Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Untitled Prezi

No description
by

Cristiane Rosa

on 10 July 2016

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Untitled Prezi

Breve contextualização sobre o percurso profissional:
CONCLUSÕES
2007: Graduação - ULBRA-SM
2007 – 2010: Atuação no Centro de defesa dos direitos da criança e do adolescente – CEDEDICA;
2008 – 2010: Especialização - LYDIA CORIAT;
2011 – 2013: Mestrado - UFSM
2014: Professora SETREM

TCC :
O bagulho é doido: Considerações sobre a identificação delinquente no discurso adolescente
Especialização:
Do conflito do nome ao conflito com a lei: implicações da escuta psicanalítica no contexto socioeducativo
Mestrado:
Relações entre pares: a perspectiva de um grupo de adolescentes em conflito com a lei.


CONTRATO:
TEXTO:
BOCK, A.; FURTADO, O. & TEIXEIRA, M. L. Psicologias. S.P.: Saraiva, 1999.
Texto: A psicologia social

Aroldo Rodrigues (psicólogo brasileiro): é o estudo das manifestações comportamentais suscitadas pela interação de uma pessoa com outras pessoas, ou pela mera expectativa de tal interação.
A PSICOLOGIA SOCIAL:
Objetos investigados:
A interação social;
A interdependência entre os indivíduos;
O encontro social.

Principais conceitos da Psicologia social a partir do ponto de vista do
encontro social.

A percepção social;
A comunicação;
As atitudes;
A mudança de atitudes;
O processo de socialização;
Os grupos sociais e
Os papéis sociais.
Percebemo-nos um ao outro. Percebemos o conjunto de características que o outro apresenta, o que nos possibilita “ter uma impressão” dele.
Impressão: a partir de nossos contatos com o mundo, vamos organizando estas informações em nossa cognição e é esta organização que nos permitirá compreender ou categorizar um novo fato.

Envolve codificação e decodificação de mensagens. Essas mensagens permitem a troca de informações entre os indivíduos.
A comunicação não é constituída apenas de código verbal. Também utilizamos para a comunicação expressões de rosto, gestos, movimentos, desenhos e sinais.


A partir deste esquema básico da comunicação: transmissor, mensagem, receptor, a Psicologia social estudou o processo de interdependência e de influência entre as pessoas que se comunicam;
Sempre questionando: como se dá a influência, quais as características da mensagem, como aumentar nosso poder de persuasão através da comunicação e quais os processos psicológicos envolvidos na comunicação?
A partir da percepção do meio social e dos outros, o indivíduo organiza as informações, relacionando-as com afetos (positivos ou negativos) e desenvolve uma predisposição para agir (favorável ou desfavoravelmente) em relação às pessoas e aos objetos presentes no meio social.
A essas informações com forte carga afetiva, que predispõem o indivíduo para uma determinada ação (comportamento), damos o nome de atitudes.
Temos atitudes positivas em relação a determinados objetos ou pessoas, o que nos predispõe a uma ação favorável em relação a eles.
Isto porque os componentes da atitude — informações, afeto e predisposição para a ação — tendem a ser congruentes.
Nossas atitudes podem ser modificadas a partir de novas informações, novos afetos ou novos comportamentos ou situações.
Assim, podemos mudar nossa atitude em relação a um determinado objeto porque descobrimos que ele faz bem à saúde ou nos ajuda de alguma forma.
Ex: vizinhos que passam a ser colegas.

Nossas atitudes são importantes, pois são elas que norteiam nosso comportamento.
Ainda há a influência dos motivos, interesses e necessidades com que nos apresentamos na situação. Este conjunto de aspectos psicológicos permite-nos compreender, atribuir significado e responder ao outro.


Formação do conjunto de nossas crenças, valores e significações

O indivíduo torna-se membro de um determinado conjunto social, aprendendo seus códigos, suas normas e regras básicas de relacionamento, apropriando-se do conjunto de conhecimentos já sistematizados e acumulados por esse conjunto.
Grupos sociais:
Organizações ou elementos que servem de intermediários entre o conjunto social mais amplo e o indivíduo. Essa intermediação é feita pelos grupos sociais.
São pequenas organizações de indivíduos com objetivos comuns que desenvolvem ações na direção desses objetivos.
Para garantir a organização, possuem normas e formas de pressionar seus integrantes para que se conformem às normas; um funcionamento determinado, com tarefas e funções distribuídas entre seus membros; formas de cooperação e de competição; apresentam aspectos que atraem os indivíduos, impedindo que abandonem o grupo.
Permitem a adapção às diferentes situações sociais para que seja possível comportar-se diferentemente em cada uma delas.
Aprender os papéis sociais é aprender o conjunto de rituais que nossa sociedade criou.
Cada momento de comunicação e interação entre as pessoas são sempre momentos de nosso processo de socialização, que é ininterrupto no decorrer de nossas vidas.
Críticas à Psicologia Social:
Tem seu desenvolvimento comprometido com os objetivos da sociedade norte-americana do pós-guerra, que precisava de conhecimentos que possibilitassem obter resultados imediatos, com a intenção de recuperar uma nação, garantindo o aumento da produtividade econômica.
Não é por acaso que os temas mais desenvolvidos foram a comunicação persuasiva, a mudança de atitudes, a dinâmica grupal etc., em busca de “fórmulas de ajustamento e adequação de comportamentos individuais ao contexto social”.
Críticas à Psicologia Social:
Considera apenas a relação entre pessoas, e não o conjunto de produções humanas capazes de, ao mesmo tempo em que vão construindo a realidade social, construir também o indivíduo.
Esta concepção será a referência para a construção de uma nova Psicologia social.

