolução humana o macho se destacou por sua capacidade de visão. [...]
“Então, você pode até dar um beliscão bem forte no seu namorado/marido/pretê, mas saiba que as raízes de seu comportamento estão naquele antepassado caçador de milhares de anos atrás. Isso também confirma o que você já sabia: seu namorado é um pouquinho troglodita.”
Revista
Galileu
Implicações
ADVENTISMO
e a restauração do criacionismo
O espetáculo
e a decadência da humanidade
Gênesis 1:1, 2, 29; 2:1-7, 18-25
1.
Criação ex-nihilo
2.
Apenas dois gêneros
3.
Casamento
heteromonogâmico
4.
Dependência da fonte
de vida: Deus
Romanos 1:18-27
Macaquizaram o homem e humanizaram o macaco.
Não viemos de um jardim, mas de uma caverna.
O ser humano é incapaz.
5.
Estilo de vida ideal
O EVOLUCIONISMO
Berço da teologia adventista
“Cléopas do milharal”
Port Gibson, NY
Hiran Edson
1844
O memorial da criação
Êxodo 20:8-11
O estado do
Gênesis 2:7
Eclesiastes 9:5, 6
João 5:28, 29
No livro
The Creationists
, Ronald Numbers afirma que
o criacionismo espalhou-se rapidamente durante o século 20, desde seu humilde começo “nos escritos de Ellen White”. Mark Noll também afirma
que o criacionismo moderno emergiu dos esforços dos adventistas do sétimo dia.
Pioneirismo

George McCready Price
1870-1963
Publicou uma sequência
de obras criacionistas, culminando em 1923
com
The New Geology
.
Para George Marsden,
o adventista George McCready Price é o “principal precursor”
da abordagem de uma
Terra jovem e de um dilúvio universal.
Em 1957, a IASD criou o Geoscience Research Institute (GRI).
“A história do criacionismo no Brasil está fortemente vinculada à Igreja Adventista do Sétimo Dia. A primeira obra brasileira que tratou do criacionismo foi publicada em 1919; seu autor,
Guilherme Stein Jr
. (1871-1957), foi o primeiro adventista brasileiro [na verdade, o primeiro adventista batizado no Brasil].”
Teologia e Ciências Naturais
, p. 245
Espiritismo
“Após cinco anos de trabalho, permiti-me especular sobre o assunto e redigi algumas notas breves; desenvolvi estas notas em
1844
até as converter num esboço das conclusões, que então me pareciam prováveis.”
Charles Darwin,
A Origem das Espécies
Evolucionismo
vida sem Deus
Evolutismo
“No começo tudo era caos, os elementos
estavam em confusão. Pouco a pouco cada
coisa tomou o seu lugar. Apareceram então
os seres vivos apropriados ao estado do globo,
pois a Terra lhes continha
os germens que aguardavam
momento favorável para
se desenvolverem. ...
“Os princípios orgânicos
se congregaram, desde que cessou a atuação da força que os mantinha afastados, e formaram os germens
de todos os seres vivos. [...]
Os germens estavam em estado latente.”
O Livro dos Espíritos
, questões 43 e 44
Evolutismo
Mormonismo
Palmyra, NY
Joseph Smith
1820
Monte Cumorah
Marxismo
Sociedade sem Deus
Marx e seu tempo
“Quando se analisam aspectos como sua [de Marx] origem numa família [judia] que sofreu opressão religiosa por um regime ditatorial você compreende por que Marx mais tarde mostraria
tamanha animosidade em relação
às classes dominantes [e à
religião institucionalizada].”
“A vida íntima de Karl Marx”,
Aventuras na História
,
junho de 2014
“O marxismo nasceu como consequência das
falhas do cristianismo
e representa tão somente ‘uma acusação sistematizada contra os erros
do cristianismo e uma contraproposta a ele’.
[...] Se Marx tivesse tido uma vida familiar
regular e se as circunstâncias históricas
da época fossem outras, não existindo exploração, miséria ou
hipocrisia
religiosa
, nem a sua alma tivesse
sofrido as amargas frustrações
que sofreu, talvez o marxismo
nunca tivesse vindo a existir.”
Leo Villaverde,
A Natureza
Mística do Marxismo
, p. 46
O marxismo
“Quando o casamento monogâmico aparece pela primeira vez na história, não é uma reconciliação de homem e mulher [...]. Bem pelo contrário.
O casamento monogâmico vem à cena como
a subjugação de um sexo pelo outro; ele
anuncia um combate entre os sexos
desconhecido durante todo
o período pré-histórico anterior.”
Friedrich Engels,
Origin
of the Family, Private Property,
and the State
, p. 35
Uma das bases do argumento de Engels é que
animais poligâmicos
formam manadas porque o ciúme do macho nos casais exclusivos impede que os indivíduos se agrupem em sociedade. Ou seja, casais exclusivos vivem menos em sociedade
do que aqueles que compartilham
as fêmeas. E ele argumenta que
se pode aplicar esse princípio
para o ser humano. O homem
só evoluiu de animais inferiores
porque aprendeu a se defender
coletivamente e, para isso,
teve que abrir mão do ciúme
do casal exclusivo.
Evomarxismo
Em uma nota introdutória da segunda edição de
O Capital
, Karl Marx escreveu como dedicatória Darwin:
“A Charles Darwin,
de um autêntico
amigo seu.”
Engels
, no túmulo de Marx, disse que Darwin mostrou a lei do desenvolvimento da natureza orgânica, e Marx a da natureza humana.
“Em carta a Engels de 19 de dezembro de 1860, um ano depois da publicação de
A Origem das Espécies
, Marx informa seu dileto amigo que, ‘durante meu tempo de provações, nas quatro últimas semanas, li toda espécie de coisas. Entre outras, o livro de Darwin sobre a seleção natural. Malgrado seu inglês pesado, esse livro contém o fundamento natural de nossa teoria’.”
José Osvaldo de Meira Penna,
Polemos: Uma análise crítica do darwinismo