Com uma posição mais crítica em relação à realidade social e à contribuição da ciência para a transformação da sociedade, vem sendo desenvolvida uma nova Psicologia social, buscando a superação das limitações apontadas anteriormente.

Uma nova psicologia social:
O comportamento deixa de ser “o objeto de estudo”, para ser uma das expressões do mundo psíquico e fonte importante de dados para a compreensão da subjetividade, pois ele se encontra no nível do empírico e pode ser observado;
Essa nova Psicologia social pretende ir além do que é observável, ou seja, além do comportamento, buscando compreender o mundo invisível do homem.
Cristiane Rosa dos Santos
Mestre em Psicologia - UFSM
Professora de Psicologia Social - SETREM
Percepção social:
Comunicação:
As atitudes são, assim, bons preditores de comportamentos.
No entanto, não é com tanta facilidade que conseguimos prever o comportamento de alguém a partir do conhecimento de sua atitude, pois nosso comportamento é resultante também da situação dada e de várias atitudes mobilizadas em determinada situação.
Atitudes:
Mudança de atitudes:
Papéis sociais:
A sociedade é um conjunto de posições sociais (como a posição de médico, de professor, de aluno, de filho, de pai), todas as expectativas de comportamento estabelecidas pelo conjunto social para os ocupantes das diferentes posições sociais determinam o chamado
papel prescrito
. Assim, sabemos o que esperar de alguém que ocupa uma determinada posição.
O homem como um ser social, como um ser de relações sociais, está em permanente movimento. Estamos sempre nos transformando. Isso porque nosso mundo interno se alimenta dos conteúdos que vêm do mundo externo e, como nossa relação com esse mundo externo não cessa, estamos sempre como que fazendo a “digestão” desses alimentos e, portanto, sempre em movimento, em processo de transformação.
Obrigada pela atenção!

cristianerosapsi@hotmail.com
fone:(55) 9963-9585
Comunicação:
Atitudes
Atidudes:
Processo de socialização:
Socialização:
Grupos sociais:
É uma Psicologia social baseada em um método descritivo, ou seja, que se propõe a descrever aquilo que é observável.
Organiza e dá nome aos processos observáveis dos encontros sociais.
Críticas à Psicologia Social:
Uma nova psicologia social:
Uma nova psicologia social:
A nova Psicologia social irá propor como conceitos básicos de análise:
a atividade;
a consciência;
a identidade.
Propicia a transição daquilo que está fora do homem para dentro dele. Ex: crianças.
Apropriação do "externo" para dentro de si, transforma-os em imagens e em idéias que passam a habitar seu mundo interno.

Atividade
O homem encontra um mundo de objetos e significados já construídos pelos outros homens. Nas relações sociais, ele se apropria desse mundo cultural e desenvolve o “sentido pessoal”.

dados pessoais (cor, sexo, idade);
biografia (trajetória pessoal);
atributos que os outros lhe conferem, permitindo uma representação a respeito de si.
Identidade: é a síntese sobre si mesmo
A Psicologia social tradicional: homem como um ser que reage às estimulações externas, atribui-lhes significado e se comporta. O homem é um ser no espaço social.
A nova Psicologia social: o homem é um ser social, que constrói a si próprio, ao mesmo tempo que constrói, com os outros homens, a sociedade e sua história.
A nova Psicologia social desvincula-se da tradição norteamericana de ciência pragmática, com intenções de prever o comportamento e manipulá-lo, optando por uma ciência que, ao melhorar a compreensão que se tem da realidade social e humana, permita ao homem transformá-la.
Que diferença há entre essa nova Psicologia social
e aquela do início desse encontro?
PSICOLOGIA SOCIAL
Plano de aula
Principais conceitos:
Papéis sociais:
Consciência:
Gótico
Nerd
Hippie
Patricinha
Punk
Dinâmica
• Conteúdo denso
• Exige muita leitura – importância de ler os textos indicados
• Observar e Interpretar o nosso contexto
• A única ferramenta é o estudo – questões no final das aulas para estimulara serem mais ativos e reflexivos
• Solidão X psicologia X leitura
• Não sabotar a si próprio – “malandragem”
• Responsáveis por suas ações (horário de aula, notebook, facebook, celular)
• Provão: 23/0
Full transcript