(ex-professor da UNB), p. 220
Feminismo
Seneca Falls
Cavalo de Troia
Em sua encíclica Humani Generis (1950),
Pio XII
já dizia que o “magistério da Igreja não proíbe o estudo da doutrina do evolucionismo, que busca a origem do corpo humano em matéria viva preexistente. A fé católica manda defender que
as almas são criadas imediatamente por Deus”.
Em 22 de outubro de 1996,
João Paulo II
fez um grande discurso na Pontifícia Academia das Ciências e afirmou que a evolução “já não era uma mera hipótese, mas uma teoria”. João Paulo II disse também que a convergência dos resultados de trabalhos realizados independentemente nesse campo constituía “um argumento significativo
a favor dessa teoria”.
“Deus abarca essa evolução e a apoia, a sustenta continuamente”, disse o papa
Bento XVI
, na Pontifícia Academia das Ciências, em 2009.
O
papa Francisco
afirmou, em 2014, durante discurso na Pontifícia Academia de Ciências, que a teoria da evolução e o
big bang
são reais e criticou a interpretação das pessoas que leem o Gênesis achando que Deus “tenha agido como um mago, com uma varinha mágica capaz de criar todas as coisas”. “A evolução
da natureza não é incompatível
com a noção de criação, pois exige
a criação de seres que evoluem.”
Consequências
ser humano
na morte
criacionista adventista
vida sem Deus
espiritismo “disfarçado”
e o casamento
evolucionismo teísta
neoateísmo
Deus cruel
O mal não existe. Deus não existe. Mas Deus
é mau e eu odeio Deus!
Destruição da família
ideologia
sem
gênero
Feminismo

como reação ao
extremos
machismo
O tempo passou...
As mulheres deveriam sempre ser motivo de todo o cuidado, da valorização e da atenção dos homens. A destruição da cosmovisão criacionista estragou isso.
Exemplo: funk que deprecia a mulher vs. antigas músicas que a valorizam.
“Senhorinha, moça de fazenda antiga, prenda minha / Gosta de passear de chapéu, sombrinha / Como quem fugiu de uma modinha. [...] / Será que ela quer casar / Será que eu vou casar com ela / Será que vai ser numa capela / De casa de andorinha. [...] / Será que eu vou subir no altar / Será que irei nos braços dela / Será que vai ser essa donzela / A musa desse trovador / Ó prenda minha, ó meu amor / Se torne a minha senhorinha.”
Guinga e Paulo César Pinheiro
“Entra pra dentro de casa quando
o bloco passar / Se eu te pegar na rua, garota, vou te amassar.”
“Mulher levanta nóis, mas também derruba”, MC Smith

“Nós vai enguiçar essa galinha /
Ah, mó galinha mesmo.”
“Conflitos penetrantes”, MC Smith
De “senhorinha” a “galinha” e “cachorra”.
“The belief that men and women should have equal rights and opportunities; the theory of the political, economic, and social equality of the sexes.”
Merriam-Webster
Feminismo
Quem disse que deve haver “igualdade” entre os sexos? Igualdade de direitos é uma coisa, igualdade de gêneros tem trazido os problemas que vemos hoje.
“As Escrituras são claras sobre as relações e direitos de homens e mulheres.”
Ellen White,
Testemunhos
para a Igreja
, v. 1, p. 421
“O rei em seu trono não tem função mais elevada que a mãe. [...] Ela tem em seu poder o modelar o caráter dos filhos, para que estejam capacitados para a vida mais alta, imortal. Um anjo não desejaria missão mais elevada; pois em fazendo sua obra ela está realizando serviço para Deus. [...] Sua obra é para o tempo e a eternidade.”
Ellen White,
Signs of the Times
, 16 de março de 1891
Mulher livre?
Marx e Engels
influenciaram muito o movimento feminista. De acordo com Engels, a mulher deveria ser livre para se entregar a quem, quantos, quando e onde quiser. Os filhos devem ser propriedade do Estado e educados por este. A mulher tem que ser livre para se relacionar com outras mulheres (e homens com homens), e
tem direito sobre seu ventre. Alguma semelhança com o que vemos hoje?
Estilo de vida
edênico
“Tudo o que aprendi se resume nisto: Deus nos fez simples e direitos, mas nós complicamos tudo.”
Eclesiastes 7:29 (NTLH)
Apocalipse 14:6, 7
Sara Winter
paralelo
“Alguns pretendem que a espécie humana necessita, não de
redenção
, mas de
desenvolvimento
– que ela pode se aperfeiçoar, elevar-se e regenerar-se. Assim como Caim julgava conseguir o favor divino com uma oferta a que faltava o sangue de um sacrifício, assim esperam estes exaltar a humanidade à norma divina, independentemente da expiação. A história de Caim mostra qual deverá ser o resultado. Mostra o que o homem se tornará separado de Cristo.
A humanidade não tem poder para regenerar-se.
Ela não tende a ir para cima, para o que é divino,
mas para baixo, para o que é satânico.”
Ellen White,
Patriarcas e Profetas
, p. 41
Redenção
Evolução
Protestam contra a objetificação do corpo da mulher exibindo o corpo...
Precisamos desenvolver uma cosmovisão bíblico-criacionista para enfrentar as filosofias reinantes em nosso mundo.
Richard Dawkins
Rá, Krishna, Yahweh
Apocalypse
Full transcript